Guia do Investidor
Porto Seguro
Recomendações

É hora de esquecer as ações da Porto Seguro (PSSA3)? UBS corta preço-alvo

As da companhia Porto Seguro (PSSA3) estão sempre sobre o olhar atento dos e dos . E o caso não difere com o Banco UBS BB.

Os analistas anunciaram recentemente uma das ações da companhia, e realizaram um corte no preço-alvo destas ações! Confira agora mais detalhes!

O que esperam os analistas do UBS BB?

Assim, o banco UBS BB cortou o preço-alvo das ações da Porto Seguro (PSSA3) em 24,14%, a R$ 22 frente o valor anterior de R$ 29.

A nova estimativa inda representa uma alta de 13,64% em relação ao fechamento das ações no último pregão. Apesar da mudança na expectativa de preço do papel, o banco manteve a recomendação como neutra para a empresa.

O posicionamento dos foi baseado nas apólices mais altas para automóveis, principalmente devido a reajustes de preços; no pior índice de sinistralidade, refletindo aumento da ; e nas mudanças nos resultados financeiros, devido a maiores e volatilidade da de ações.

A Porto ainda é o maior player do segmento de seguro de automóveis, com 44% de market share e uma taxa de retenção bastante elevada. Já que 91% dos consumidores esperam renovar o seu seguro automóvel com a empresa.

Leia mais  Agenda Dividendos: Movida, Porto Seguro e mais empresas anunciam pagamentos

Contudo, o cenário do setor no curto prazo é bastante incerto, bastante influenciado pelo retorno às atividades presenciais e preocupações com a Covid-19, diz o banco.

A nova aquisição da Porto Seguro

Ademais, a Porto Seguro (PSSA3) informou no último dia 5, a assinatura de um acordo para a aquisição de 10% de participação na Plugify Tecnologia S.A.

A negociação deve acontecer por meio de seu Fundo de em Participações Porto Ventures (FIP Porto Ventures).

Além disso, segundo comunicado ao divulgado pela empresa, a Plugify é uma startup brasileira de HaaS (Hardware as a Service) que simplifica o acesso e a gestão de TI para empresas de todos os portes. Trata-se de uma empresa do segmento de tecnologia que oferece aluguel de equipamentos eletrônicos e gestão integrada de TI para o segmento corporativo.

Desse modo, com o acordo, a empresa amplia seu portfólio de produtos e serviços e passará a ofertar também seguros para equipamentos locados aos seus clientes.

Ademais, a Porto Seguro terá o direito de ocupar uma posição no Conselho de Administração da Plugify. Mas afirma que a aquisição da participação não tem como objetivo de alterar a estrutura administrativa da companhia. Esta que vai continuar operando de forma autônoma e independente.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

Nossas redes:

Leia mais

Porto (PSSA3) lucra R$ 175 milhões no 1T22

Leonardo Bruno

Porto (PSSA3) lança modelo de programa de remuneração em ações para todos os colaboradores

Autor Convidado

Tchau MRFG3: as mudanças na carteira da MyCap para sair do vermelho

Leonardo Bruno

Viveo firma parceria com Porto Seguro; Confira

Autor Convidado

Porto Seguro (PSSA3): empresa confirma a compra de empresa de software imobiliário Nido

Ruan Sousa

Porto Seguro (PSSA3) passará a se chamar apenas “Porto”

Ruan Sousa

Deixe seu comentário