Guia do Investidor
ThePit
Recomendações

Fundo do poço: esqueça a esperança de retomada das ações da IRB (IRBR3)

Os do deram para o um verdadeiro “choque de realidade”. Afinal, muitos seguem na expectativa de uma possível retomada da a seus dias de glória. No entanto, parece que isto não acontecerá tão cedo.

O Credit Suisse cortou o preço-alvo para as do IRB (IRBR3), de R$ 5,00 para R$ 3,35, empurrando os papéis para uma queda de 3,7% nesta sexta-feira (4), a R$ 3,14 – a baixa no último ano é de mais de 40%.

Ademais, o também reiterou a recomendação underperform – algo equivalente à venda -, na primeira avaliação da instituição após o balanço do quarto trimestre. Para o Credit, o IRB apresentou resultados de subscrição piores do que o esperado e uma posição de “ mais apertada”.

Além disso, analistas da instituição esperam que o cenário melhore por conta da alta da Selic, que deve elevar as receitas, mas avaliam que a rentabilidade deve continuar impactada no médio prazo, segundo relatório assinado por Marcelo Telles, Daniel Vaz e Bruna Amorim.

Leia mais  Panvel (PNVL3): Vale a pena investir nas ações da empresa?

A rentabilidade, dizem os analistas, é impactada pela maior dificuldade para acomodar o excedente de capital mais apertado, sinistralidade acima da média. Portanto, comissão acima da média e redução do crescimento de receita decorrente de critérios mais rígidos para novos contratos.

O Credit Suisse agora espera um prejuízo líquido de R$ 29 milhões em 2022, ao passo que a última estimativa era de lucro líquido de R$ 350 milhões.

O banco também fala em lucro de R$ 225 milhões em 2023 (6,2% ROE), contra lucro de R$ 570 milhões (14,6% ROE) de projeção anterior.

Para o ano seguinte, os analistas calculam que o lucro do IRB chegue a R$ 408 milhões (11,0% ROE). O ROE de longo prazo foi definido a 14%, 250bps abaixo das últimas estimativas.

Resultado 4T21

Primeiramente, a companhia registrou prejuízo contábil de R$ 370,9 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), redução de 42,4% na comparação com as perdas do mesmo período de 2020.

$ mi4T21% vs 4T20
Prejuízo líquidoR$ -683 milhões-54%
2021% vs 2020
Volume total de prêmiosR$ 8,76 bilhões-8,7%

No acumulado de 2021, o resultado líquido foi negativo em R$ 683 milhões, perda 54% menor ano a ano. Ou seja, apesar do indicador negativo, a companhia reduziu o montante do prejuízo no comparativo anual.

Leia mais  Comprar ações da Ford: vale a pena?

Assim, segundo o comunicado, o desempenho da IRB foi negativamente impactado pela maior frequência de sinistros, que foi 53,7% superior a do ano anterior. Os principais responsáveis foram os segmentos de rural, aviação e vida, notadamente nas carteiras no exterior. Leia mais  Notícias: IRB, Gerdau, Guararapes, B3, Priner e mais

Em 2021, o volume total de prêmios emitidos decresceu 8,7% em relação a 2020, totalizando R$ 8,76 bilhões. Os prêmios emitidos no Brasil totalizaram R$ 5,329 bilhões, o que representou um incremento de 9,3%, refletindo a nova estratégia e a resiliência do negócio em um ano de pandemia, com maior volume de prêmios emitidos em vida (+43,7%) e rural (+23%).

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das no Brasil: abra sua conta no exterior e proteja seu

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

IRB derretendo e “choque de realidade no varejo: confira o que foi destaque no último pregão da semana

Leonardo Bruno

Fim do sonho? Após lucrar em 2021, IRB tem prejuízo de R$ 273 mi em Maio

Leonardo Bruno

Warren Buffett acionista do IRB? Não caia neste conto do “vigário”

Leonardo Bruno

Prejuízo da IRB (IRBR3) dispara 89,6% em Abril

Leonardo Bruno

Fim da bolha da IRB? Especialistas do Safra revisam preço-alvo

Leonardo Bruno

Ibovespa fura teto dos 112 mil pontos apoiado pelo exterior

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário