Guia do Investidor
dnai11jpg
ETF

DNAI11 ETF: O que é, como investir; Saiba tudo sobre

O DNAI11 é um que está sendo bastante procurado pelos pelo fácil acesso ao estrangeiro, com uma diversificação relevante. Além disso, o mesmo ainda conta com uma exposição cambial que pode ser importante para o momento econômico do .

DNAI11 ETF: O que é?

O DNAI11 é um ETF brasileiro administrado pelo Banco Itaú que replica a do índice MSCI USA IMI Genomic Innovation Select 50.

Dessa maneira, como o nome sugere, é composto por de 50 empresas de tecnologia, agricultura e saúde que se beneficiam do desenvolvimento de produtos e serviços relacionados a sequenciamento genético.

Além disso, é uma administração passiva, contando com pesos distribuídos e alocados por pontuação e o rebalanceamento é de semestre em semestre.

Entretanto, caso você esteja perdido, dá uma olhada sobre o que é ETF (como DNAI11 ETF), para entender de fato o que estamos falando.

O que é ETF?

O ETF (Exchange Traded Fund) é um tipo de fundo de investimento negociado como uma ação na . Normalmente, é mais conhecido no Brasil como fundo de índices, ele busca sempre o retorno de investimento que corresponda a um determinado índice de referência ou de algum criptoativo.

Leia mais  YDRO11: ETF de Hidrogênio é lançado pelo Itaú

Como em outros tipos de fundo de investimento, quando o investidor adquire uma cota, ele está comprando uma parcela de ações sobre um determinado índice, permitindo um acesso a mercados mais amplos, sem a necessidade e o custo de comprar cada um dos . Assim, o fundo de índices ETF se torna mais atrativo por sua variedade e baixo custo. Bastante parecido com o sistema de ações, é possível comprar e vender esse investimento a qualquer momento.

Qual é a composição?

E como dito anteriormente, o ETF DNAI11 apesar de ser brasileiro, ele replica os índices de fora, com isso o mesmo é composto por ações de empresas negociadas nos Estados Unidos que estejam de acordo com o planejamento do fundo, sendo anunciados e que tenham ligamento ao desenvolvimento de soluções sobre o sequenciamento genético.

Dessa maneira, dentre as 50 empresas que compõem o fundo DNAI11, essas são as principais, que provavelmente você tenha escutado a falar alguma dela:

  • Moderna Inc;
  • Agilent Technologies Inc;
  • Teladoc Health Inc;
  • Illumina Inc;
  • Thermo Fisher Scientific Inc;
  • Bristol Myers Squibb Co;
  • Vertex Pharmaceuticals Inc.

Destaques do DNAI11

Taxa de administração

O DNAI11 tem uma taxa de administração de 0,50% ao ano. Entretanto, não possui nenhuma taxa de performance.

Diversificação

Acesso a 50 ações de empresas negociadas no americano + exposição cambial, porque como dito anteriormente, é baseado no índice do exterior.

Imposto de Renda

15% de IR sobre o ganho de capital para qualquer período de investimento.

Além disso, é possível efetuar o investimento no ETF, através da sua corretora, caso tenha disponibilidade, isso porque você negocia cotas do ETF como se fosse uma ação. Dessa maneira, para investir é só procurar por DNAI11 em sua corretora, ou através do próprio Itaú Corretoras.

O sequenciamento é muito importante, por que quando você faz o estudo do genoma, é possível conseguir a redução de custo de mapear, oferece o acesso a um grande potencial de avanço na medicina e cuidados com a saúde. Dessa forma, você conta com 3 principais destaques, confira:

  • Medicina Preventiva: o mapeamento genético consegue identificar pré-disposições a desenvolvimento de doenças, inclusive câncer;
  • Personalização: adicionando uma camada de conhecimento, é possível ter um cuidado mais direcionado às particularidades de cada pessoa;
  • Otimização: identificar as mutações que podem acontecer em função das doenças para ter um tratamento mais eficiente.

Vantagens

Uma das vantagens em investir em DNAI11 é o investimento na área da genética, que nos próximos anos pode acontecer um crescimento gigante. Isso porque o setor está conseguindo bastante espaço, contando com uma tendência global. Dessa maneira, o investidor se beneficia da diversificação e a praticidade que somente os ETF oferece.

Leia mais  ELAS11 - ETF do índice Teva Mulheres na Liderença tem Rebalanceamento: veja o que mudou

Desvantagens

Entretanto, não é apenas vantagens que um ETF apresenta, tem seus pontos negativos. Isso porque normalmente, os ETF normalmente costuma ter é a cobrança de taxas que merece a atenção de fato. Apesar que o fundo é uma força amigável e acessível para investir em empresas estrangeiras, sendo mais específico, empresas americanas, o mesmo contempla uma taxa de administração de 0,50% ao ano.

Conclusão

O investimento é uma coisa pessoal e em alguns casos é intransferível, contudo, investir no DNAI11 pode ser uma boa alternativa para aqueles investidores iniciantes que queiram ter acesso ao mercado de tecnologia genética. Isso porque é possível ter uma base de carteira, com as 50 principais ações desse segmento.

Além disso, veja um guia completo, sobre as melhores opções de ETF internacionais, clicando aqui!

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no Brasil: abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

ELAS11 – ETF do índice Teva Mulheres na Liderença tem Rebalanceamento: veja o que mudou

Guia do Investidor

QBTC11 passa de 1.000 bitcoins sob custódia

Guia do Investidor

BTG Pactual lança primeiro ETF de crédito privado do Brasil

Guia do Investidor

META11, ETF de metaverso da Hashdex, é oficialmente lançado na B3

Guia do Investidor

Quais os ETFs favoritos dos investidores em 2022? Confira o ranking

Leonardo Bruno

BTCE11: o ETF de criptomoeda mais negociado na Europa chega à B3

Guia do Investidor