Guia do Investidor
180314 hidrovias do brasil
Notícias

Hidrovias do Brasil (HBSA3): empresa celebra contrato com corretora do BTG para formador de mercado

A (HBSA3) celebrou contrato de prestação de serviços de formador de mercado com o BTG Pactual Corretora. Nesse sentido, o objetivo é fomentar a liquidez das de emissão da companhia. 

Desse modo, o contrato vigorará pelo período de 12 meses a contar de sua celebração. Isto é, sendo prorrogável mediante a celebração de termo aditivo entre as partes. 

Assim sendo, a Hidrovias informou ainda que as 760.109.566 ações ordinárias de sua emissão encontram-se em circulação no mercado. Diante disso, não existe qualquer contrato com o formador de mercado regulando o exercício do direito de voto ou a compra e venda de valores mobiliários de emissão da companhia.

Hidrovias do () reverte prejuízo e tem lucro de R$ 33,2 milhões no

A Hidrovias do Brasil (HBSA3) reportou lucro líquido de R$ 33,2 milhões no 1T22. Isto é, contra o prejuízo de R$ 183,0 milhões do mesmo trimestre de um ano atrás.

Segundo a empresa, o resultado

“Reflete o efeito positivo do hedge accounting e da variação cambial, bem como melhor resultado operacional obtido em todos os corredores onde a companhia atua, que mais que compensaram a maior depreciação relacionada à maior base de ativos e os maiores impostos registrados no período”.

destacou a empresa

Desse modo, o Ebitda cresceu 313,1%, saindo de R$ 59,7 milhões há um ano para chegar a R$ 246,7 milhões neste 1T22. Assim, a margem Ebitda subiu 46,6 pontos percentuais, indo a 68,5%.

Leia mais  BB usa inteligência artificial para tirar dúvidas sobre open banking

Sobre o resultado, a Hidrovias do Brasil afirma que foi realizado

“Mesmo com custos fixos maiores decorrentes da inflação e reajustes sindicais, bem como ainda sem a contribuição da operação de Santos, que segue interrompida para reformas e modernizações previamente planejadas e comunicadas, com retorno programado para o segundo semestre de 2022”.

afirmou

Mais detalhes sobre o resultado da empresa

Desse modo, a receita líquida mais do que dobrou. Isto é, R$ 456,7 milhões, uma alta de 128,8% em relação aos R$ 199,6 milhões de um ano atrás.

Nesse sentido, o resultado “reflete o maior volume movimentado, que mais que compensou o impacto do depreciado na conversão do resultado dos corredores dolarizados”, explica a empresa.

Portanto, o Capex consolidado realizado no 1T22 foi de R$ 68,4 milhões. Isto é, sendo apenas R$ 5,6 milhões necessários para manutenção programada. Ou seja, mesmo com base de ativos significativamente maior quando comparada com o mesmo período do ano passado.

Ou seja

“devido à aquisição da Imperial Logistics –que praticamente dobrou a quantidade de barcaças e empurradores disponíveis para a operação no Corredor Sul”

explica a empresa

Logo, o Capex para expansão ficou em R$ 42,8 milhões.

Nossas redes:

Leia mais

Hidrovias do Brasil (HBSA3) reverte prejuízo e tem lucro de R$ 33,2 milhões no 1T22

Ruan Sousa

Hidrovias do Brasil (HBSA3) anuncia mudançaas na sua diretoria

Ruan Sousa

Hidrovias do Brasil (HBSA3) diz que contrato para transporte de minério da Vale (VALE3) continua em vigor

Ruan Sousa

Hidrovias do Brasil apresenta Prejuízo de R$ 187 mi no 4T21

Leonardo Bruno

Hidrovias do Brasil (HBSA3) celebra memorando com Rumo (RAIL3)

Resumo resultados 3T21: Viveo, ClearSale e Hidrovias do Brasil

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário