Guia do Investidor
GOL GDI
Notícias

Gol reporta prejuízo líquido de R$ 130 milhões no 1T24

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O prejuízo líquido ajustado totalizou R$ 130,2 milhões, ante R$ 136,4 milhões registrados no mesmo período de 2023.

Em balanço divulgado nesta terça-feira (14), a Gol registrou um prejuízo líquido recorrente de R$ 130,2 milhões no acumulado do 1T24.

O Ebitda da companhia foi de R$ 1,426 bilhão no 1T24, ante R$ 1,238 bilhão registrados no mesmo período de 2023 (um aumento de 15,2%). Já a receita operacional líquida foi de R$ 4,713 bilhões, sendo 4,2% inferior a igual etapa do ano anterior e 46,8% superior à receita operacional do 1T19.

taxa de ocupação no trimestre foi de 83,1%, obtendo uma queda de 0,02 pontos percentuais. No doméstico, a taxa foi de 82,7% e, no internacional, totalizou 85,6% e o número de passageiros-quilometro transportado pago (RPK) recuou 4,1%, enquanto o total de assento-quilometro ofertado (ASK) caiu 3,9%.

De acordo com informações, no 1T24, o volume total de decolagens da Gol foi de 51,6 mil, representando um decréscimo de 9,4% comparativamente ao 1T23. O total de assentos disponibilizados pela Gol ao mercado foi de 9,1 milhões, representando um decréscimo de 7,0% em relação ao mesmo período de 2023.

Leia mais  Receita alerta microempreendedor sobre erro na declaração anual

No primeiro trimestre de 2024, o caixa total da companhia foi de R$ 2,011 bilhões, um aumento de 149,6% comparado ao mesmo período de 2023.

“Durante o trimestre, a companhia focou em diversas iniciativas estratégicas, incluindo a entrada em novos mercados, o aprimoramento de seus canais digitais e a continuidade do crescimento de suas unidades de negócios de carga (Gollog) e fidelidade (Smiles)”, informou o representante da companhia.

Azul (AZUL4) busca por fusão com a Gol (GOLL4) 

Azul (AZUL4) divulgou uma possível fusão com a Gol (GOLL4), a noticia se espalhou e ganhou um novo capítulo, o avanço das negociações para um acordo com o acionista controlador da companhia Gol (GOLL4).

O cenário avaliado, contribuirá para uma troca de participação e será um modelo de transação que pode seduzir a Azul (AZUL4), porque a companhia não teria de botar muito dinheiro no acordo, se é que teria de pôr algum, afirmou uma fonte não identificada.

Se a negociação se concretizar, o Abra manterá inalterada sua participação na colombiana Avianca. Qualquer acordo, porém, precisaria ser aprovado pelos controladores, credores e acionistas das empresas, além dos órgãos reguladores.

Leia mais  Dólar fecha estável à espera de pistas do BC norte-americano

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Mercado voluntário de carbono no Brasil recua em 2023; falta confiança

Agência Brasil

Banco Central faz ajustes para aperfeiçoar segurança do Pix

Agência Brasil

BNDES conclui financiamento para exportação de 32 jatos da Embraer

Agência Brasil

Geração de energia no Brasil tem expansão recorde de 18,7%

Agência Brasil

Intenção de consumo das famílias cai 0,2% em julho

Agência Brasil

Dólar se aproxima de R$ 5,60 com incertezas políticas e fiscais no Brasil

Agência Brasil

Deixe seu comentário