Guia do Investidor
Santander 10
Resultados 1T22

Com alta de 1,3% Santander lucra R$ 4 bilhões no resultado 1T22

O é o primeiro dos “bancões” a anunciar ao seu resultado operacional referente ao primeiro trimestre do ano (). Assim, além de anunciar suas próprias expectativas, o dá um parecer geral do que podemos esperar do setor nos próximos dias! Confira agora mais detalhes!

Indicadores operacionais

Assim, o (SANB11) teve lucro gerencial de R$ 4,005 bilhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), avanço de 1,3% frente ao resultado do 1T21. O número ficou em linha com a previsão da Refinitiv, de R$ 4,026 bilhões.

Já o lucro líquido societário foi de R$ 3,946 bilhões, o que representa um crescimento de 40,1% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

image 84

A margem financeira líquida foi de R$ 9,327 bilhões nos três primeiros meses de 2022, retração de 9,1% em relação ao mesmo período do ano passado.

O retorno sobre patrimônio líquido médio (ROAE, na sigla em inglês), que seria o “equivalente” ao EBITDA do setor bancário, atingiu 20,7% entre janeiro e março deste ano, alta de 0,1 ponto percentual (p.p.) na comparação com igual etapa de 2021.

Leia mais  BBSA3: Ação do Banco do Brasil é a melhor, dizem analistas

O resultado operacional totalizou R$ 5,210 bilhões nos três primeiros meses de 2022, uma redução de 19,1% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

A receita de prestação de serviços e tarifas bancárias somou R$ 4,617 bilhões no primeiro trimestre de 2022, crescimento de 5,7% frente à receita do primeiro trimestre do ano passado, em função do crescimento de 30,9% do faturamento de crédito e expansão da base de .

O resultado de créditos de liquidação duvidosa somou R$ 4,612 bilhões, aumento de 45,9% no ano e de 24,9% no trimestre, acompanhando a dinâmica do mix de produtos, principalmente em pessoa física, em virtude do cenário macro do país.

As despesas gerais totalizaram R$ 5,534 bilhões no 1T22, aumento de 10,5% na comparação com igual etapa de 2021.

A carteira de crédito do Santander atingiu a cifra de R$ 455,166 bilhões nos três primeiros de 2022, um crescimento de 7,2% em relação ao mesmo período de 2021.

image 83

Os segmentos de pessoa física e pequenas e médias empresas apresentaram crescimento de 19,0% e 12,2%, respectivamente.

Leia mais  Americanas (AMER3) anuncia crescimento de 22% no resultado 1T22

O segmento de grandes empresas apresentou queda de 10,8% principalmente pela variação cambial do período e menores renovações de operações.

Por fim, confira a apresentação completa abaixo:

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Enauta (ENAT3) multiplica prejuízo por seis no 1T22

Ruan Sousa

Prejuízo da Tecnisa (TCSA3) cai 73,3% no 1º trimestre, para R$ 7 milhões

Ruan Sousa

BK Brasil (BKBR3) reduz prejuízo no 1T22

Ruan Sousa

JHSF (JHSF3) reporta lucro líquido 13% menor no 1º trimestre de 2022, indo a R$ 166,5 milhões

Ruan Sousa

Energisa (ENGI11) tem queda de 33,5% no lucro no 1º trimestre, para R$ 580,7 milhões

Ruan Sousa

Cogna (COGN3): lucro dispara 58,7% no 1T22 e reverte o prejuízo do último trimestre

Ruan Sousa

Deixe seu comentário