Correios será privatizado: equipe econômica já está em ação

Correios será privatizado: equipe econômica já está em ação

22 de abril de 2019 0 Por Diego Dias

Não é uma novidade que o grande problema do ralo das verbas públicas são as estatais. Então o governo de Bolsonaro prepara um grande pacote de empresas que serão vendidas. Assim os correios entram na lista de privatizações, veja a seguir.

De acordo com o governo do presidente do Bolsonaro, os correios têm um alto valor estratégico porém o seu modelo de negócios está ultrapassado e precisa de uma atualização. Então a melhor forma de isso ocorrer é através da privatização. Que por sinal já foi autorizada pelo presidente.

Mistério nas privatizações

Em recente entrevista para o programa Central da GloboNews do grupo globo. O ministro Paulo Guedes afirmou que ainda há empresas que serão escolhidas para a privatização.

“Tem empresas que vão ser privatizadas que vocês nem suspeitam ainda”, afirmou, acrescentando em seguida que o presidente já havia concordado com a medida.

Ainda o programa questionou quais seriam essas empresas porém Guedes não revelou pois afirma que ainda faltam detalhes sobre essas vendas.

Privatização dos correios é necessária para manter a sobrevivência da empresa

De acordo ainda com a declaração do ministro da economia Paulo Guedes, a privatização dos correios é necessária para que a empresa possa sobreviver ao novo mercado. Assim afirmou que a estatal está ultrapassada e precisa se adequar principalmente ao novo formato de ecommerce.

Além disso acrescentou sobre a fragilidade da empresa frente a diversos escândalos que sofreu nos governos passados como:

  • Envolvimento nos casos de mensalão
  • Partilha de cargos na empresa entre partidos
  • Má aplicação de fundo proveniente do Postalis (fundo de pensão dos correios0

O Postalis é o próximo alvo das investigações contra a corrupção assim sendo necessário para uma possível venda da estatal. Pois há 5 anos os servidores dos correios começaram a receber um desconto de 25% em suas aposentadorias. Afim de tapar rombos no fundo de pensão.

Resistência da direção da ECT

A ideia de privatizar ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) não era bem vista dentro do próprio ministério da Comunicação, Ciência, Tecnologia e inovação. Pois o ministro responsável pelos correios Marcos Pontes não aprovava o projeto.

Porém depois de muitas reuniões, segundo assessores do governo, Marcos Pontes já está compreendendo a real necessidade da venda dos Correios. E que assim trará benefícios não só para o país e a união mas também para os seus usuários.

Assim a venda é questão de tempo e planejamento, já que ainda não há um projeto de venda montado. Porém já há muitos interessados já que há um excelente faturamento referente a entrega de encomendas que cobrem 70% da receita.

NÃO PERCA MAIS UMA DICA! CADASTRE SEU E-MAIL

PARTICIPE AGORA DO NOSSO FÓRUM!

O nosso fórum já está aberto para você tirar as suas dúvidas sobre investimento e debater sobre o que quiser. Sinta-se em casa, cadastre-se agora: http://guiadoinvestidor.com.br/forum/