Guia do Investidor
medico
Carteiras

Esta ação de hospital pode disparar na Bolsa; descubra qual é

Avalie este post:
[Total: Média: ]

A do segmento hospitalar, localizada em Belo Horizonte, possui um potencial de valorização de 54% e deve ser compradas, aponta o BTG Pactual em um relatório de início de cobertura divulgado nesta quinta-feira, 27.

De acordo com os , Samuel Alves e Yan Cesquim indicam que a empresa possui uma “forte vantagem”, perspectivas de crescimento sólido e a possibilidade de se tornar cada vez mais um consolidador nacional do setor.

“Além de sua avaliação com desconto (12x o valor da empresa sobre o EBITDA, esperado para 2022 EV/EBITDA 22) e impulsionado por sólidos ganhos, com isso, a tese de investimento combina impulsionadores de crescimento robustos e retornos de referência para o ”, explicam os analistas.

de Compra para
Preço Atual (27/05)R$ 15,67
(12/2022)R$ 24,00
Valorização53,1%

O preço-alvo de R$ 24 se divide em R$ 18 para o atual portfólio e R$ 6 para futuras aquisições.

“À medida que se aventura em novas regiões, a Mater Dei poderá tirar proveito de seu forte balanço (posição de caixa líquido de aproximadamente R$ 800 milhões). Antecipamos grandes vantagens de futuras fusões e aquisições, dada a exposição relativamente pequena da empresa no cenário nacional (apenas duas fusões e aquisições poderiam ser suficientes para dobrar sua capacidade hospitalar)”

Avalia BTG.

Resultados da Mater Dei no 1T21

A Mater Dei apresentou um lucro líquido atribuído aos controladores de R$ 26,4 milhões no 1T21, uma alta de 71,8% sobre o mesmo período do ano anterior.

Leia mais  No Dia dos Namorados não dê presentes, dê ações; veja quais

Com isso, confira o resumo dos principais destaques financeiros da Mater Dei no primeiro trimestre de 2021:

Destaques Financeiros (R$ mil)1T211T20Var. %
Receita Bruta244.3182.533,8%
Receita Líquida226.7170.233,2%
Lucro Bruto88.860.047,9%
EBITDA66.036.968,0%
Lucro Líquido26.415.371,8%
Fonte: RI da Companhia.

A () é um ecossistema integrado na prestação de serviços hospitalares e oncológicos, sendo uma referência nacional em saúde e a maior rede hospitalar de Minas Gerais.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

MRV (MRVE3) confirma contratação do BofA e BTG para buscar sócio para subsidiária americana

Ruan Sousa

BTG+ ou Nubank? Qual o melhor banco? Análise completa

Victor Rodrigues

No “resumo da temporada 1T22” companhias se saíram bem; Aponta BTG

Leonardo Bruno

Com alta de 51% na receita, Mater Dei lucra R$ 37 milhões no 1T22

Leonardo Bruno

Via (VIIA3): BTG (BPAC11) mantém recomendação neutra

Ruan Sousa

BTG Pactual (BPAC11) avalia o resultado da Intelbras (INTB3) no 1°T22

Ruan Sousa

Deixe seu comentário