Guia do Investidor
Presidente do GPA nega negociacao com a Amazon para venda da Via Varejo
Notícias

GPA (PCAR3) levantará R$ 386,7 milhões com recompra de Éxito

O Conselho de Administração do (PCAR3) aprovou a adesão ao programa de recompra de de sua controlada Éxito.

Segundo comunicado, a decisão foi tomada em função da alta valorização de Éxito em virtude do preço sugerido de suas ações. Isto é, conforme pautado na avaliação conduzida por consultoria externa.

Atualmente, o GPA detém 96,57% do capital social de Éxito, sendo 91,57% detidos diretamente pelo GPA e os remanescentes 5,00% detidos pela sua subsidiária GPA2.

Dessa forma, considerando que o plano de recompra permite que cada acionista de Éxito venda até 3,40% de sua participação, GPA venderá 13.935.798 ações e GPA2 venderá 760.927 ações.

Considerando o valor de venda de cada ação, o valor bruto total de venda equivalerá a aproximadamente R$ 386,7 milhões.

De acordo com os procedimentos estabelecidos pelas regulamentações colombianas, o GPA receberá o valor das ações vendidas no âmbito do Plano de Recompra até o final do segundo trimestre de 2022.

Por fim, o GPA informou que a adesão ao plano de recompra não afetará a condição do GPA de controlador de Éxito.

Leia mais  N26: Maior fintech da Europa está preparando chegada no Brasil

GPA () tem lucro consolidado de R$ 1,4 bilhão no 1T22

O GPA (PCAR3) registrou um lucro líquido consolidado R$ 1,399 bilhão no primeiro trimestre. Isto é, cifra acima da registrada um ano antes, de R$ 112 milhões.

No entanto, o GPA informou que, considerando o resultado líquido dos controladores, das operações continuadas, o resultado foi um prejuízo de R$ 111 milhões. Ou seja, ante lucro de R$ 103 milhões de um ano antes.

Já o lucro líquido dos controladores, com operações descontinuadas, o que inclui resultado dos hipermercados, subiu de R$ 10 milhões no primeiro trimestre de 2021. Isto é, para R$ 1,510 bilhão no primeiro trimestre de 2022.

Assim sendo, o Ebitda ajustado do GPA caiu 12,2%, indo a R$ 655 milhões no 1T22, na comparação com os R$ 745 milhões do mesmo período do ano passado. Ademais, a margem Ebitda ajustado desceu 1,1 ponto percentual, para 6,5%.

Receitas

Em relação a receita líquida no primeiro trimestre do GPA, esta subiu 2,3%, para R$ 10,069 bilhões, contra os R$ 9,844 bilhões do mesmo período de 2021.

Leia mais  TIM (TIMS3) aprova pagamento de R$ 270 milhões em juros sobre capital próprio

Enquanto isso, o chamado “Novo GPA ”, incluindo postos, reportou R$ 4,2 bilhões em vendas no 1T22. Ou seja, uma queda de 1,8% em relação ao 1T21.

Ademais, Vendas Mesmas Lojas recuou 0,9%, na mesma base de comparação. Isto é, sendo que sem os postos, o SSS ficaria com alta de 1,0%.

“Nesse primeiro trimestre tivemos o impacto negativo nas vendas dos postos, dado que aproximadamente metade deles fica em áreas de lojas fechadas para conversão para atacarejo”

explicou a

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Assembleia do GPA (PCAR3) aprova incorporação da SCB

Ruan Sousa

GPA (PCAR3) tem lucro consolidado de R$ 1,4 bilhão no 1T22

Ruan Sousa

Bofa altera recomendação dos papéis da GPA (PCAR3) e preço-alvo aumenta para R$ 28

Ruan Sousa

Muita grana: Neogrid, JSL, GPA e Renner anunciam dividendos a acionistas

Ruan Sousa

GPA (PCAR3) e Grupo Mateus (GMAT3): Credit Suisse revisa preço-alvo das empresas

Ruan Sousa

As melhores ações? MyCap e Warren revelam suas ações favoritas para a semana

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário