Guia do Investidor
Dicas

5 tipos de investimentos que rendem mais que seu banco

Invista certo! Fuja dos bancões tradicionais! Atualmente existem diversos tipos de investimentos diferentes. Então vamos conhecer 5 deles que tem um bom rendimento!

Assim sendo, eles tendem a render mais do que o próprio banco e por isso são muito procurados pelos investidores. Desse modo, vamos conhecer quais são esses cinco tipos de investimentos e como eles funcionam.

(Certificado de Depósito Bancário)

Esse é um dos tipos de investimentos chamado de CDB (Certificado de Depósito Bancário) é uma alternativa para se obter alta rentabilidade. Assim sendo, os CDBs são títulos emitidos por um banco onde o dinheiro é captado dos investidores.

Posteriormente a pessoa recebe o valor com juros de acordo com o total que ela aplicou nesse . Assim sendo, existem 2 tipos diferentes de CDBs, veja quais são eles:

  • Pré-fixados: O investidor sabe quando receberá o valor, ou seja, ele possui data de vencimento
  • Pós-fixados: O valora ser recebido dependerá do índice CDI ()

Nesse sentido, o CDB é ideal para quem pretende obter uma rentabilidade que seja maior do que o da poupança. Entretanto o Imposto de Renda é cobrado dessa modalidade de investimento, mas mesmo assim é bastante rentável.

Leia mais  Veja como reinventar seu negócio durante a pandemia

Além disso, os riscos de investimento em CDBs são baixos, pois eles são protegidos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Então, o ideal é verificar se esse tipo de investimento é adequado ao seu perfil de investidor.

LCI (Letras de Crédito Imobiliário)

O LCI (Letras de Crédito Imobiliário) é outra modalidade de investimento que consiste em títulos de crédito. Assim sendo, o investidor realiza um tipo de empréstimo a uma determinada instituição.

Nesse sentido, um contrato é criado e nele estará quanto será pago de juros e o prazo do pagamento. Então, é importante saber que esse é um investimento em renda fixa e é isento do imposto de renda.

Além disso, o risco é baixo e ainda conta com o FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Dessa forma, seu dinheiro estará protegido e o investidor não sairá no prejuízo caso algum problema ocorra.

LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)

Bem como o LCI o LCA (Letra de Crédito do Agronegócio), também é um tipo de investimento em renda fixa. Assim sendo, esse título de crédito visa adquirir recursos para o agronegócio e é emitido por instituições públicas/privadas.

Desse modo, ao investir em um LCA você fará um empréstimo e receberá o valor com juros no prazo combinado. Em resumo esse investido vai para instituições do setor de agronegócio e o investidor recebe os lucros.

Então, essa é uma modalidade que rende bastante pelo fato do setor estar em alta. Entretanto ele depende do índice CDI para conhecermos posteriormente qual será essa rentabilidade.

Leia mais  Google investe US$ 550 milhões no maior concorrente do grupo chines de comercio eletrônico Alibaba.com

São ao todo 3 tipos de LCAs existentes, veja:

  • Pré-fixado: onde a já é determinada ao fazer o investimento
  • Pós-fixado: a taxa depende do indexador Selic ou CDI
  • Híbrido: nesse caso o pagamento será através do indexador de inflação (, IGPM ou INPC).

Assim, esse é um tipo de investimento que pode ser bastante rentável para os investidores que decidirem utilizá-lo.

Certamente esse é um dos tipos de investimentos mais expressivos atualmente, pois o Tesouro Direto é bastante rentável. Pois, esse título é emitido pelo Governo Federal e o investidor aplica o dinheiro nele.

Dessa forma, a pessoa terá como retorno o valor acrescido dos juros de acordo com o prazo definido. Então, esse investimento de renda fixa se tornou um bom atrativo já que os riscos são bem baixos.

De acordo com o funcionamento do Tesouro Direto, qualquer pessoa pode investir nos títulos dele. Além disso, a rentabilidade é maior do que a poupança e o Governo Federal é o emissor diminuindo os riscos.

Leia mais  O que é inflação na prática?

Por fim, o Tesouro Direto é uma das melhores opções para se investir, pois é seguro e rentável.

Já os Fundos Imobiliários (FIIs) são um grupo de pessoas que pretendem adquirir imóveis para obter aluguéis. Desse modo, cada investidor obtém uma cota e recebe os valores de acordo com sua participação no negócio.

Assim sendo, tudo é gerenciado por um que busca os melhores imóveis para que os investidores possam obter lucros. De acordo com essa modalidade de investimento temos dois tipos, são eles:

  • (Shoppings, Faculdades, Hospitais)
  • Fundos de Papel (Investimento em títulos relacionados a imóveis)

Nesse sentido, o investidor receberá os aluguéis de acordo com a sua cota e assim obterá uma boa renda extra. Portanto, esse é um negócio rentável e que auxilia os investidores que não podem adquirir um imóvel sozinhos.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as notícias mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Projeção de inflação para o final do ano sobe: o que seus investimentos tem a ver com isso?

Fernando Américo

Brasil, Estados Unidos e China: Perspectivas da inflação pelo mundo

Fernando Américo

Déficit comercial da UE é sinal de alerta para inflação global

Fernando Américo

Acabou a mamata? CVM quer mudar regras para distribuição de lucros dos FIIs

Leonardo Bruno

Inflação pelo IPC-S varia 0,41% na segunda quadrissemana de maio

Autor Convidado

Inflação permaneceu elevada em todas as faixas de renda em abril

Autor Convidado

Deixe seu comentário