Guia do Investidor
Embraer cria divisao de carros voadores
Notícias

Eve, subsidiária da Embraer (EMBR3), será listada na Bolsa de Nova York

A empresa de mobilidade aérea urbana da (EMBR3), a Eve, passará a ter suas ações negociadas na NYSE (New York Stock Exchange). Isto é, a listagem ocorre com a combinação de negócios com a Zanite Acquisition Corp. Uma empresa de aquisição de propósito específico com foco no setor de aviação.

Dessa forma, a Zanite mudará seu nome para Eve Holding e suas ações na NYSE passarão a ser EVEX e EVEXW. Contudo, a Embraer continuará como acionista majoritária da empresa, com uma participação de aproximadamente 82% após o fechamento do negócio. Assim sendo, a operação contará com US$ 237 milhões em dinheiro pelo Zanite Acquisition e mais um PIPE (private investment in public equity) da Embraer. De acordo com a empresa, os recursos da transação será para expandir o desenvolvimento e a comercialização da solução de mobilidade aérea urbana da Eve.

“Acreditamos que o mercado de mobilidade aérea urbana tem um enorme potencial de expansão nos próximos anos com base em uma proposta de transporte eficiente e com zero emissões, e que com essa combinação de negócios, a Eve estará muito bem posicionada para se tornar um dos principais players neste segmento. Como uma empresa aeroespacial global, com posição de liderança em vários segmentos, entendemos que a inovação e a tecnologia desempenham um papel estratégico para impulsionar o crescimento sustentável e redefinir o futuro da aviação.”

disse o presidente e CEO da Embraer, Francisco Gomes Neto.

Além disso, a Embraer lembrou, no comunicado ao mercado, que a Eve é a primeira empresa da EmbraerX, a aceleradora da companhia, A Eve possui foco no mercado potencial de mobilidade aérea urbana, avaliado em US$ 760 bilhões. Dessa forma, a companhia acredita que a empresa está muito bem posicionada para desenvolver, certificar e comercializar suas soluções de mobilidade aérea em escala global.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

Nossas redes:

Leia mais

Embraer (EMBR3) negocia parcerias na Índia para aeronave turboélice

Ruan Sousa

Zanite aprova fusão com Eve, que faz ‘carro voador’ da Embraer (EMBR3)

Ruan Sousa

Embraer (EMBR3): empresa anuncia conclusão de venda de fábricas em Portugal por US$ 172 mi

Ruan Sousa

Com explosão de pedidos de eVTOLs, Eve se prepara para entrar na bolsa

Leonardo Bruno

Embraer (EMBR3) vai reduzir alavancagem nos próximos trimestres

Ruan Sousa

Embraer reduz prejuízo, mas ainda tem prejuízo de R$ 428 milhões no 1T22

Leonardo Bruno