Guia do Investidor
image 27
Imóveis Notícias

Após recuperar perdas da pandemia, preço do aluguel cai em São Paulo

Retração de 0,2% em maio, frente a abril deste ano, interrompe sequência de dez meses consecutivos de alta na capital paulista, segundo Índice de

A cidade de São Paulo registrou em maio uma queda no preço do metro quadrado do aluguel após dez meses consecutivos de alta. Segundo o Índice QuintoAndar, divulgado hoje, o preço atingiu R$ 39,43 por metro quadrado, 0,2% menor que o registrado em abril.

A queda acontece após a cidade superar a média do preço registrado negociado antes da pandemia de Covid-19, no mês passado. Apesar da redução, os na capital paulista valorizaram 11,54% nos últimos 12 meses. Somente neste ano, a alta acumulada atinge 7,88%.

Entre os principais fatores para a queda nos preços dos aluguéis estão o fim da alta temporada de procura de aluguéis, frequente nos primeiros meses do ano, e a retração dos preços de studios e dormitórios de um quarto. Esse tipo de imóvel vinha sendo um dos principais motores do crescimento na capital paulista, diante da retomada da atividade econômica e da volta ao trabalho presencial.

Em maio, o preço médio do metro quadrado de studios e apartamentos de um quarto caiu 0,7% em comparação com abril, segundo o Índice QuintoAndar de Aluguel, atingindo R$ 49,40/m² em São Paulo.

“Apesar da queda no mês, o mercado imobiliário em São Paulo vive um bom momento. Em comparação com o preço negociado neste mesmo mês do ano passado, por exemplo, a alta é de 12,98%. Além disso, a cada mês mais bairros registram uma valorização e uma dos níveis pré-pandemia”

Destaca Thiago Reis, gerente de do QuintoAndar.

Com a queda do preço em maio, a diferença entre o preço publicado nos anúncios e o valor efetivamente fechado no contrato cresceu em comparação com abril, atingindo -9,31%. Isso significa que os preços dos anúncios seguiram subindo, diante da expectativa positiva do mercado, mas o valor efetivamente pago não registrou um movimento da mesma magnitude.

Leia mais  Brasileiros querem gastar mais com imóveis e carros em 2021

Confira levantamento na íntegra aqui

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

O que analisar antes de alugar um imóvel na atualidade?

Guia do Investidor

Aluguel em Brasília acumula sete meses consecutivos de alta, segundo Wimoveis

Guia do Investidor

Preço do aluguel no Rio de Janeiro sobe 8,4% em 2022, segundo Imovelweb

Guia do Investidor

Valores de imóveis em São Paulo continuam a subir, segundo relatório do Imovelweb

Guia do Investidor

Imposto de Renda: como reduzir a alíquota ao declarar a venda de um imóvel

Guia do Investidor

Preços dos imóveis em Curitiba, seja para locação ou compra, fecham em alta no mês de abril

Guia do Investidor

Deixe seu comentário