Guia do Investidor
resultado card3 1t22
Resultados 1T22

CSU (CARD3) tem maior lucro em um 1º tri, com alta de 20,7%

EBITDA atinge recorde de R$ 39,2 mi, com expansão da lucratividade

A (CARD3), líder no mercado brasileiro em soluções tecnológicas para meios de pagamento, customer experience e fidelização e incentivo de clientes, divulga o maior lucro líquido para um 1º trimestre, de R$ 15,5 milhões, alta de 20,7% sobre igual trimestre de 2021.

O EBITDA (lucro antes do juros, impostos, depreciação e amortização) apurado entre janeiro e março de 2022 foi recorde de R$ 39,2 milhões, crescimento de 9,3% ante o 1T21.

Para Guilherme Rocha, diretor financeiro da companhia, “buscamos incessantemente a manutenção da liderança nas inovações tecnológicas e foco na vitalidade comercial visando alavancar o crescimento futuro da CSU, com conquistas de clientes de renome, de diversos segmentos, além de fortalecimento do relacionamento com clientes de base que renovaram seus contratos conosco”.

A receita líquida foi recorde de R$ 131,6 milhões, avanço de 6,4% sobre um ano antes.

A unidade CSU.CardSystem, focada em meios de pagamento e responsável por 77% do lucro bruto, apresentou crescimento de receita de 9,3%, com margem bruta recorde de 53,6%. Já a unidade CSU.Contact, voltada a customer experience e que representa 23% da lucratividade, cresceu 3,7%, com margem bruta de 15,6%.

Leia mais  Dexco (DXCO3): lucro líquido aumenta, impulsionado pelo aumento de preços

Segundo o executivo, “ampliamos nosso arsenal de transformação digital com a nova jornada Extreme Digital, que reúne soluções que revolucionam ainda mais a experiência dos clientes, alcançando o limite da eficiência de processos, tanto ao prescindir do tradicional cartão plástico, como por meio da convergência entre diferentes meios de pagamento, combinando cartões com PIX e evoluindo em direção às ”, destaca Rocha.

Já a Blue C Technology, provedora de soluções de Banking as a Service — BaaS que integra a unidade CSU.CardSystem, está apta a potencializar o cross-sell entre os negócios da companhia e avança sua operação no conceito family & friends, incluindo conta digital, App, cartão via BIN Sponsor Mastercard e diversas funcionalidades de cash-in e cash-out em contas multimoedas e multibenefícios.

Por fim, a geração de caixa e entrega consistente de lucratividade permitiu a deliberação de R$ 4,0 milhões aos acionistas via juros sobre capital próprio — JCP, aumento de 42,9% em relação ao do 1T21, reflexo da ampliação da rentabilidade neste início de 2022. “Seguimos focados com a expansão da lucratividade e reiteramos nosso compromisso com a distribuição de resultados aos acionistas”, conclui.

Avalie este post:
[Total: 1 Média: 5]

Nossas redes:

Leia mais

Wiz (WIZS3) tem lucro de R$ 51,7 milhões no 1º trimestre, com queda anual de 18,7%

Ruan Sousa

Dommo Energia (DMMO3) sai de prejuízo para lucro líquido de R$ 117,6 milhões no primeiro trimestre

Ruan Sousa

Westwing (WEST3) tem prejuízo de R$ 7,1 milhões, queda de 57,5%, após despesas com IPO

Ruan Sousa

Prejuízo da IMC (MEAL3) diminui mas empresa segue no vermelho no 1T22

Leonardo Bruno

Kora Saúde (KRSA3): lucro líquido alcança R$ 47,1 milhões no 1T22

Ruan Sousa

Randon (RAPT4) tem lucro líquido consolidado de R$ 130,1 mi no 1º tri de 2022, queda de 3%

Ruan Sousa

Deixe seu comentário