Guia do Investidor
Imagem GDI
Notícias

BC ancora do mercado e IBOV fecha em queda: confira o resumo do dia

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Investidores estrangeiros “fogem” da bolsa brasileira: entenda

mercado de ações brasileiro está sob risco de sofrer um impacto adicional no segundo semestre deste ano. Devido a um possível rebalanceamento do índice MSCI. Fernando Ferreira, estrategista-chefe da XP, alerta que esse ajuste pode desviar ainda mais fluxos da B3.

Empresas de tecnologia como Nubank, Stone, PagSeguro e XP, que têm sede no Brasil mas listam ações nos EUA, poderão ser incluídas nos índices MSCI Brasil a partir de agosto. O Morgan Stanley estima que essa mudança poderia gerar a entrada de US$ 4,7 bilhões para essas empresas.

Para acomodar essa alocação, fundos podem reduzir suas participações em outras empresas brasileiras, potencialmente impactando negativamente a B3. Os investidores sentirão particularmente esse efeito nas ações dos setores financeiro e de commodities, que atualmente têm maior peso no mercado.

A mudança sugere uma redistribuição de recursos, aumentando a competitividade das ações listadas nos EUA em detrimento de outras companhias brasileiras, criando um cenário desafiador para a B3 no curto prazo.

Suzano entra no mercado têxtil com 15% da Lenzing por R$ 1,3 bi

A Suzano (SUZB3) revelou nesta quarta-feira (12), um passo estratégico importante: a aquisição de uma participação minoritária de 15% na renomada empresa austríaca Lenzing. A Lenzing produz celulose solúvel (dissolving pulp) e tecidos, consolidando assim a entrada da Suzano no mercado têxtil. A Suzano concluiu a transação pelo montante de 229,9 milhões de euros, equivalente a cerca de R$ 1,3 bilhão.

Além disso, a Suzano assegurou o direito de alterar o controle da Lenzing. Adquirindo, assim, uma participação adicional de 15% das ações da Lenzing atualmente detidas pela B&C.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

Esse movimento reflete a participação da Suzano em uma oferta pública de aquisição obrigatória para todas as ações da Lenzing, em conformidade com a Lei de Aquisições de Controle da Áustria. A determinação do preço dessa aquisição adicional seguirá os requisitos estabelecidos pela legislação mencionada.

Conforme divulgado em fato relevante, a Suzano terá o direito de exercer essa opção a partir do primeiro aniversário do fechamento da Operação, até o final de 2028.

JBS antecipa pagamento de US$ 500 mi em títulos internacionais

A JBS (JBSS3) anuncia a antecipação da quitação de até US$ 500 milhões em bonds internacionais. Os títulos, com vencimentos entre 2029 e 2034, serão recomprados pela subsidiária JBS USA Food Company. Utilizando, assim, recursos do caixa da companhia para o pagamento do resgate. A empresa divulgou esta informação em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Leia mais  Incertezas seguem rondando o crescimento chinês; confira análise da hEDGEpoint

A companhia estabeleceu critérios prioritários para a recompra, os quais guiarão a distribuição da oferta, caso a demanda ultrapasse os US$ 500 milhões previstos para os pagamentos antecipados.

Segundo o documento, a maior prioridade foi atribuída às notas com vencimento em 2029, que oferecem um juro de 6,5% ao ano. O valor total em aberto dessa emissão é de US$ 77,9 milhões.

Ministro de Lula é indiciado por corrupção e organização criminosa

A Polícia Federal concluiu as investigações sobre o desvio de verbas federais da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Resultando no indiciamento do ministro das Comunicações, Juscelino Filho. A corporação imputa ao ministro supostos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

O relatório detalhado da investigação foi entregue ao gabinete do ministro Flávio Dino, do Supremo Tribunal Federal, nesta terça-feira (11). Agora, espera-se que o ministro encaminhe os autos para a Procuradoria-Geral da República, para que ela se manifeste sobre uma eventual denúncia no caso ou solicite novas diligências.

Essas acusações lançam uma sombra sobre o governo, aumentando a pressão sobre as autoridades competentes para investigar e, se for o caso, processar qualquer indivíduo envolvido em atividades ilícitas. O desfecho desse caso terá implicações significativas não apenas para os envolvidos. Mas, também para a percepção pública da integridade das instituições do país.

