Guia do Investidor
Imagem GDI
Notícias

Ibovespa fecha em leve alta e BR fora do radar de investimentos: confira o resumo dia

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Efeito Milei: Inflação na Argentina cai a menor nível desde 2022

O Instituto Nacional de Estatística e Censos da Argentina (Indec) informou nesta quinta-feira (13), que a inflação mensal em maio atingiu 4,2%. A menor taxa registrada desde fevereiro de 2022. Esse dado representa um marco importante na trajetória econômica do país, sinalizando uma desaceleração na alta dos preços após um período prolongado de inflação elevada.

A divulgação deste índice ocorre em um momento de significativas mudanças políticas e econômicas na Argentina. Recentemente, o Senado aprovou, com algumas modificações, a Lei de Bases proposta pelo presidente Javier Milei. Este projeto ambicioso visa reduzir o tamanho do Estado e promover a desregulamentação da economia, medidas que Milei acredita serem essenciais para estimular o crescimento econômico e controlar a inflação.

Entre as principais mudanças promovidas pela Lei de Bases estão a privatização de empresas estatais, a flexibilização do mercado de trabalho e a redução de impostos. Essas reformas têm como objetivo atrair investimentos estrangeiros, aumentar a competitividade e criar um ambiente econômico mais dinâmico.

Brasil fora do radar de investidores estrangeiros, diz Pinheiro Neto

“O maior e mais tradicional escritório de advocacia de São Paulo, o Pinheiro Neto está no centro das grandes transações do Brasil corporativo, frequentemente assessorando multinacionais que investem no País”, cita o Brazil Journal.

No entanto, nas conversas mantidas com colegas do exterior, o CEO do escritório, Fernando Meira, tem se deparado com uma resposta incômoda. Assim, quando indaga como os clientes desses escritórios estão percebendo o Brasil.

Recentemente, a resposta tem sido unânime: “O Brasil não está mais no radar”.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

O advogado acredita que o Brasil possui um potencial enorme. No entanto, ele adverte que o país continuará sendo apenas “o país do futuro”. Assim, se não houver um projeto nacional acordado entre as elites política e empresarial.

Leia mais  Balde de água fria na Bolsa: entenda o motivo

Dasa e Amil formam a segunda maior rede de hospitais do Brasil

A Amil e a Dasa anunciaram recentemente a criação de uma nova empresa hospitalar. Consolidando-se como o segundo maior player independente do setor, logo após a Rede D’Or.

Com foco em Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, essa transação fortalece a proposta de valor dos planos da Amil. Além disso, ajuda a Dasa a reduzir sua alavancagem, o que é crucial para o valor da empresa, ao mesmo tempo em que protege sua posição competitiva em um setor que está se consolidando em torno de grandes grupos.

A união entre esses dois players “altera a dinâmica do setor”, afirmou um executivo. “Ela estabelece um novo equilíbrio de forças em um mercado que estava inclinado para um único player”, especialmente após a aquisição da SulAmérica pela Rede D’Or.

Além disso, essa transação representa o primeiro Movimento de Fusões e Aquisições (M&A) de José Seripieri Filho, conhecido como Júnior, desde a aquisição da Amil. Em uma transação avaliada em R$ 11 bilhões de valor de empresa, realizada em dezembro passado.

Enel recebe multa de R$ 13 mi por apagões no Rio de Janeiro

A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), vinculada ao Ministério da Justiça, multou a Enel Distribuição Rio em R$ 13,067 milhões. A Senacon impôs a sanção após investigar, através de um processo administrativo sancionador, interrupções no fornecimento de um serviço público essencial. Além da demora no restabelecimento da energia elétrica pela companhia.

Senacon também penalizou a Enel Distribuição São Paulo com uma multa idêntica. Ainda, com um valor idêntico no início de junho, evidenciando um padrão de falhas na prestação de serviços por parte da empresa. Dessa forma, em diferentes regiões do país. As multas refletem a preocupação da Senacon em garantir que as concessionárias de energia cumpram suas obrigações de forma eficiente e respeitem os direitos dos consumidores.

Vale (VALE3) busca parcerias para sua plataforma de energia

Após recentes notícias na mídia sobre a busca por um parceiro para a sua subsidiária Aliança Energia, a Vale (VALE3) emitiu um comunicado. Este, reiterando que está em busca de investidores. Assim, entre os principais players do mercado de energia.

A empresa ressaltou que, até o momento, não há qualquer instrumento vinculante. E, decisão tomada em relação ao potencial parceiro para a futura plataforma de energia ou sua estrutura de capital.

A busca por parcerias é parte da estratégia da Vale para expandir sua atuação no setor de energia, aproveitando oportunidades de investimento e fortalecendo sua presença nesse mercado. A empresa busca garantir uma abordagem sólida e sustentável ao escolher seus parceiros. Levando em consideração os aspectos estratégicos e operacionais para o sucesso dessa iniciativa. Essa iniciativa reflete o compromisso da Vale em diversificar suas operações e explorar novas oportunidades de negócios.

