Guia do Investidor
Vale8
Resultados 2T22

Afetada pela queda do minério, Vale Lucra US$ 6,2 bilhões no 2T22

A (VALE3) registrou um lucro de US$ 6,2 bilhões no segundo trimestre de 2022 (), informou a mineradora ao mercado nesta quinta-feira (28). O número representa um recuo de 18% no ano, mas ficou acima do consenso Refinitiv, que previa um lucro de US$ 3,88 bilhões. O lucro de operações continuadas atribuídos aos acionistas da Vale, no entanto, ficou em US$ 4,09 bilhões.

A receita entre abril e junho foi de US$ 11,1 bilhões entre abril e junho, menor do que os US$ 16,5 bilhões registrados em igual período do ano passado e pouco aquém do consenso de US$ 11,3 bilhões.

A companhia justifica o recuo desse número, majoritariamente, pela queda do preço do minério de ferro.

O lucro antes de juros, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) foi de US$ 5,5 bilhões, ante US$ 6,37 bilhões registrados em igual período do anterior. A projeção, segundo consenso Refinitiv, era de um Ebitda de US$ 5,826 bilhões.

“A Vale reportou um Ebitda ajustado refletindo a queda nos preços de minério e do cobre no final do trimestre, mas parcialmente compensado por maiores volumes de vendas”, explica a companhia no documento publicado na noite desta quinta-feira (28). A mineradora, anteriormente, divulgou que produziu 74,1 milhões de toneladas de minério de ferro, número 17% maior do que aquilo registrado nos três primeiros meses do ano.

A margem Ebitda ficou em 47%, aquém dos 68% registrados no segundo trimestre do ano passado e caindo 10 pontos percentuais frente aquilo registrado entre janeiro e março de 2022.

Leia mais  Investidores ignoram prejuízo de R$ 135 milhões no 2T22 da Magazine Luiza? Ação dispara 18%

Na frente de ferrosos, o Ebitda foi de US$ 5,1 bilhões, caindo US$ 655 milhões na base trimestral – com o preço médio realizado de US$ 113,3 por tonelada, recuo de US$ 28,1 por tonelada na nesna base, e com o custo por caixa subindo para US$ 20,9, número US$ 2,2 acima do que a média do intervalo de janeiro a março. No frete, o salto dos gastos foi de US$ 3,2 por tonelada, para US$ 21,3, com maiores custos de bunker.

Em metais básicos, o Ebitda ficou em US$ 580 milhões, caindo US$ 148 milhões – principalmente por conta do recuo de US$ 203 milhões dos ganhos operacionais com o cobre.

Além da queda do minério, a companhia também viu suas operacionais saltarem de US$ 662 milhões no primeiro trimestre para US$ 834 milhões.

A Vale explica que apesar do pior desempenho operacional seu resultado foi impulsionado por um melhor fluxo de caixa livre, que chegou a US$ 2,29 bilhões.

Leia mais  Prejuízo da Iguatemi chega a R$ 133 milhões no resultado 2T22

Conhece a agenda de ?  

Por fim, você quer se organizar para acompanhar as datas dos Resultados do 2T22? Então, não deixe para depois e confira a Agenda de Resultados do Guia do Investidor.  

No calendário estão reunidas todas as datas da divulgação dos Resultados do 2T22 das empresas listadas na bolsa de valores brasileira. Claro que sempre de formas simples e prática. Dessa forma, basta acessar clicando aqui! 

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no : abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Marfrig, Petrorio e Vale: Confira as indicações para Agosto da Terra Investimentos

Leonardo Bruno

VALE3, CMIN3: Mineração brasileira tem queda expressiva em balanço do 1º semestre

Agência Brasil

Ainda vale a pena apostar em mineração e siderurgia? Confira a análise da Toro Investimentos

Leonardo Bruno

Ibovespa zera perdas em dia de disparada do varejo

Leonardo Bruno

Queda do minério pesa e dados de produção e vendas da Vale recuam na prévia do 2T22

Leonardo Bruno

Ibovespa abre em leve alta nesta terça; Confira destaques

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário