Guia do Investidor
2022 04 01t130352z 1 lynxnpei301xq rtroptp 4 macro pmi industria
Agência Brasil Notícias

Indústria de máquinas perde 3,7% da receita liquida de vendas

No primeiro semestre deste ano, a indústria brasileira de máquinas e equipamentos acumulou queda de 3,7% na receita líquida de vendas, na comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo dados divulgados hoje (27) pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), a receita líquida total do setor no semestre somou R$ 150,6 bilhões.

A receita interna somou R$ 121,2 bilhões, queda de 4,8% em relação ao mesmo período de 2021, enquanto o aparente ficou em R$ 187,5 bilhões, o que representou uma queda de 7,3% na mesma comparação.

Por outro lado, as exportações cresceram 29,2% no semestre, totalizando cerca de US$ 5,6 bilhões. As importações também cresceram, com aumento de 10,7% ante o primeiro semestre do ano passado, somando US$ 11,6 bilhões.

Outro indicador que apresentou alta no período foi o de empregos. Puxado pelo aumento da produção e de vendas, principalmente aos que atendem ao agrícola e de construção civil, o setor registrou aumento de 8,4% no semestre, com a indústria de máquinas e equipamentos passando a empregar um total de 395 mil pessoas.

Leia mais  Stone aumenta oferta pela Linx (LINX3) e altera termos

Junho

Considerando-se apenas o mês de junho, o balanço divulgado hoje pela Abimaq revela redução nas receitas líquidas de vendas, que somaram R$ 26,8 bilhões. Houve queda tanto em relação ao mês de maio (-5,6%) quanto na relação anual (-1,8%).

As vendas ao mercado externo somaram US$ 1,03 bilhão em junho, o que representou um crescimento de 20,1% na comparação anual. No entanto, em relação a maio, houve queda de 4,9%.

Quanto às importações, após elas terem crescido quase 15% em maio, no mês de junho elas voltaram a recuar (-9,9%), atingindo US$ 1,8 bilhão. Em relação ao ano passado, houve estabilidade (0,9%).

Apesar do balanço negativo no do mês e do semestre, a associação manteve a perspectiva de crescimento para o ano. Segundo a Abimaq, o mercado doméstico deve apresentar alta de 5,8% em 2022. Para o mercado total, a expectativa é de fechar o ano com aumento de 3,8%.

Fonte: Agência Brasil

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Empresas poderão renegociar dívidas com o Fisco com 70% de desconto

Agência Brasil

Dólar cai para R$ 5,07 e fecha no menor nível em dois meses

Agência Brasil

Desemprego registra queda em 22 unidades da federação

Agência Brasil

Pronaf disponibilizará R$ 60 bi para financiar Plano Safra 2022/23

Agência Brasil

Auxílio Brasil é pago hoje a beneficiários com NIS final 4

Agência Brasil

PIX não faz bancos perderem dinheiro: entenda

Agência Brasil

Deixe seu comentário