Guia do Investidor
Foto/Reprodução
Notícias

Genial/Quaest aponta rejeição a um novo mandato de Lula

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

  • Governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, alcança 40%.
  • Tarcísio poderia ser candidato do ex-presidente Jair Bolsonaro.
  • Pesquisa realizada pela Genial/Quaest para a eleição presidencial de 2026.
  • Entrevistados: 2.045 brasileiros com 16 anos ou mais em 120 municípios.
  • Margem de erro: 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Ex-presidente Lula lidera as intenções de voto com 46%. Governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, alcança 40%. Tarcísio poderia ser candidato do ex-presidente Jair Bolsonaro. Pesquisa realizada pela Genial/Quaest para a eleição presidencial de 2026.Entrevistados: 2.045 brasileiros com 16 anos ou mais em 120 municípios. Margem de erro: 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Leia mais  Ferindo a constituição, Lula recria cargos de R$ 100 mil por mês

Segundo os dados levantados, o ex-presidente Lula, do Partido dos Trabalhadores (PT), liderava as intenções de voto, alcançando 46%, enquanto o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, do Partido Republicano (Republicanos), obtinha 40%. Este último, considerado como potencial candidato do ex-presidente Jair Bolsonaro, que se tornou inelegível devido a ataques ao sistema eleitoral em 2022.

A pesquisa, que entrevistou 2.045 brasileiros com 16 anos ou mais em 120 municípios, revelou uma margem de erro de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. Além disso, 55% dos entrevistados afirmaram que Lula não merecia outra chance como presidente em 2026, enquanto 42% discordavam dessa posição.

Entre os eleitores que votaram em Lula no segundo turno de 2022, a maioria, 74%, considerava que ele merecia um novo mandato. No entanto, entre os que optaram por Bolsonaro, 93% se opunham à ideia.

Quando questionados sobre quem seria melhor para enfrentar Lula caso Bolsonaro não pudesse concorrer, a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro foi a mais citada, com 28% das respostas, seguida por Tarcísio de Freitas, com 24%, e pelo governador do Paraná, Ratinho Junior, mencionado por 10% dos entrevistados.

Leia mais  Governo avalia cerimônia para segunda fase da reforma tributária

Em uma análise mais ampla, que incluiu uma lista de possíveis candidatos tanto da esquerda quanto da direita, 47% dos entrevistados afirmaram que votariam em Lula, enquanto 49% não o fariam. Já Tarcísio de Freitas obteve 28% de apoio e 30% de rejeição.

Destaca-se que Bolsonaro foi o mais rejeitado, com 54% das pessoas declarando que não votariam nele, em contraste com os 39% que afirmaram que o fariam. Michelle Bolsonaro registrou 50% e 33%, respectivamente.

A pesquisa também testou o nome do Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, como possível candidato do PT, encontrando uma rejeição de 50%, mas também uma potencial aceitação de 32%.

Outros possíveis herdeiros eleitorais de Bolsonaro, como Ratinho, Romeu Zema e Ronaldo Caiado, tiveram desempenho tímido na simulação, com uma parcela significativa dos entrevistados afirmando que não os conheciam. Suas taxas de aceitação foram de 21%, 16% e 12%, respectivamente.

A pesquisa foi financiada pela corretora de investimentos digital Genial Investimentos, controlada pelo banco Genial.

Leia mais  Lucro das maiores estatais caem 29% no Governo Lula

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Suzano confirma compra de fábricas nos EUA: Confira o resumo do dia

Márcia Alves

Crise econômica no Governo Lula: um caminho sem saída?

Fernando Américo

Haddas: “Toda exceção acaba prejudicando a reforma tributária”

Paola Rocha Schwartz

Sob Lula, economia brasileira piorou, aponta pesquisa

Márcia Alves

Quaest: 63% dos brasileiros veem queda no poder de compra

Paola Rocha Schwartz

Lula alcança 54% de aprovação, o maior índice, revela Quaest

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário