Guia do Investidor
Porquinho 3
Educação financeira finanças

Como construir patrimônio pessoal? Confira dicas a seguir

Anda pensando no seu pessoal? Pois saiba que construí-lo e desenvolvê-lo é mais simples do que você imagina.

Na verdade, ter um bom patrimônio requer três coisas básicas: sonhos, planejamento e organização.

Com isso, fica mais simples passar pelo dia a dia em busca de um objetivo de compra ou acúmulo de valores. A seguir, falamos sobre isso. Continue lendo!

O que é patrimônio pessoal?

O patrimônio pessoal de alguém são os bens e recursos que ela tem em seu nome. Isso inclui imóveis, veículos, joias, no banco, herança e mais.

Tudo que você tem e que pode dispor livremente, sem precisar pedir autorização de outras pessoas, é seu patrimônio pessoal.

5 dicas para construir patrimônio pessoal

Ter um patrimônio pessoal vai além de possuir coisas. É algo que leva a uma maior segurança financeira e também ao conforto no dia a dia.

Porque se você tem um veículo, por exemplo, pode usá-lo em vez de precisar do transporte público. Assim, haverá maior comodidade.

Além disso, se as contas apertaram, poderá vender algum bem para suprir os . Ou seja, segurança financeira.

Para construir um patrimônio que traga estes benefícios, você vai precisar tomar alguns cuidados. Veja a seguir.

Ter

Para chegar a qualquer lugar com seu dinheiro ou bens, você precisa se planejar. Apenas assim você terá metas a alcançar, e isso vai guiar todas as suas com o orçamento.

Leia mais  Equilíbrio financeiro é uma bola de neve ladeira acima

Dessa forma, comece entendendo sua vida financeira hoje. Quanto você ganha? Quanto gasta? Em que pontos poderiam economizar?

A partir daí, estabeleça um plano de como guardar dinheiro. Você também pode planejar como ganhar mais, por exemplo realizando trabalhos freelancer.

Criando objetivos, você vai saber como gastar o dinheiro e o que comprar para fazer parte do seu patrimônio.

Mas além desses planos e ações, lembre-se de acompanhar seu orçamento. É muito importante ter cuidado para que suas finanças não saiam do controle. Isso é algo que requer acompanhá-las de perto.

Investir também no longo prazo

Sempre que possível, vale a pena fazer aplicações financeiras para o longo prazo. Ou seja, aquelas em que você aplica o dinheiro e pode “deixá-lo lá”, rendendo sem esforço.

Esse é interessante porque facilita o dia a dia. Você não vai precisar ficar de olho na movimentação da , por exemplo.

Uma alternativa é o CDB, que é bastante oferecido pelos bancos. Também há o consórcio, caso você prefira determinar o que comprar de uma vez. Existem consórcios de imóvel, de , de viagens etc.

Porém, atenção. Apesar de render bons valores, as aplicações vão “prender” seu dinheiro. Então, antes de investir em um prazo maior, tenha a certeza de que os valores não farão falta. Do contrário, você terá que retomar o dinheiro antes da hora, perdendo o rendimento previsto.

Se livrar das dívidas

Para formar um patrimônio pessoal, você vai precisar economizar e guardar dinheiro. Por isso, também será importante se livrar das suas dívidas.

Porque se você não tiver débitos em aberto, não precisará se preocupar com eles. Então, haverá mais tempo e dinheiro para seguir o planejamento estabelecido.

Leia mais  Ação de saúde barata e lucrativa? Veja aqui

Pensando nisso, organize todos os seus débitos e saiba qual o total deles. Em seguida, entenda se você consegue pagá-los sozinho, ou se vai precisar de um empréstimo.

Se a opção for por um empréstimo, uma dica é usar um simulador de crédito. Assim, você conseguirá visualizar várias ofertas de empréstimo de uma só vez. Em seguida, poderá escolher a que melhor se encaixa no seu orçamento.

Diversificar formas de investimento

Para ter várias fontes de receita, é interessante fazer investimentos diversos. Além de garantir maior potencial de lucro, esse cuidado evitará que você fique dependente de um ou outro investimento.

Ter renda passiva

A renda passiva é exatamente aquela que vem de investimentos. Você aplica o dinheiro e não faz nada mais além de receber os investimentos.

Essa é uma forma de criar um patrimônio pessoal, mas também de aumentá-lo ao longo do tempo.

Por exemplo: se você investiu para conseguir comprar um imóvel, pode manter o investimento depois de fazer a compra. Assim, vai manter seus recursos crescendo, mesmo já tendo alcançado um dos seus objetivos financeiros.

Importância do planejamento financeiro pessoal

Fazer um bom planejamento financeiro pessoal é importante principalmente para evitar dores de cabeça. Sem planejamento, você tende a perder o controle das contas e a acumular dívidas. Então, poderá ter problemas para quitá-las depois.

Dessa forma, é algo que garante o cuidado com as finanças, mas também com o seu bem-estar. Sem débitos em aberto, você terá mais tranquilidade no dia a dia.

Um segundo ponto importante sobre o planejamento financeiro é que ele favorece realizar sonhos. Pode ser desde um sonho simples, como fazer uma viagem, quanto comprar um imóvel para compor seu patrimônio pessoal.

Leia mais  Os melhores fundos para investir em 2020

O planejamento sugere organização, e ela é fundamental para alcançar qualquer objetivo financeiro. Com ele, qualquer meta pode ser alcançada.

Bem diferente do que acontecerá se você não cuidar da sua vida financeira, nem tiver objetivos para seu dinheiro.

Considerações finais

Um patrimônio pessoal pode ser benéfico em vários sentidos. Primeiro, você terá a tranquilidade e o prazer de saber que possui coisas. Bens e dinheiro que podem proporcionar uma vida equilibrada e confortável.

Ao mesmo tempo, um bom patrimônio pessoal garante maior tranquilidade. Porque como você terá bens ou valores, vai conseguir sair com mais facilidade de preocupações e imprevistos financeiros.

Por exemplo, se você ficar desempregado. Tendo recursos guardados, passar pelos momentos sem trabalho não deve trazer grandes dores de cabeça.

Vale também dizer que seu patrimônio pode garantir mais conforto e segurança para a sua família. Não apenas hoje, mas também no futuro, quando o que você tem de herança.

Claro que muita gente não gosta de pensar no futuro dessa forma. Mas acredite: saber que seus entes queridos ficarão amparados mesmo quando você não estiver mais aqui traz enorme tranquilidade. 

Mesmo que você seja jovem e não pense nisso no momento, é algo que vai fazer bem a todos que você ama. Inclusive a você mesmo, já que seu patrimônio poderá garantir muitos momentos de alegria e bem-estar.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

O impacto da educação de qualidade na forma como habitamos o mundo

Autor Convidado

Analfabeto funcional do dinheiro, saiba o que é e como reverter essa situação?

Autor Convidado

Reserva de Emergência: por que ter uma antes de começar a investir?

Juros Baixos

Mais da metade das famílias brasileiras precisaram de dinheiro para emergências em 2021, revela pesquisa

Victor Rodrigues

Três razões para falar de dinheiro com crianças e jovens

Autor Convidado

Pesquisa mostra que 90% dos brasileiros afirmam conversar com os filhos sobre educação financeira

Victor Rodrigues

Deixe seu comentário