Guia do Investidor
acoes bolsa
Notícias

Dia de Follow-On: CVC (CVCB3) e Eneva (ENEV3) precificam nova oferta de ações

  • A (CVCB3) e a precificaram seus ;
  • A CVC irá emitir 46.500.000 ações, Já a Eneva (ENEV3) 300 milhões de novas ações, na busca pela liquidação das  de Celsepar e Cebarra.

follow-on é um conceito bastante popular no de capitais e funciona de uma maneira um pouco diferente dos tradicionais IPOs.

Um IPO, ou Initial Public Offering, consiste na listagem inicial de uma na . Assim, este momento é um ponto importante, pois mostra o momento em que uma empresa de social fechado se torna uma sociedade anônima.

A quantidade de ações ofertadas vem por meio de um processo disciplinado por lei e regulamentado pela CVM, Comissão de Valores Mobiliários, órgão responsável por fiscalizar o mercado de valores imobiliários. No entanto, quando uma empresa de capital aberto que já realizou IPO deseja ofertar novas ações no mercado a definição é outra. Essas novas ofertas levam o nome de follow-on.

As quando realizam um follow-on, estão procurando aumentar a liquidez das ações na Bolsa de Valores. Assim, consequentemente, buscam conseguir mais recursos para financiar os projetos e ajudar no crescimento da empresa.

Leia mais  Petróleo sobe após sinais de aumento na demanda chinesa

E dois nomes de peso do mercado estão aderindo a estratégia nesta quinta-feira. Afinal, a CVC (CVCB3) e a Eneva () precificarão seus follow-ons (ofertas subsequentes de ações).

No caso da CVC, serão emitidas 46.500.000 ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, de emissão própria, todas livres e desembaraçadas de quaisquer ônus ou gravames.

Segundo comunicado, os recursos provenientes da oferta serão direcionados para reforço do capital de giro da companhia para desenvolvimento de sua estratégia de crescimento; e pagamento de parte do saldo devedor em aberto de debêntures de emissão da empresa.

Já a Eneva anunciou a emissão de 300 milhões de novas ações, na busca pela liquidação das aquisições de Celsepar e Cebarra.

BTG Pactual, Bank of America, Itaú BBA, Bradesco BBI, Citi, J.P. Morgan, UBS BB e Santander coordenam a operação.

Como um dos principais acionistas, o BTG, assim como administradores da Eneva e o fundo FIA Eneva se comprometeram a um lock-up de 90 dias.

Nossas redes:

Leia mais

R$ 400 milhões em caixa: CVC precifica Follow-on

Leonardo Bruno

Nova emissão de ações da CVC pode chegar a R$ 477 milhões

Leonardo Bruno

Justiça suspende negociações entre Petrobras (PETR4) e PetroReconcavo (RECV3) e Eneva (ENEV3) pelo Polo Bahia Terra

Ruan Sousa

Eneva (ENEV3) adquire Termelétrica Fortaleza, da Enel, por R$ 431,5 milhões

Ruan Sousa

Após anúncio de possível Follow-on, ações da CVC derretem na bolsa

Leonardo Bruno

CVC (CVCB3): empresa anuncia que alcançou R$ 1,4 bi em reservas confirmadas

Ruan Sousa

Deixe seu comentário