Guia do Investidor
pexels photo 4506243
Notícias

Com foco em embalagens, Suzano monta nova estratégia de crescimento

A companhia  (SUZB3), um dos maiores nomes do setor de brasileiro (ao lado da ), parece estar decidida a ganhar escala em outros segmentos. A maior produtora mundial de celulose de eucalipto e entre as maiores em papéis de imprimir e escrever na América Latina, a Suzano também tem planos ambiciosos para o de embalagens e papéis para embalagem! Confira agora os detalhes!

A nova estratégia da Suzano

Assim, a companhia anuncia seu plano de expansão para as embalagens. Em um ou dois anos, novos produtos nesse segmento deverão corresponder a 10% das vendas domésticas de papéis da , em volume, que somaram 648,6 mil toneladas nos nove primeiros meses de 2021. “A Suzano só vai participar do mercado onde for competitiva e puder ganhar escala. Não vamos atuar em nichos. A estratégia é escalar rápido”, diz o diretor da unidade de negócios de papel e embalagem da companhia, Fabio Almeida Oliveira.

Além disso, outra brasileira, a Klabin, é hoje a maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do país, com larga margem em relação à concorrência. Em receita, as vendas de papel da Suzano no mercado interno chegaram a R$ 3 bilhões nos nove primeiros meses de 2020. “Queremos ser relevantes no mercado regional [América do Sul]”, ressalta.

Leia mais  O que comprar na semana? Confira as indicações de duas corretoras

Desse modo, para competir com a Klabin, a Suzano aposta nas tendências ESG do mercado e na crescente substituição do plástico por papel – uma das metas ESG da companhia, inclusive, é oferecer 10 milhões de toneladas de produtos de origem renovável, desenvolvidos a partir de biomassa, em substituição a materiais de origem fóssil até 2030. A empresa não anuncia os dados da sua nova vertente de negócio, mas informa que planeja dobrar a operação ainda em 2022.

Desempenho da Suzano no resultado 3T21

Assim, a companhia vem ao mercado neste terceiro trimestre, com desempenhos operacionais conflitantes. Estes que, foram extremamente afetados por questões macroeconômicas, enquanto a empresa manteve um bom nível de produção. Confira as movimentações dos principais indicadores na tabela abaixo:

(R$ mil)3T213T20Variação(%)
Receita líquida10.7627.47144
Lucro líquido-959-1.158-17
Ebitda ajustado6.3103.77967

Ademais, isto nos traz aos resultados apresentados pela empresa que, em geral, mostraram uma melhora, e um futuro promissor para a companhia de celulose.

image 114
Fonte: RI da companhia.

Primeiramente, a companhia reportou ao mercado um prejuízo líquido de R$ 959 milhões no resultado do terceiro trimestre do ano (3T21). Assim, a empresa apresenta uma queda acentuada. Afinal, no trimestre anterior, a companhia mostrou lucro de R$ 10,037 bilhões. Segundo a companhia, a queda é explicada pela variação cambial em cima da dívida da empresa, cotada em . Além disso, a companhia aponta operações com derivativos com um dos vilões do movimento. No entanto, na comparação anual, a empresa mostra uma retomada, com uma variação positiva de R$ 198 milhões ao prejuízo apresentado no 3T20.

Leia mais  PRIO3, EMBR3 e mais 7 ações para comprar na semana

Ademais, o resultado operacional medido pelo lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda ajustado), que mostra o verdadeiro potencial de geração de caixa de uma empresa, somou R$ 6.310 bilhões. Ou seja, alta de 67% na comparação anual. Além disso, a receita líquida aumentou 44% para R$ 10.762 bilhões no 3TRI.

LULA OU ? Não corra o risco das eleições no : abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Suzano (SUZB3) apresenta queda de 98% no Lucro no 2T22; Ainda vale a pena comprar as ações?

Leonardo Bruno

Quer apostar em ações de commodities? Esqueça as mineradoras e vá de Celulose

Leonardo Bruno

De olho no Petróleo, Warren divulga suas ações favoritas para Julho

Leonardo Bruno

Ações ESG Julho: confira as melhores ações sustentáveis para comprar

Leonardo Bruno

As Melhores Ações Recomendadas para Julho de 2022

Leonardo Bruno

Com a bolsa barata, não deixe estas 9 ações de fora da sua carteira semanal

Leonardo Bruno