Guia do Investidor
Conta Infantil Banco do Brasil
Avaliação de Bancos e Fintechs Avaliações

Conta Infantil Banco do Brasil: saiba como abrir uma Conta Jovem BB

Atualmente, está ocorrendo um crescimento nas ofertas de infantil, mas será que uma instituição tradicional como o do Brasil disponibiliza uma conta nesse estilo?

O Guia do Investidor reuniu todos os dados disponíveis sobre o serviço da instituição financeira para que você saiba mais a respeito de tudo. Confira.

: o que é e pra quê serve?

Certamente, finanças pessoais se trata de um tema muito importante dentro da educação familiar. Afinal, quanto mais cedo a criança entender a importância de cuidar do próprio dinheiro, melhor será o seu desenvolvimento e autonomia nas finanças.

Pensando nisso, , e outras instituições financeiras estão lançando serviços voltados para que crianças e adolescentes possam ter um primeiro contato com a gestão financeira.

Um conta infantil, nesse caso, é um serviço voltado para menores de idade, onde é possível contar com uma série de funcionalidades, como pagamentos, transferências e até , além do controle dos pais em relação as movimentações.

Com regulação pelo Banco Central (BC), esse tipo de conta exige a presença e documentação dos pais para abertura de conta, a menos que o menor de idade seja emancipado. Além disso, existem uma série de ferramentas para auxiliar na educação financeira dos usuários ou controle dos responsáveis.

O oferece uma conta infantil?

De forma direta, a resposta é sim. Chamado de Conta BB Jovem, o serviço tem o objetivo de oferecer serviços bancários para pessoas que ainda não entraram para a universidade e tem entre 12 e 21 anos incompletos.

Leia mais  Conta Infantil Digital | Conta Infantil qual a melhor? Tudo sobre

Além disso, o BB também oferece uma conta universitária, que está disponível para pessoas com idade entre 16 a 28 ano matriculadas em alguma instituição do ensino superior. Nesse caso, aliás, o processo pode ser feito de forma 100% online.

O que a Conta BB Jovem oferece?

A princípio, as contas disponíveis pelo Banco do Brasil para menores de idade não tem diferenças específicas em relação a uma conta-corrente padrão. Por isso, alguns dos serviços disponíveis que o cliente pode contar são os seguintes:

  • Conta Corrente
  • Pagamentos e Transferências via TED, QR Code ou Pix
  • Cartão Ourocard (Débito)
  • Saques e Depósitos gratuitos nos Caixas Eletrônicos (Até 4 por mês)
  • Mesada Programada

bb banco do brasil
Conta Infantil Banco do Brasil: Saiba tudo.

Como abrir uma conta infantil no Banco do Brasil?

De acordo com o Banco do Brasil, o recomendável para abrir uma conta voltada para menores de idade é ir até uma das agências da rede acompanhado do responsável legal.

Nesse sentido, alguns documentos serão exigidos no decorrer do processo. São eles:

  • Documento de identificação com Foto, como o RG e CNH;
  • CPF;
  • Comprovante de Residência atualizado (emitido nos últimos 90 dias);
  • Termo de compromisso de Tutela, Curatela ou Guarda no caso do responsável legal não ser o pai ou mãe do dependente;
  • OBS: Se o titular for maior de 16 e menor de 18 anos, ele deve assinar o contrato de abertura da conta junto com o responsável legal.
  • Se menor de 16 anos, apenas o responsável legal deve assinar o contrato de abertura de conta e demais documentos.

Conta Infantil: Outros Bancos

Confira também outros bancos e descubra se entre os seus serviços disponíveis eles oferecem uma conta infantil.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

As ações do Banco do Brasil estão de graça? Confira o que dizem os analistas

Leonardo Bruno

Alta de 34,6% leva lucro do Banco do Brasil a R$ 6,6 bilhões no resultado 1T22

Leonardo Bruno

Juros, Rússia e China: Confira tudo o que afeta a bolsa na abertura hoje

Leonardo Bruno

Sem ideias para sua carteira? Confira as indicações da Guide para Maio

Leonardo Bruno

As Melhores ações para Maio de 2022

Leonardo Bruno

Resultados 1T22: Descubra 3 empresas que podem se sair bem

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário