Guia do Investidor
sobre loja
Notícias

Arezzo (ARZZ3) realiza follow-on e arrecada R$ 830 milhões

O grupo &Co (ARZZ3), detentor de inúmeras empresas do segmento de vestuário, arrecadou R$ 830 milhões ao realizar . Isto é, mais ações da companhia estão disponíveis no .

Nesse sentido, os coordenadores da operação foram Itaú BBA (líder), UBS BB, , Itaú BBA, , XP e Bank of América. Assim sendo, essa quantia é importante para utilizar na expansão da empresa.

Desse modo, a Arezzo por meio de (), além de expansão orgânica deve utilizar esses recursos. Diante disso, a companhia alocou todo o lote adicional de ações, conhecido como hot issue.

A busca por alternativas de expansão da atuação da companhia foi bem recebida no mercado brasileiro. Isto é, quanto mais a Arezzo trabalha em sua consolidação, maior sua relevância em relação a seus pares.

Expansão da empresa

Portanto, aquisições tradicionais não estão no radar da empresa.

Além disso, após a concretização da operação, o preço das ações da companhia estava em R$ 82,35. Isto é, valor descontado em 0,70% em relação ao registrado no fechamento do pregão, no dia 4 de fevereiro de 2022, quinta-feira.

Leia mais  Banco Pan (BPAN4) conclui aquisição de 80% da Mobiauto

Assim sendo, os investidores monitoram os próximos passos da empresa, na expectativa de que a diretoria executiva continue empenhada na melhoria e expansão da Arezzo.

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Ações ESG Julho: confira as melhores ações sustentáveis para comprar

Leonardo Bruno

Quer apostar em uma empresa com expectativa de crescimento? Vai de Arezzo

Leonardo Bruno

Dividendos: Arezzo (ARRZ3) pagará R$ 69 milhões em JCP aos acionistas

Cristiane Luzio

Dia de Follow-On: CVC (CVCB3) e Eneva (ENEV3) precificam nova oferta de ações

Leonardo Bruno

Nordeste tem alta de mais de 20% em fusões e aquisições, diz KPMG

Guia do Investidor

Região Sul registra queda em fusões e aquisições no primeiro trimestre, diz KPMG

Guia do Investidor

Deixe seu comentário