Guia do Investidor
345b175f3f97fea76a6be3294307a519
Carteiras Carteiras Recomendadas Outubro de 2021 Notícias Recomendações

Hora de começar do zero? Confira estas duas carteiras “repaginadas” para Outubro

Com o mês de setembro chegando ao fim, as corretoras e researchs começam a divulgar suas apostas para o novo mês que vem aí. Desse modo, a maior parte das corretoras começam a adotar as mudanças do mercado em suas .

Em especial, o e a Toro investimentos promoveram uma série de mudanças em suas carteiras e estão cheios de novas apostas para o mês! Curioso para saber quais? Confira agora mesmo!

O que esperam os analistas do BTG?

Primeiramente, temos a tradicional análise mensal do BTG Pactual. No entanto, a corretora parece estar deixando este título de tradicional para trás neste mês de outubro. Afinal, a carteira que enfrentará o novo mês veio com cinco importantes mudanças:

Os papéis de Vale (), Cyrela (CYRE3), (MGLU3), B3 (B3SA3) e PagSeguro saíram para a entrada de PetroRio (), Raízen (), Bradesco (BBDC4), SLC () e Assaí (ASAI3).

“Ganhamos exposição ao setor de energia adicionando a empresa de exploração e produção PetroRio e a produtora integrada de energia e distribuidora de combustível Raízen, duas empresas que se beneficiam de preços mais altos de energia e petróleo em todo o mundo”

BTG em relatório.

Além disso, como os preços das commodities leves continuam subindo e o real continua enfraquecendo, os corretores aumentaram sua exposição ao agronegócio com as ações da SLC. No caso do Assaí, o BTG lembrou que a empresa continuará se expandindo nos próximos anos, e as ações estão sendo negociadas a 15 vezes o resultado de 2022.

Leia mais  IRB Brasil (IRBR3) tem lucro de R$ 20,8 mi em Fevereiro

A corretora completa a carteira detalhando a entrada das ações do Bradesco na relação do mês:

“Por fim, estamos adicionando o Bradesco. As ações de sofreram uma queda em setembro e agora estão sendo negociadas a valuations muito atraentes”.

BTG em relatório.

Carteira do BTG

EmpresaTickerParticipação
BradescoBBDC410%
GerdauGGBR410%
VamosVAMO310%
RaízenRAIZ410%
PetroRioPRIO310%
Rede D’orRDOR310%
WegWEGE310%
AssaíASAI310%
Porto SeguroPSSA310%
SLCSLCE310%

Hora de virar o jogo? A carteira da Toro Investimentos

Se fizermos uma comparação entre as carteiras mensais com uma partida de futebol, a Toro investimentos foi para o vestiário perdendo de goleada no último mês. Afinal, a carteira — assim como a maior parte do mercado — sofreu com as consequências dos desafios impostos pelo mês de setembro. E você está enganando se pensa que foram poucos: primeiramente, temos o aumento da SELIC, para 6,25% ao ano na última reunião, e o IPCA acima das expectativas em agosto, com as projeções se distanciando ainda mais da meta perseguida pelo Banco Central.

Com isso, a carteira da Toro nem precisou ir para Sapucaí para sambar neste mês. A carteira tombou 10,07% apenas em setembro, enquanto o Ibovespa recuou “apenas” 6,57%. No acumulado do ano, as ações indicadas pela Toro já perderam 26,25%, diante da queda de 6,76% do principal índice da B3.

Leia mais  Melhores Ações Fevereiro 2022: confira indicações

Ou seja, a Toro vem perdendo credibilidade no mercado, mas está disposta a mudar este roteiro. Assim, a corretora promoveu a alteração de todas as ações de sua carteira para o mês de outubro:

As ações escolhidas para outubro são BB Seguridade (), Eneva (ENEV3), Gerdau (GOAU4), Suzano (SUZB3), . Cada ativo tem peso igual de 20%. Confira abaixo a relação na íntegra:

A carteira da Toro Investimentos

EmpresaCódigoPeso
BB SeguridadeBBSE320%
EnevaENEV320%
GerdauGOAU420%
SuzanoSUZB320%
UltraparUGPA320%

Assim, se a corretora vem sofrendo com as mudanças do mercado, neste mês a Toro coloca o mercado para “trabalhar a seu favor”. De acordo com a equipe, os papéis podem se beneficiar do aumento da taxa básica de juros — como a ação do setor financeiro —, da elevada demanda industrial e por celulose, ou da retomada econômica — no ramo de combustíveis. Além disso, um dos papéis faz parte de um segmento estável, o de energia renovável.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

Nossas redes:

Leia mais

Eneva (ENEV3): lucro cai 9% no 1T22, na base anual

Ruan Sousa

Rede D’Or não engrena e lucro cai 44,1% no resultado 1T22

Leonardo Bruno

Lucro da SulAmérica cai 54,7% no resultado 1T22

Leonardo Bruno

SLC Agrícola (SLCE3) lucra R$ 797 milhões no 1º trimestre de 2022

Ruan Sousa

Inflação e juros altos: a receita por trás das movimentações da bolsa hoje

Leonardo Bruno

Via (VIIA3): BTG (BPAC11) mantém recomendação neutra

Ruan Sousa