Guia do Investidor
oibr3 1
Notícias

Agora vai? Fim da recuperação judicial da Oi tem nova data para acontecer

Oi (OIBR3) vem correndo para tentar finalizar o processo de recuperação judicial. O prazo final passou do fim de março para o fim de maio, e, agora, foi prolongado novamente. O fim da operação deve acontecer em breve. A data esperada é para o próximo dia 27 de junho, prazo estabelecido pelo juiz Fernando Cesar Ferreira Viana, da 7ª Vara Empresarial do Estado do Rio de Janeiro, para que o administrador judicial Wald Advogados apresente o quadro geral de credores da companhia.

A da Oi começou em 2016. Para reduzir o endividamento, a tele vendeu para as rivais ClaroTim e suas operações móveis por R$ 16,5 bilhões, em uma operação aprovada em fevereiro deste ano pelo Cade, que regula a concorrência.

Segundo fontes, o prazo para encerrar o processo no dia 31 de maio foi “alterado por conta das diligências pendentes”. A mudança foi classificada como “algo previsível, já que o caso é considerado o maior e mais complexo processo do judiciário”.

Leia mais  A "nova Oi" não vai esperar o CADE e já deu início ao foco em fibra ótica

No último relatório de informações financeiras do quarto trimestre de 2021, divulgado em maio, a Oi informou que a dívida líquida era de R$ 32,57 bilhões. O valor será atualizado na terça-feira (21) com a divulgação do resultado do primeiro trimestre deste ano, após o fechamento do .

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Os maiores prejuízos da Bolsa: confira as piores empresas do mercado

Leonardo Bruno

FInalmente acabou? Recuperação Judicial da Oi terá relatório final nesta segunda-feira (27)

Leonardo Bruno

Para voltar a ser relevante no mercado, a Oi quer ter 8 milhões de clientes em Fibra Ótica até 2025

Leonardo Bruno

TIM (TIMS3) fica com maior quantidade de ex-clientes da Oi Móvel (OIBR3)

Ruan Sousa

Oi (OIBR3) adia novamente divulgação de balanço do 1º trimestre, agora para 28 de junho

Ruan Sousa

A 50 centavos: o que fazer com nova queda das ações da Oi?

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário