Como Investir em Fundos Imobiliários em 2019

Como Investir em Fundos Imobiliários em 2019

28 de fevereiro de 2019 3 Por Diego Dias

Se você se enquadra num perfil de investidor mais conservador, deve pensar em investir em Fundos Imobiliários. Especialistas apontam como uma excelente opção para iniciantes.

Os Fundos Imobiliários são um tipo de investimento que representam baixos riscos ao investidos. Por isso, analistas indicam que aqueles que estão se inserindo no mercado devem analisar a modalidade mais de perto.

Porém, aquele que escolher aplicar seu dinheiro em Fundos Imobiliários, deverá ser paciente. Isto porque como o valor de investimento é baixo, o retorno se dará a longo prazo, sendo assim indicado para garantia de uma renda futura.

Adquirir Fundos Imobiliários nada mais é do que ser sócio de um ou mais imóveis, sem adquiri-lo efetivamente. Dessa forma, pode ser que o fundo seja constituído por um ou mais imóveis.

Assim como todo investimento, os FIIs também possuem suas vantagens e desvantagens. Leia a seguir tudo sobre essa forma de investimento, e quanto pode lhe render.

Fundos Imobiliários são rentáveis?

Ainda que os Fundos Imobiliários tenham algumas desvantagens, e o retorno pode ser um tanto demorado, a rentabilidade é interessante. Para servir de parâmetro, os FIIs renderam 10,53% em meados de 2018 conforme a Rico.

Se equipararmos a outros investimentos de mesmo padrão, como os CDI ou outros de renda fixa tiveram rendimento 5x menor. Apesar de possuir um risco um pouco maior que investimentos de renda fixa, FIIs são melhores.

Desvantagens dos Fundos Imobiliários

Apesar de ser uma boa opção de investimento, com rentabilidade considerável, Fundos Imobiliários possuem seus riscos. Se você pretende se lançar no mercado de investimentos aplicando em FIIs, é importante saber dos riscos:

  • Parte do valor investido se perde: assim como comprar qualquer imóvel, há o risco de haver desvalorização. Logo, se você vender com cota baixa, poderá ser oneroso.
  • Imóveis sem inquilinos: se um dos imóveis que faz parte do fundo não estiver locado, deixa de render. Isto poderá afetar diretamente no rendimento total.
  • Falta de pagamento pelo inquilino: a vacância do imóvel pode atrapalhar a rentabilidade, um inquilino inadimplente também a afeta.
  • Atraso durante a construção: como os fundos dependem de locação, o fato de as obras atrasarem refletem no período que o imóvel fica inativo.
  • Tributação: em se tratando rendimento, não há o que se preocupar quanto ao fisco. Entretanto, caso você decida vender suas cotas em Fundos Imobiliários, ficará sujeito ao pagamento de tributos.

Benefícios de investir em Fundos Imobiliários

Ainda que os riscos e desvantagens apresentados subam um sinal de alerta, os Fundos Imobiliários possuem vários benefícios. Assim, os FIIs ainda continuam no jogo para quem pensa em investir:

  • Investimento baixo: Geralmente, a compra de pelo menos uma cota, somado ao custo da corretora, não ultrapassa os 150 reais. Se escolher uma corretora com taxa zero, você investirá menos ainda.
  • Comodidade: Diferentemente de se ter um imóvel integralmente, você não precisará se preocupar em buscar por inquilinos ou ainda com manutenções.
  • Valorização: As cotas dos Fundos Imobiliários são negociadas diretamente pela Bolsa de Valores. Assim, para que se acompanhe os valores atualizados, basta acompanhá-la.
  • Aportes: se for de vontade do investidor, a qualquer momento ele pode aplicar mais dinheiro em seu fundo. Logo, caso o faça, terá um maior rendimento.
  • Venda das cotas: se for necessário vender cotas, o investidor não é obrigado vender todas. Portanto, pode-se vender uma parte se surgir uma emergência, e deixar o restante rendendo.
  • Diversificação: pelo fato de o valor de investimento ser relativamente baixo, o investidor pode variar sua aplicação. Ou seja, ele poderá optar por fundos imobiliários residenciais ou ainda comerciais.
  • Impostos: No caso de um Fundo Imobiliário possuir mais de 50 cotistas, pode haver a isenção de impostos. Porém, nenhum dos cotistas pode possuir mais de 10% das cotas totais.

NÃO PERCA MAIS UMA DICA! CADASTRE SEU E-MAIL

PARTICIPE AGORA DO NOSSO FÓRUM!

O nosso fórum já está aberto para você tirar as suas dúvidas sobre investimento e debater sobre o que quiser. Sinta-se em casa, cadastre-se agora: http://guiadoinvestidor.com.br/forum/