Guia do Investidor
Educação financeira Imóveis Investimentos Previdência Privada Renda Fixa Top News

O que preciso para “Viver de renda”?

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Viver de renda é o sonho de muitos, e neste artigo vamos lhe dizer como alcançá-lo.

Viver de renda significa atingir um equilíbrio financeiro, e com isso sobrar tempo para fazer o que bem entender. Logo, não significa que você não trabalhará, mas sim que já trabalhou muito e agora fará com que seu dinheiro trabalhe para você.

Assim, você terá liberdade para se dedicar a coisas simples que você não podia antes. Por exemplo, se dedicar mais aos seus familiares e amigos, ou então ter tempo para cuidar da sua saúde.

Até porque, mais cedo ou mais tarde, todos terão que viver de renda. Isto porque corpo e mente possuem data de validade, e chega um momento que precisamos parar.

Logo, quando menos esperamos chega a aposentadoria e com ela ficamos reféns da previdência pública. Todos sabemos que a renda proveniente do INSS é baixa, e você não vai querer mudar seu padrão de vida, certo?

Por isso, é importantíssimo que desde já se inicie um planejamento. Posto que atingir o objetivo de viver de renda leva algum tempo. Por isso, fizemos este guia para você saiba como determinar e ter êxito em suas metas.

Determine quanto você precisa para viver de renda

O primeiro passo para você que pretende viver de renda é determinar quanto você precisa para isso. Logo, alguns fatores são importantes de ser considerados antes de formular um orçamento:

  • Quais são suas despesas mensais
  • Custos extras que você gostaria de ter ao conseguir viver de renda, tais como viagens
  • Sonhos de consumo que deseja realizar, caso possua
  • Se haverá dependentes
  • A cada quanto tempo pretende trocar de carro
  • Analise seu padrão de vida atual, e determine se pretende mantê-lo ou ainda aumentar

Qual o valor a ser alcançado para poder viver de renda

Neste segundo passo, você deve pegar a renda mensal estipulada no item anterior e multiplicar por 12. Assim, você terá quanto é necessário ao ano para se viver.

Obtido o resultado de sua renda anual, você deve pegar esse resultado e dividir por 0,06. Logo, esse é o valor de patrimônio que você deve alcançar para conseguir sua tão sonhada liberdade financeira. Por exemplo:

  • Vamos supor que a renda mensal por você determinada tenha sido de R$ 15.000,00
  • Ao pegarmos esses 15 mil reais e multiplicarmos por 12, teremos uma renda anual de R$ 180.000,00
  • Então agora devemos pegar esses 180 mil reais e dividir por 0,06
  • Logo teremos um valor final de R$ 3.000.000,00
  • Ou seja, para poder viver de renda, você deve alcançar o patrimônio de 3 milhões de reais

Por que devo multiplicar por 0,06

Os 0,06 significam 6%, percentual esse que representa uma rentabilidade maior que a da inflação. Além disso, é um percentual mais próximo da realidade, com boas projeções de investimento.

Ou seja, supondo que a inflação seja em média de 5% por ano. Logo, uma carteira de investimentos bem moldada deverá render algo pouco acima dos 11% por ano. Isso já descontando os custos para sua manutenção, veja:

  • A aplicarmos os 11% sobre os 3 milhões de reais acumulados, teremos uma rentabilidade anual de R$ 330.000,00.
  • Considerarmos então a inflação exemplificada de 5% ao ano. Para ter o mesmo poder de compra do ano anterior, deve-se ter acumulado então R$ 3.150.000,00 (3 milhões + 5%).
  • Logo, dos 330 mil reais acumulados, se “perde” 150 mil reais, e lhe resta apenas 180 mil reais. Ao dividirmos esses 180 mil reais por 12, chegamos na renda mensal determinada, de 15 mil reais.

Como investir para ter o retorno almejado de 6% ao ano

Para se ter uma carteira de investimentos bem moldada com retornos anuais de 6% é necessário muito estudo. Do contrário, você necessitará contar com a ajuda de um profissional.

Sabemos que investimentos podem oscilar, e não é toda carteira que irá lhe permitir alcançar os 6%. Isto porque estamos falando de um impasse entre retorno líquido x taxas e imposto de renda.

Assim, se você for muito conservador, e pretender investir apenas em títulos de renda fixa, a rentabilidade será menor. Isto porque quanto maior o risco, maior será o retorno.

Portanto, é necessário traçar um planejamento de estudo, para poder estruturar bem seus investimentos. Isso porque a zona de conforto proporcionada pelos investimentos em renda fixa não lhe fará alcançar o sonho de viver de renda.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Volatilidade e preços, como proteger sua rentabilidade?

Fernando Américo

Aposentadoria: o que muda em 2024 com reforma da Previdência

Guia do Investidor

Luta livre na Netflix: streaming investe R$ 5 bilhões no setor

Lara Donnola

Explorando o Potencial do Forex Trading: Uma Visão Detalhada sobre o que é

Guia do Investidor

Encontrando a Melhor Corretora Forex no Brasil: Sua Chave para uma Negociação de Sucesso

Guia do Investidor

Títulos de renda fixa registram recuperação após meses no negativo

Guia do Investidor

1 comentário

Feriado de Carnaval: confira o expediente da bolsa, bancos e corretoras - Guia do Investidor 01/03/2019 at 17:41

[…] O carnaval esse ano acontecerá no início do mês de março. Mesmo sendo um dos feriados mais esperados para muitos pode acabar atrapalhando os investidores que não tiverem um bom planejamento. […]

Responder

Deixe seu comentário