Guia do Investidor
CNPI Como se tornar um profissional de Investimento
Educação financeira

CNPI: Como se tornar um profissional de Investimento

Muitas pessoas pretendem se tornar um profissional no ramo dos investimentos e para isso existem diversas alternativas. Dessa forma, uma delas é a certificação CNPI que concede esse título ao .

Assim, é importante que as pessoas estejam cientes em relação a isso para não perderem essa oportunidade. Então vamos saber mais sobre o assunto e verificar como é possível adquirir esse certificado.

O que é CNPI e para que ela serve?

Basicamente o CNPI é um tipo de certificação que concede aos profissionais a função de analista dos investimentos. Desse modo, o mesmo poderá auxiliar terceiros nas escolhas dos ativos presentes no .

Assim, é possível até mesmo utilizar essa certificação em outras áreas e para isso basta participar de um exame. Nesse sentido, quem realiza a aplicação é a Apimec Nacional que é parceira da ACCIIA.

A sigla CNPI significa Certificação Nacional do Profissional de Investimento e o objetivo é tornar o investidor um profissional. Com isso, ele terá um nível mais alto e internacional no ramo de Análise de Investimentos.

De fato, o mesmo atuará como um profissional e passará mais credibilidade aos outros do mercado. Assim, poderá orientar, operar e recomendar os ativos de maneira focada em dados e resultados.

Leia mais  Existe valor mínimo pra investir em ações?

Além disso, que realiza os julgamentos dos requisitos é a própria ACIIA e ela também realiza a aprovação. Certamente para obter essa certificação o investidor terá de saber analisar, avaliar e decidir corretamente.

Por certo, diversas áreas de atuação podem contar com o CNPI, confira:

  • dos Recursos;
  • Administração das Riquezas;
  • Investment Banking;
  • Finanças (empresa);
  • Vendas e (mercados e capitais);
  • Entre outros.

Então, é possível perceber que esse tipo de certificação foi criada para ajudar a elevar o status do investidor. Consequentemente ele se tornará mais respeitado nos negócios e ajudará outras pessoas.

Como obter a certificação CNPI?

A fim de participar do processo e tentar obter a certificação CNPI os investidores precisam atender aos requisitos. Nesse sentido, temos os seguintes itens necessários:

  • Ensino Superior: concluído ou finalizado em até 24 meses;
  • Categoria: escolha entre CNPI, CNPI-T e CNPI-P;
  • Estude: a Pro Educacional pode ser útil;
  • Inscreva-se: CB, CGI ou CT1;
  • Através do portal da isso pode ser realizado;
  • Exames: caso seja aprovado você poderá pedir o seu credenciamento.

Por certo, essas são as regras básicas para quem pretende ingressar no projeto e tentar a sua certificação. Nos próximos tópicos estaremos explicando melhor os detalhes para cada um desses itens.

Quais são os requisitos mínimos para participar?

Sem dúvida, o principal deles é que o investidor/pessoa tenha o nível superior já completo, ou mesmo sendo tecnólogo. De fato, ao se credenciar será necessário apresentar o comprovante do curso superior.

Além disso, se o curso for terminar em até 24 meses é possível realizar o CNPI enquanto conclui a faculdade. Ao todo serão 12 meses para que o candidato possa vir a concluir seus exames.

Leia mais  Aprenda a consultar gratuitamente seu CPF no Serasa e SPC

Assim, ao receber a aprovação, o mesmo ainda terá 12 meses de tempo para solicitar o certificado.

Quais são as categorias do CNPI?

O exame CNPI pode ser feito através do portal da FGV, então acesse aqui para mais informações. Os mesmos serão realizados no Brasil todo através dos Centros de Testes presentes na FGV.

Com isso, existem 3 tipos de categorias diferentes onde o teste poderá ser feito:

CNPI

O profissional que ingressar nesse curso e conseguir ser aprovado se tornará um analista fundamentalista. Além disso, ele deverá ter passado nos exames CG1 e CB para ser aceito.

Nesse sentido, ele poderá determinar certos valores que constarão em um título, fazer análises e avaliações. Enquanto que poderá também realizar o reconhecimento de itens e produtos do mercado.

CNPI-T

Esse exame é voltado para quem pretende se tornar um analista técnico e precisa passar no CB e CT1. Por certo, essa pessoa passará a auxiliar na escolha e indicação dos investimentos que são ideais aos clientes.

De fato, ele também dirá quais são os riscos das operações feitas no mercado e na . Além disso, fará a leitura e interpretação dos gráficos a fim de indicar estratégias para os processos.

CNPI-P

Por fim, o terceiro exame serve para se tornar um Analista Pleno e precisa obter o CB, CG1 e CT1. Assim, o investidor será um técnico e fundamentalista reconhecendo diversas oportunidades no mercado financeiro.

Quais são as etapas necessárias para essa certificação?

Ao todo são 3 exames que serão necessários para a obtenção dessa certificação, são eles:

  • CB (Conteúdo Brasileiro) com 60 perguntas
    • Sistema Financeiro do Brasil;
    • Mercado de capitais;
    • Mercado de Renda Fixa;
    • Mercado dos derivativos;
    • Conceitos de ;
    • Condutas e relacionamentos;
    • Corporativa;
    • Relacionamentos com seus investidores;
    • Mercado Sustentável.
  • CG1 (Conteúdo global) onde haverá 60 perguntas
    • Finanças de uma Corporação: Avaliações e ;
    • Contabilidade (Finanças).
  • CT1 (Conteúdo Técnico)
    • Análise técnica (fundamentos);
    • Teoria Dow;
    • Tendência (conceitos);
    • Figuras gráficas;
    • Ondas de Elliot;
    • Candlestick;
    • Indicadores;
    • Riscos e seu gerenciamento;
    • Estratégias de operações;
    • Trading Systems.
Leia mais  O que é o índice IMA-B e qual sua rentabilidade?

Quais são os custos para realizar esse exame?

Por certo, serão necessários 3 tipos de investimentos para a realização desses exame, são eles:

  • Inscrição: de R$ 390,00 até R$ 695,00;
  • Estudos;
  • Manutenções dos certificados: taxas de R$ 239,00.

Como realizar sua inscrição?

A fim de participar dos exames a inscrição poderá ser feita clicando aqui, basta apenas acessar e preencher os dados. No portal da própria Apimec é possível realizar a solicitação do credenciamento após sua aprovação.

Por fim, aos investidores que pretendem evoluir e se tornar um analista de investimentos esse exame é recomendado. Assim, será possível auxiliar os outros investidores e possuir muito mais conhecimento na área.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as notícias mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Fábrica da Tesla no Brasil? Boatos circulam nas redes

Fernando Américo

Analistas do Banco Original comentam mercado em tendência positiva, ativos brasileiros, reabertura de Xangai e mais

Autor Convidado

Número de mulheres que investem na bolsa de valores cresce mais de 700% em dez anos e ultrapassa 1,1 milhão

Autor Convidado

Shoppings registram crescimento de 28,6% nas vendas de Dia das Mães e movimentam R$ 5,3 bilhões

Autor Convidado

E-commerce cresce 12,6% e fatura R$ 39,6 bilhões no 1º trimestre de 2022

Autor Convidado

Analistas do Banco Original falam sobre queda das bolsas, China, reajustes da gasolina e mais

Autor Convidado

Deixe seu comentário