Guia do Investidor
hyperaa
Resultados 1T22

Hora de entrar no “HYPE3”? Lucro da Hypera chega a R$ 349 milhões no 1T22

A (HYPE3) registrou lucro líquido das operações continuadas de R$ 349,5 milhões no primeiro trimestre de 2022 (), o que representa um crescimento de 13,6% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) das operações continuadas cresceu 39,7% no 1T22, totalizando R$ 505,7 milhões.

image 106

A companhia explica, no documento publicado na noite desta quinta-feira (28) que o resultado é “consequência principalmente da combinação do crescimento de 24,8% do Lucro Bruto e da diluição das Despesas com Marketing, Vendas e Gerais e Administrativas”.

A receita líquida somou R$ 1,493 bilhão entre janeiro e março deste ano, alta de 27,6% na comparação com igual etapa de 2021.

image 105

O que explica a alta?

Segundo a Hypera, faturamento foi impulsionado pelo crescimento de 21,5% do sell-out orgânico, favorecido principalmente pelo desempenho registrado no primeiro bimestre de 2022 e pela contribuição do portfólio de medicamentos adquirido da Takeda.

O resultado financeiro apresentou saldo negativo de R$ 173,6 milhões no 1T22, ante R$ 41,3 milhões no 1T21. De acordo com a empresa, a variação é resultado do aumento das despesas com juros pelo maior endividamento bruto da companhia, decorrente principalmente das emissões de debêntures para o pagamento pelas aquisições recentes.

Leia mais  Quais as ações mais rentáveis da bolsa em Janeiro?

O lucro bruto totalizou R$ 939,2 milhões nos três primeiros meses de 2022, um crescimento de 62,9% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

A margem bruta foi de 62,9% no primeiro trimestre de 2022, uma redução de 1,4 p.p. na comparação com primeiro trimestre de 2021.

“A variação da margem bruta é resultado principalmente do impacto da desvalorização do real frente ao dólar no Custo do Produto Vendido, que impactou negativamente a Margem Bruta e do aumento dos outros custos em patamar superior ao aumento de preços no período”, explica a empresa.

O fluxo de operacional foi de R$ 311,8 milhões no 1T22, 106,4% superior ao 1T21.

A dívida líquida da companhia ficou em R$ 6,709 bilhões no final de março de 2022, uma redução de 30,4% em relação ao mesmo período de 2021.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

Nossas redes:

Leia mais

Hypera (HYPE3) assina acordo para compra de sociedade da Boehringer por R$ 190 milhões

Ruan Sousa

Vale, JBS e PetroRio: Confira as ações favoritas dos analistas para a semana

Leonardo Bruno

Ibovespa rumo aos 113 mil pontos? Confira os destaques da bolsa

Leonardo Bruno

Setor de saúde não “convence” investidores

Leonardo Bruno

Setor de saúde está longe de ser uma boa oportunidade de investimento?

Leonardo Bruno

Remuneração aos acionistas: BR Properties (BRPR3), Cemig (CMIG4) e Hypera (HYPE3) anunciam o pagamento de proventos

Ruan Sousa

Deixe seu comentário