Guia do Investidor
acoes allied
Notícias

Allied Tecnologia (ALLD3) estuda realizar follow-on

A Tecnologia () anunciou nesta quinta-feira, 15, que estuda realizar uma oferta subsequente de ações, isto é, um , com esforços restritos. Dessa forma a companhia engajou o BTG Pactual, o Bradesco BBI, Itaú BBA e XP para assessorá-la na operação.

“A efetiva realização da potencial oferta, assim como qualquer operação deste tipo, está sujeita, entre outros fatores, às condições do .”

disse a companhia em fato relevante.

A primeira aquisição pós IPO

A Allied (ALLD3) – a maior distribuidora de eletrônicos do – comprou a BR Used, uma plataforma de compra e revenda de celulares usados. Dessa forma, essa é a primeira aquisição da companhia desde que levantou R$ 180 milhões em IPO.

De acordo com o CEO da companhia, Silvio Stagni, ao Brazil Journal, o valor da transação é imaterial, porém “com essa compra, passamos a ter uma marca para usar no mercado de recondicionado, e trazemos o recondicionamento que eles têm, além dos dois empreendedores”.

A BR Used foi fundada em 2013 por Bruno Fuschi e Eric Fuzitani e hoje opera com um e-commerce próprio e também um quiosque em São Paulo. Dessa forma, operando com as marcas Apple, Samsung e Motorola, a empresa vende cerca de 5 mil celulares por ano.

Portanto, a Allied está entrando num mercado com potencial de crescimento. Além disso, o modelo de negócios vai ao encontro das teses de sustentabilidade e circular – que tem ganhado forço nos últimos anos. Ademais, apenas 7% dos 48 milhões de celulares vendidos no Brasil representam o mercado, enquanto nos Estados Unidos, por exemplo, é 23%.

Leia mais  O sucesso das Criptomoedas: ETF de cripto tem mais investidores que o índice da Ibovespa

Assim sendo, vale lembrar que o investimento em recondicionados foi uma das avenidas de crescimentos que a Allied vendeu durante o IPO. Além disso, o mercado de distribuição corporativa e de marcas próprias também entram nesse combo. De acordo com Silvio Stagni a ideia da companhia é montar uma base na Ásia – possivelmente na China – e desenvolver produtos próprios em segmentos que não vão de encontro ao portfólio de seus fornecedores.

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Dia de Follow-On: CVC (CVCB3) e Eneva (ENEV3) precificam nova oferta de ações

Leonardo Bruno

Allied Tecnologia (ALLD3) lança plataforma de comercialização de produtos eletrônicos usados

Ruan Sousa

Allied (ALLD3) pagará R$ 53,2 milhões em dividendos; confira o valor por ação

Ruan Sousa

Allied (ALLD3), Boa Safra (SOJA3), AgroGalaxy (AGXY3) e Vittia (VITT3): empresas confirmam dividendos!

Ruan Sousa

CBA (CBAV3) confirma arrecadação de R$ 904,4 milhões em follow-on

Ruan Sousa

CBA movimenta quase R$ 1 bi em follow-on de R$ 19 por ação

Leonardo Bruno