Dólar atinge R$ 5,42 em disparada no mercado financeiro

dólar reverteu sua tendência e registra uma forte alta nesta quarta-feira (12), à medida que os investidores reagem às declarações do presidente Lula. Estas, durante um evento realizado no Rio de Janeiro hoje.

Lula enfatizou que não consegue discutir economia sem “colocar a questão social na ordem do dia”, destacando que o “mercado financeiro não é uma entidade abstrata, separada da política e da sociedade”. Suas observações geraram reações nos mercados. Assim, com os investidores analisando o impacto das políticas econômicas e sociais do governo.

Essa mudança de perspectiva do mercado em relação à economia pode estar influenciando o aumento da volatilidade cambial. E, ainda, resultando em uma alta significativa no valor do dólar em relação ao real. Os investidores estão agora atentos aos desdobramentos das políticas econômicas e sociais anunciadas pelo governo, aguardando por mais detalhes e clareza sobre o cenário econômico futuro.

Câmara aprova “taxação da blusinha”

Na terça-feira (11), a Câmara dos Deputados concluiu a análise do projeto de lei que cria o programa automotivo Mobilidade Verde e Inovação (Programa Mover) e manteve a cobrança de imposto sobre compras internacionais de até 50 dólares — a chamada taxação da blusinha.

De acordo com informações, o projeto já havia sido aprovado pela Câmara em 28 de maio. No entanto, depois de ser enviado ao Senado Federal, foi alterado pelos senadores e, por isso, precisou de uma nova apreciação por parte dos deputados.

Com aprovação na Câmara dos Deputados, a proposta segue para sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Grupo Mateus anuncia pagamento de JCP

Na terça-feira (11), o Grupo Mateus anunciou que o seu conselho de administração aprovou a distribuição e o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) no montante total bruto de R$ 134.861.754,26 equivalente a R$ 0,0610462169 por ação.

De acordo com informações, terão direito aos JCP as pessoas inscritas como acionistas da companhia na data-base de 14 de junho de 2024 e as ações serão negociadas ex-direitos ao recebimento dos JCP a partir de 17 de junho de 2024, inclusive.

O pagamento será realizado em uma única parcela até o dia 31 de dezembro de 2024, em data a ser fixada pela diretoria.

“Desgoverno”, diz presidente da CNA sobre gestão Lula

Na terça-feira (11), na Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), com frentes parlamentares e empresários da indústria, aconteceu um almoço para tratar da MP do PIS/Cofins.

Em certa parte da conversa, o presidente da CNA, João Martins, fez uma dura crítica ao governo federal e disse que se recusa a falar com o presidente.

“Eu não quero falar com o presidente Lula. Eu me recuso a falar com o presidente Lula, porque nós estamos vivendo um desgoverno. Vocês que fazem o Congresso, que fazem com que no Congresso as coisas aconteçam, está na hora da gente dizer que o país precisa de um plano para poder se desenvolver. O país não pode ficar à mercê do momento que o agro vai bem, o país vai bem,” afirmou João Martins.

No meio da fala, o presidente da FPA, Pedro Lupion (PP-PR), comunicou aos presentes que havia sido cancelado o leilão de importação de arroz da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Gerando aplausos e gritos de comemoração.

Leia mais  Copom, resultados, queda do varejo e mais: Confira o que afeta o Ibovespa nesta tarde

Petrobras atualiza valor dos juros sobre o capital próprio

Na terça-feira (11), a Petrobras informou que, em decorrência do programa de recompra de ações, houve uma atualização do número de ações em tesouraria. Assim, o valor bruto por ação dos dividendos e juros sobre capital próprio (JCP) que foram anunciados em 13 de maio, passa a ser de R$ 1,04324226 por ação ordinária e preferencial (antes era R$ 1,04161205).

Segundo informações, o montante total de remuneração aos acionistas segue inalterado.

A data de corte para ter direito a esse dividendo e JCP foi na terça-feira (11) e as ações da Petrobras serão negociadas ex-direitos na B3 a partir desta quarta-feira (12).

A primeira parcela, no valor de R$ 0,52162113 por ação ordinária e preferencial em circulação, será paga em 20 de agosto de 2024 sob a forma de juros sobre capital próprio. Já a segunda parcela, no valor de R$ 0,52162113 por ação ordinária e preferencial em circulação, será paga em 20 de setembro de 2024, sendo R$ 0,44806667 sob a forma de dividendos e R$ 0,07355446 sob a forma de juros sobre capital próprio.

Mudança fiscal no Brasil faz China desistir de soja brasileira

Desde o anúncio na mudança fiscal, os compradores chineses estão adquirindo grandes quantidades de soja nos Estados Unidos. O Departamento de Agricultura dos EUA divulgou dados informando que os chineses já compraram pelo menos 208.000 toneladas de soja americana.

“A China está comprando suprimentos dos EUA porque os compradores no Brasil não podem repassar esses custos mais elevados ao agricultor. Eles estão pagando mais porque as ofertas no Brasil são reduzidas,” disse Victor Martins, gerente de risco para a América Latina da Amius.

De acordo com informações, a nova medida provisória no Brasil limita a capacidade dos exportadores e processadores de commodities de monetizar certos créditos fiscais. Essa mudança está enfrentando forte resistência, e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, já considera revogar a decisão devido à pressão das empresas e do Congresso.

Banrisul fará pagamento de R$ 50 milhões em JCP

Na terça-feira (11), o Banrisul informou que foi aprovado o pagamento de juros sobre o capital próprio referente ao 2T24, no valor total de R$ 50 milhões de reais.

Segundo informações divulgadas pela empresa, o valor bruto unitário por tipo e classe de ação será de R$ 0,12225702 por ação ON, R$ 0,12225702 por ação PNA e R$ 0,12225702 por ação PNB.

Serão beneficiados os acionistas que estiverem inscritos nos registros da Sociedade na data de 14 de junho de 2024 (data da declaração), passando as ações a serem negociadas “ex-direito” aos juros intermediários a partir de 17 de junho de 2024.

O pagamento ocorrerá em 27 de junho de 2024 pelo valor líquido de R$ 0,10391847 por ação ON, R$ 0,10391847 por ação PNA e R$ 0,10391847 por ação PNB, já deduzido o Imposto de Renda.

Ibovespa fecha em queda e Dólar fecha acima de R$ 5,40

dólar encerrou em alta nesta quarta-feira, 11 de junho, ultrapassando a marca de R$ 5,40, em meio a preocupações com o cenário interno do país. Mesmo com sinais de baixa da moeda americana no exterior, questões políticas e econômicas locais ditaram o rumo do mercado cambial.

Investidores demonstraram crescente preocupação com a perda de capital político do ministro da FazendaFernando Haddad, e com a relação cada vez mais tensa entre o governo e o Congresso. Essa inquietação foi exacerbada pela devolução da Medida Provisória do crédito PIS/Cofins pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e pela falta de consenso sobre medidas de controle de gastos.

Apesar das declarações do presidente Lula sobre a busca pelo equilíbrio fiscal, descartando a pauta de controle de gastos em um momento crucial, o mercado não encontrou clareza nas políticas econômicas do governo. Isso resultou em um descolamento da moeda brasileira do cenário global, mesmo após indicadores favoráveis nos Estados Unidos.

Leia mais  Ibovespa inicia hoje com alta impulsionado por Vale e Petrobras

O dólar à vista encerrou com alta de 0,84%, atingindo R$ 5,4062, o maior valor desde janeiro de 2023. O contrato de dólar futuro para julho também registrou um movimento expressivo, sugerindo mudanças relevantes no posicionamento dos investidores.

Spotify estuda novo plano premium mais caro, entenda

De acordo com a publicação da Bloomberg Línea, o Spotify está inovando seu serviço premium com o lançamento de um novo plano que promete uma experiência de áudio superior e ferramentas avançadas de playlists. Esta mudança estratégica visa oferecer aos usuários mais dedicados da plataforma uma experiência ainda mais personalizada e aprimorada.

Este novo plano, posicionado como um complemento aos planos existentes, apresentará melhorias significativas, incluindo áudio de alta fidelidade e a capacidade de criar playlists personalizadas instantaneamente para diversas atividades e momentos. Essas playlists serão adaptadas com base no comportamento do usuário, garantindo uma trilha sonora perfeita para cada ocasião.

Além do áudio de alta qualidade, os assinantes deste novo nível de serviço terão acesso a uma variedade de ferramentas de gerenciamento de bibliotecas de músicas, permitindo uma experiência de usuário mais intuitiva e eficiente.

Embora estejam sendo implementadas mudanças significativas, a empresa enfatiza que a maioria dos usuários permanecerá em seus planos atuais, indicando que esta atualização é direcionada aos usuários mais dedicados que desejam uma experiência premium ainda mais aprimorada.

BC se tornou a ‘única âncora’ do mercado, diz Goldman Sachs

De acordo com Alberto Ramos, economista-chefe para a América Latina do Goldman Sachs, em entrevista a Bloomberg, o Banco Central (BC) do Brasil se tornou a principal âncora de confiança do mercado diante do agravamento da situação fiscal do país. Os riscos de alta na taxa Selic estão aumentando, embora ainda sejam baixos. Ramos na entrevista, que há uma possibilidade crescente de que o desequilíbrio econômico force o BC a elevar a taxa básica de juros.

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgado recentemente ficou acima do esperado, aumentando a pressão sobre o BC. Combinado aos riscos fiscais, isso torna improvável um corte na taxa Selic na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom). Atualmente, a taxa está em 10,50% ao ano, e deve permanecer nesse nível até que os riscos econômicos diminuam e a inflação se alinhe com a meta de 3%.

O mercado de juros, que antes esperava uma redução na Selic, agora prevê a possibilidade de um aumento, podendo chegar a 11% até o final do ano. Essa mudança nas expectativas reflete a crescente preocupação com a estabilidade fiscal do país.

Musk desiste de ação contra OpenIA

Elon Musk retirou o processo judicial contra a OpenAI e seu CEO Sam Altman, encerrando uma disputa legal prolongada entre os cofundadores da startup de inteligência artificial. Musk, um dos fundadores da OpenAI em 2015, havia entrado com o processo em março, acusando a empresa de abandonar sua missão original sem fins lucrativos ao comercializar parte de sua tecnologia avançada de IA para clientes privados.

A OpenAI prontamente contestou as acusações de Musk, classificando o processo como “incoerente” e “frívolo”, e argumentou que deveria ser descartado. Para sustentar suas alegações, a empresa tornou públicos e-mails antigos de Musk que pareciam contradizer suas alegações, mostrando que ele reconhecia a necessidade de gerar receita para financiar os recursos computacionais necessários para os projetos de IA.

Fed mantém taxas estáveis enquanto avalia inflação em alta

O Federal Reserve dos Estados Unidos decidiu manter sua taxa básica de juros inalterada entre 5,25% e 5,50% ao ano, em sua reunião mais recente, contrariando as expectativas de cortes que surgiram após uma desaceleração inesperada da inflação. Esta é a sétima vez consecutiva que o Fed opta pela estabilidade, marcando o nível mais alto em 24 anos.

A decisão foi tomada após a divulgação de dados econômicos que mostraram um enfraquecimento na inflação ao consumidor americano, alimentando a esperança dos investidores por uma política monetária mais flexível. No entanto, as projeções internas revelam um cenário mais conservador: 11 dos 19 diretores do Fed agora preveem apenas um corte modesto na taxa de juros até o final do ano, com outros oito vislumbrando dois cortes.

Em suas projeções econômicas, o Fed revisou para cima suas estimativas para a taxa de juros, prevendo uma taxa de 5,1% até o final de 2024 e 4,1% para 2025. A inflação, medida pelo índice PCE, viu uma leve alta em suas projeções recentes, com a inflação geral subindo para 2,6% e o núcleo do índice, que exclui itens voláteis, alcançando 2,8%.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

“Erro Petista”: Críticas a Lula por reativação da indústria naval

Paola Rocha Schwartz

Ibovespa abre em alta com principais ativos em ganhos curtos

Paola Rocha Schwartz

Suzano confirma compra de fábricas nos EUA

Márcia Alves

Crise econômica no Governo Lula: um caminho sem saída?

Fernando Américo

Dólar opera em queda nesta sexta, devido à inflação nos EUA

Paola Rocha Schwartz

Ibovespa inicia com alta com maioria dos ativos em ganhos

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário