Guia do Investidor
Hapvida 1
Recomendações

Fuja das ações da Hapvida: é o que alerta o Credit Suisse

O Credit Suisse cortou seu preço-alvo para as de (HAPV3) em 43,1%, passando de R$ 16,70 para R$ 9,50, mas reiterou sua recomendação de compra, ao atualizar seu modelo e prever prejuízo de R$ 0,07 por ação para este ano, com ajustes limitados de tickets, pressões inflacionárias sobre os sinistros e crescimento orgânico difícil.

Os analistas Maurício Cepeda e Pedro Carabina escrevem que após a fusão com a Intermédica, a amortização de intangíveis e a contabilização de programas de opções de ações provavelmente afetarão significativamente os resultados.

Na frente operacional, dizem os analistas, os tíquetes estão abaixo da e dos sinistros, afetando negativamente o lucro bruto necessário para cobrir as despesas com vendas, gerais e administrativas ainda pré-sinergias e o elevado nível de despesas financeiras.

“Acreditamos que essa tendência desfavorável possa persistir nos próximos trimestres, dado o caráter anual dos reajustes de preços dos contratos, pressionando os ganhos no curto prazo, mas não afetando a tese de longo prazo”, escrevem eles.

Os analistas dizem ainda que as estimativas podem ser revisadas para cima com ajustes de tíquetes acima do esperado e com a recuperação mais rápida dos níveis históricos de crescimento orgânico. Por outro lado, os riscos para as perspectivas incluem persistência da acirrada competição entre os pagadores, limitando as passagens e elevando os índices de sinistralidade; novas pressões de utilização, acumulando-se sobre as inflacionárias; e perdas de beneficiários.

no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Hapvida (HAPV3) tem máxima de 12% só em julho; confira revisão dos números

Cristiane Luzio Rodrigues

Quais as melhores ações para enfrentar uma recessão em 2022?

Leonardo Bruno

Diretor vice-presidente da Hapvida (HAPV3) deixa o cargo

Fernando Américo

Yduqs (YDUQ3) e Hapvida (HAPV3) fazem parceria para oferecer cursos de especialização médica

Ruan Sousa

Hapvida lidera quedas do ibovespa após redução de preço-alvo pelo Credit Suisse

Leonardo Bruno

Cenário não é dos melhores, mas ações da Hapvida ainda tem potencial; Aponta o Itaú

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário