Guia do Investidor
cea inovacao 16 01
Notícias

Gestora Verde reduz para 4,98% a participação na varejista de moda C&A (CEAB3)

A Verde Asset Management informou importante comunicado junto ao mercado. Isto é, a gestora comunicou que reduziu sua participação na varejista de (CEAB3).

Ou seja, passando a deter 15.358.860 ações ordinárias, que correspondem a 4,98% do capital social e do total emitido nessa espécie de ação.

Assim sendo, a gestora informou que a redução reflete apenas estratégia de investimento. Nesse sentido, também afirmou que não foi celebrado qualquer acordo ou contrato que regule o exercício do direito de voto ou a compra e venda de valores mobiliários de emissão da C&A.

reverte prejuízo e alcança R$ 329 milhões de lucro em 2021

A C&A (CEAB3) anunciou oficialmente seus números referentes ao quarto trimestre de 2021. Dessa maneira, o lucro líquido da empresa cresceu 41,2% no quarto trimestre de 2021, para R$ 154,4 milhões na comparação com um ano antes. Nesse sentido, no acumulado do ano, a empresa registrou lucro de R$ 329 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 166,3 milhões em 2020.

Assim sendo, a receita líquida da companhia ficou 6,6% acima do visto entre outubro e dezembro de 2020. Isto é, somando R$ 1,86 bilhão, impulsionada pelas vendas da categoria , que geraram receitas de R$ 1,6 bilhão no trimestre.

Leia mais  Log (LOGG3) vai pagar R$ 87,6 milhões em dividendos

Já as vendas do segmento “fashiontronics” (celulares e acessórios eletrônicos) recuaram 23,2% na base anual. Dessa forma, a receita com serviços financeiros, por sua vez, teve retração de 48,7% no quarto trimestre, para R$ 25,2 milhões.

Nesse sentido, entre janeiro e dezembro do ano passado, a C&A viu a receita líquida avançar 26,1%, para R$ 5,15 bilhões. Isto é, com contribuição de R$ 4,2 bilhões do setor de vestuário, crescimento de 34,7% em relação a 2020.

Sob essa perspectiva, a receita líquida on-line, por sua vez, ficou 24,2% acima do visto no quarto trimestre de 2020, a R$ 195,4 milhões. No acumulado de 2021, o faturamento da operação on-line atingiu R$ 687 milhões, avanço de 34,9%.

Além disso ,o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 201,4 milhões, 22,6% maior que o apurado um ano antes. A margem do Ebitda ajustado subiu 1,4% a 10,8%. No consolidado do ano, o indicador somou R$ 55,6 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 58,5 milhões em 2020.

Leia mais  C&A (CEAB3) reverte prejuízo e alcança R$ 329 milhões de lucro em 2021

A C&A destacou que abriu no trimestre 11 lojas, enquanto 26 foram abertas em 2021. Ao fim de dezembro, a companhia contava com 319 unidades.

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Ambipar, C&A e Camil: Descubra a recomendação dos analistas para estas ações

Leonardo Bruno

C&A (CEAB3) reverte prejuízo e alcança R$ 329 milhões de lucro em 2021

Ruan Sousa

O terror do varejo de moda brasileiro está vindo aí: Shein se prepara para “entrar” oficialmente no Brasil

Leonardo Bruno

Porque as ações de varejo despencaram?

Leonardo Bruno

C&A (CEAB3) abre 26 novas lojas no ano, focando na omnicanalidade

Resultados 3T21: Rumo, Bradespar, Randon e C&A

Deixe seu comentário