Após a notícia veiculada pelo jornal Valor de que pelo menos três grupos demonstraram interesse – CTG, da China, Engie (EGIE3) e Neoenergia (NEOE3) – a Vale (VALE3) emitiu um comunicado. Este, esclarecendo que está em busca de investidores para a sua subsidiária Aliança Energia.

Em meio a recuperação judicial, Americanas anuncia entrada de 3 executivos

Na quinta-feira (13), a Americanas, empresa que está em recuperação judicial, informou a chegada de 03 novos executivos, mirando melhorias operacionais.

De acordo com informações, a partir do dia 17, Tiago Abate assume a vice-presidência de clientes e parceiros da companhia, enquanto Paulo Drago e Eduardo Noronha ocupam os cargos de CEO do hortifruti Natural da Terra e de vice-presidente de Gente e Gestão da varejista.

Em comunicado, foi informado que Abate já teve passagens por empresas como Citibank, Unibanco e Santander (SANB11). Mais recentemente, também foi diretor de Soluções Financeiras do Grupo Casas Bahia (BHIA3). Na Americanas, o executivo terá a missão de organizar e potencializar o uso de dados na ampliação dos negócios com clientes e parceiros, além de reformular o programa de fidelidade da empresa.

Leia mais  Só quedas: chegou a hora de comprar VALE3 barato?

B3 fará pagamento de dividendos

B3 informou que o seu conselho de administração, aprovou o pagamento de R$ 470 milhões em proventos, entre dividendos e juros sobre o capital próprio (JCP).

Segundo informações, os acionistas irão receber um total de R$ 280 milhões, equivalente ao valor bruto de R$ 0,05108332 por ação. O pagamento, já irá reduzir o Imposto de Renda na Fonte de 15% (exceto para acionistas com tributação diferenciada ou isentos), resultará em um valor líquido de R$ 0,04342082 por ação, considerando o número de ações em circulação até 31 de maio.

A empresa informou que, além dos JCP, será distribuído dividendos referentes ao resultado do 1T24, no valor total de R$ 190 milhões. Este montante equivale a R$ 0,03466368 por ação, também considerando o número de ações em circulação até 31 de maio.

Multiplan anuncia pagamento de JCP

Multiplan (MULT3) anunciou que fará o pagamento no valor bruto de R$ 145 milhões em juros sobre o capital próprio (JCP) na próxima quinta-feira, 20 de junho.

De acordo com informações, o montante corresponde a R$ 0,24816784526 por ação. 

A base nos acionistas inscritos nos registros da companhia foi até 29 de junho de 2023. A partir da data base, as ações passarão a ser negociadas ex juros. Além disso, a Multiplan informou que o pagamento dos JCP será realizado com a correspondente retenção do imposto de renda na fonte, exceto para os acionistas isentos.

Petrobras anuncia indicações para novos diretores

A presidente da PetrobrasMagda Chambriard, anunciou nesta sexta-feira, 14, três novas indicações para substituir diretores da gestão anterior da empresa. As mudanças incluem posições-chave na estatal, visando fortalecer sua administração e operação.

Sylvia dos Anjos foi indicada para assumir a diretoria de Exploração e Produção, substituindo Joelson Mendes. Sylvia é geóloga e atualmente ocupa a posição de gerente-geral na Petrobras.

Para a diretoria Financeira e de Relações com os Investidores, foi indicado Fernando Melgarejo. Ele é formado em Ciências Econômicas pela União Educacional de Brasília (UNEB), possui pós-graduação em Negócios Internacionais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e mestrado em Economia de Empresas pela Universidade Católica de Brasília (UCB). Melgarejo tem 37 anos de experiência no conglomerado Banco do Brasil e atua como diretor do fundo de pensão Previ desde 2022.

Economia brasileira cresce apenas 0,01% em abril

A economia brasileira avançou apenas 0,01% em abril, segundo dados divulgados pelo Banco Central nesta sexta-feira (14). O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), que serve como uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), ficou significativamente abaixo das expectativas de crescimento de 0,45% previstas pelo mercado, conforme pesquisa da Reuters.

Apesar do crescimento marginal, houve uma melhora em relação à queda de 0,36% registrada em março. Na comparação com abril do ano passado, o IBC-Br subiu 4,01%, e no acumulado dos últimos 12 meses, o avanço foi de 1,81%.

No primeiro trimestre, o PIB do Brasil cresceu 0,8%, impulsionado por uma inflação sob controle, aumento da renda e um mercado de trabalho aquecido, fatores que estimularam o consumo. Além disso, o Banco Central reduziu a taxa básica Selic para 10,5% ao ano, uma medida de afrouxamento monetário que deve favorecer o crédito e a atividade econômica ao longo do ano.

No entanto, há incertezas sobre a continuidade dos cortes de juros, com o Banco Central se reunindo na próxima semana e a possibilidade de interrupção do afrouxamento monetário.

Mercado Brasileiro: Ibovespa Sobe, Dólar em Alta com Fed

Hoje, sexta-feira (14), o mercado financeiro brasileiro apresentou um cenário de instabilidade, com o índice Ibovespa registrando uma pequena alta de 0,08%, encerrando o dia em 119.662,38 pontos. Apesar do avanço, o índice não conseguiu superar a marca dos 120 mil pontos.

Leia mais  Cosan anuncia aquisição de participação na Vale e ações despencam

A incerteza em relação ao planejamento fiscal no Brasil e as dúvidas sobre a direção das taxas de juros nos Estados Unidos foram os principais fatores que contribuíram para essa volatilidade. No entanto, o mercado brasileiro conseguiu manter-se no verde.

O destaque do dia foi o discurso do ministro Fernando Haddad, que enfatizou a necessidade de revisão dos gastos primários, tributários e financeiros, sendo essa abordagem bem recebida pelos investidores e contribuindo para acalmar os ânimos.

No cenário internacional, as declarações mais rígidas do Federal Reserve (Fed) sobre a possibilidade de a inflação não atingir a meta de 2% antes de 2026 impactaram o humor dos investidores, resultando em um fechamento misto das bolsas no exterior. Apesar disso, o índice Nasdaq registrou seu quinto recorde consecutivo de fechamento.

Greve na ANP preocupa diretor

O diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Rodolfo Sabóia, manifestou preocupação com os possíveis efeitos da Operação Valoriza Regulação, deflagrada pelo Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Reguladoras Federais (Sinagências). Em carta enviada à ministra de Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, e a outros ministérios, Sabóia expressou apoio ao movimento, mas destacou os impactos negativos que podem surgir.

Entre as atividades afetadas pela mobilização dos servidores, Sabóia destacou a distribuição de participações governamentais, que totalizam cerca de R$ 8 bilhões mensais repassados à União, estados e municípios. A paralisação também pode prejudicar a concessão de autorizações para importação de combustíveis, a fiscalização de postos de combustíveis e a emissão de licenças para operação de plataformas e refinarias, atividades essenciais para a economia nacional.

Sabóia enfatizou que a ANP já enfrenta uma situação de fragilidade devido à limitação de pessoal e cortes orçamentários contínuos, que dificultam o desenvolvimento de sistemas automatizados e a contratação de apoio adicional. Ele revelou que a agência teve que dispensar mais de 30 profissionais de tecnologia devido à falta de recursos, comprometendo a segurança cibernética.

Desde 2013, o orçamento da ANP foi reduzido drasticamente, passando de R$ 397 milhões para apenas R$ 134 milhões em 2024. Ao mesmo tempo, as responsabilidades da agência aumentaram, mas o quadro de servidores, projetado há mais de 25 anos, não foi atualizado. A evasão de funcionários, em busca de melhores salários e oportunidades, agrava ainda mais a situação.

Gripe Aviária: SP libera eventos com aves sob protocolos

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo autorizou a retomada de exposições, torneios, feiras e outros eventos que envolvam a aglomeração de aves em todo o estado. A medida, divulgada através da Portaria 22 da Coordenadoria de Defesa Agropecuária, estabelece rigorosos protocolos de segurança biológica para prevenir a propagação da influenza aviária, doença que afeta aves e, em casos raros, pode ser transmitida aos humanos.

Os eventos agora devem cumprir requisitos específicos, incluindo o controle estrito das fontes de água e alimentação das aves, implementação de protocolos detalhados de limpeza e higienização, além da presença obrigatória de um médico veterinário responsável pela supervisão da saúde dos animais participantes. A medida visa reduzir significativamente o risco de disseminação da doença entre aves domésticas durante esses encontros.

Apesar da liberação geral, municípios do litoral paulista, como Bertioga, Cananeia, Caraguatatuba, Cubatão, Guarujá, Iguape, Ilha Comprida, Ilhabela, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos, São Sebastião, São Vicente e Ubatuba, permanecem restritos de realizar tais eventos. Essa proibição se deve à preocupação com o contato potencial entre aves domésticas e migratórias, estas últimas podendo estar infectadas com o vírus da influenza aviária.

Essas medidas são essenciais para proteger a saúde das aves no estado de São Paulo e para mitigar os riscos de propagação de doenças aviárias em áreas sensíveis, como o litoral, onde a interação entre aves migratórias e domésticas é mais comum.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa abre em alta com principais ativos em ganhos curtos

Paola Rocha Schwartz

Acionista da Americanas eleva participação à 12,5% das ações

Paola Rocha Schwartz

Vale e BHP firmam acordo sobre reclamações no Reino Unido e Holanda

Márcia Alves

Inflação na Argentina cai, mas ainda impacta o bolso da população

Paola Rocha Schwartz

Ibovespa inicia com alta com maioria dos ativos em ganhos

Paola Rocha Schwartz

Ibovespa abre em alta significativa, registrando amplos ganhos

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário