Guia do Investidor
Comércio Economia Notícias varejo vendas

Comércio fecha 2018 com maior alta em cinco anos, mostra IBGE

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

As vendas do comércio varejistas mantiveram a trajetória de crescimento após a recessão e atingiram uma alta de 2,3% em 2018, o melhor resultado em cinco anos. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e foram divulgados nesta quarta-feira (13).
Entre os destaques do comércio no ano estão as vendas de artigos de uso pessoal (+7,6%), artigos farmacêuticos e médicos (+5,9%), hipermercados, supermercados e produtos alimentícios (+3,8%) e equipamentos de informática e comunicação, com leve alta de 0,1%.
No caso do varejo ampliado, que considera as vendas do setor automotivo, foi registrada a décima nona alta consecutiva, com uma taxa de 5%. Esse resultado foi influenciado, principalmente, pela venda de automóveis e motos, com um avanço de 15,1% no período.
A recuperação do comércio ocorre em meio à retomada da economia brasileira, que agora convive com um cenário de inflação baixa e a taxa básica de juros (Selic) na mínima histórica, depois de um longo período de recessão.
Fonte: Governo do Brasil, com informações do IBGE

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Cielo: Gestoras propõem OPA em torno de R$ 8 por Ação

Mateus Sousa

Justiça arquiva processo contra Haddad sobre suposto caixa 2

Mateus Sousa

Dívida pública aumenta 9,56% em 2023

Mateus Sousa

Arrecadação federal chega a R$ 280,63 bilhões em janeiro

Agência Brasil

Indústria de alimentos do Brasil gera 70 mil vagas de emprego em 2023

Agência Brasil

Mercado eleva para 1,68% projeção de expansão da economia em 2024

Agência Brasil

1 comentário

Setor de serviços registra queda de 0,1% em 2018, aponta IBGE - Guia do Investidor - Onde investir melhor 15/02/2019 at 02:25

[…] quinta-feira, 14, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o recuo de 0,1% das atividades de serviços prestados no Brasil, ao longo de […]

Responder

Deixe seu comentário