Guia do Investidor
Post 1
Renda Fixa

Aluguel ou fundos imobiliários? Qual dá mais lucro?

As opções para investir são variadas. No , é comum a máxima de que comprar um imóvel para lucrar com seu aluguel é algo rentável. No entanto, existem muitas outras opções que podem ser tão boas quanto ou até melhores.

Se a intenção é investir em algo que pode ser valorizado de maneira dinâmica e que ainda renda um “aluguel” de tempos em tempos, os (FIIs) podem ser mais indicados.

Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs)

Um fundo de é uma maneira de vários investidores investirem em conjunto e terem seu dinheiro gerenciado por um gestor profissional no assunto. Esse gerenciamento acontece de acordo com uma estratégia definida no momento do investimento e custa uma taxa de administração.

A coisa funciona, mais ou menos, como um um condomínio, onde os moradores pagam uma taxa para terem os benefícios do conjunto. Sozinhos, seria mais caro pagar por piscina, salão de festa e jardins, por exemplo. Da mesma forma, não seria viável ter todos os benefícios de um Fundo Imobiliário como um investidor pessoa física.

Além dos , existem muitos outros fundos: fundos de , fundos multimercados, fundos cambiais, fundos de investimento no exterior. O que caracteriza um fundo é o equilíbrio entre os seus ativos. Nos Fiis, o gestor é totalmente voltado para o mercado imobiliário.

Investindo em um , são adquiridas cotas através da de Valores. Essas cotas podem se valorizar ou desvalorizar, dependendo do mercado financeiro. Isso é chamado de Ganho de .

Leia mais  CDB Banco Máxima: vale a pena investir? Veja os riscos

Além disso, é possível ganhar através dos lucros que o gestor do fundo consegue com aluguéis, por exemplo. Todo FII tem obrigação de dividir pelo menos 95% dos seus lucros com os cotistas. Esse ganho é a renda sobre dividendos, varia de fundo para fundo e pode ser paga mensalmente, semestralmente ou anualmente.

Isso significa que mesmo não comprando um imóvel, é possível receber aluguéis periódicos. Além disso, é um ganho isento de Imposto de Renda, o que aumenta o ganho líquido.

Vantagens e desvantagens de investir em Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs)

Para alguns , os fundos imobiliários são a melhor opção para quem tem um perfil mais conservador e prefere investir apenas em renda fixa. Mesmo assim, os FIIs são investimentos de renda variável. Isso significa que a cotação varia conforme a precificação do mercado.

Entre as principais vantagens de aplicar em FIIs estão:

  • É possível gerir seu próprio investimento
  • Você recebe lucros direto na sua conta-corrente da corretora
  • É uma aplicação isenta de Imposto de Renda na distribuição de lucros
  • Grande agilidade para vender e comprar cotas dos fundos
  • Burocracia baixa, já que basta abrir uma conta na corretora pela internet e adquirir cotas pelo home broker ou outras plataformas de investimento
  • Perspectiva de crescimento no mercado imobiliário
  • Sem corretagem para comprar e vender cotas
  • É possível investir com pouco dinheiro

Porém, nem tudo são flores. Confira as desvantagens de investir em FIIs:

  • Taxa de administração paga ao gestor do fundo
  • Risco de desvalorização das cotas
  • Risco de vacância e da consequente diminuição dos dividendos distribuídos
  • Risco físico, já que os FIIs investem em imóveis, e estes estão suscetíveis a danos como enchentes e desabamentos
  • Risco de sazonalidade, já que FIIs que investem em shoppings e lojas têm mais lucros em certa parte do ano
  • Risco de especificidade, quando, por exemplo, seu FII investe em um hospital e tem seu contrato cancelado, torna-se difícil conseguir outro hospital para investir.
  • Risco de as obras nas quais foram investidas não serem concluídas
Leia mais  Onde investir meu dinheiro para render mais

Todos esses riscos podem ser minimizados quando há uma balanceada e vários FIIs.

Vantagens e desvantagens de investir em aluguel

Viver de casas de aluguel é um sonho idealizado por muitos. Imóveis são patrimônios que podem valorizar ou desvalorizar ao longo dos anos. Porém, não trazem rendimento crescente. Por isso, não são considerados investimentos. Muito pelo contrário, já que trazem despesas como IPTU e manutenção. Logo, são passivos, não ativos.

Mesmo que se tenha o dinheiro necessário para comprar um imóvel, é importante analisar se vale a pena gastar tudo em um único “investimento”. Isso é, normalmente, o contrário do recomendado pelos especialistas.

Outro ponto importante é considerar que comprar um imóvel em um financiamento não é um investimento. Mas é claro que investir em imóveis desvalorizados para vender pelo preço de mercado, é considerável. Além disso, investir em imóveis para que seus entes não precisem viver de alugar kitnets também é algo a se pensar.

Leia mais  Google AdSense: como ganhar muito dinheiro

Por isso, conheça as vantagens de comprar imóveis:

  • Controle da gestão do patrimônio e do capital
  • Possibilidade de encontrar oportunidades perto de onde mora
  • Tendência de viver de aluguel

Do ponto de vista financeiro, porém, há muito mais desvantagens:

  • Um imóvel não pode ser adquirido em partes
  • Não existe um mercado digital simples e unificado, o que leva a uma demora para localizar boas oportunidades
  • Custos e burocracias no ato da compra
  • Baixa liquidez, considerando a demora na venda de um imóvel
  • Risco de o imóvel não acompanhar a inflação ou ser desvalorizado ao longo do tempo
  • Risco de vacância, ou seja, ficar sem inquilinos
  • Gastos com a manutenção do imóvel

E agora?

Por isso, entre comprar um imóvel ou investir em um fundo de investimento imobiliário, o mais indicado para quem quer lucrar é a aplicação em FIIs.

É necessário, porém, saber muito bem o que está sendo feito. Estudar sobre o assunto e até investir em alguns cursos é algo interessante para quem quer se aventurar no mundo dos investimentos. Isso porque o mercado financeiro é fluido e requer experiência e estratégias para quem quer se dar bem.

Cair de cabeça sem experiência e apenas com a ambição de ganhar dinheiro tende a resultados catastróficos. O mercado imobiliário requer atenção e análises certeiras para que gere lucro. Com uma  preparação certa, os resultados são os melhores possíveis.

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no Brasil: abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Os melhores do mercado? Confira os FIIs mais negociados de Julho

Leonardo Bruno

Covid-19: o que mudou no mercado imobiliário brasileiro?

Guia do Investidor

Buscando por FIIs? Confira os melhores para Agosto

Leonardo Bruno

Fundos têm captação líquida positiva R$ 32,3 bilhões entre os dias 4 e 8 de julho

Guia do Investidor

🎧 Ainda vale a pena investir em FIIs em 2022? Descubra no novo episódio do Grana com Vc

Guia do Investidor

Índice de Variação de Aluguéis Residenciais recua 0,31% em junho

Guia do Investidor