Guia do Investidor
http com.ft .imagepublish.upp prod eu.s3.amazonaws
Resultados 2T22

Investe nas FAANGs? Então confira o desempenho de Google e Microsoft no resultado 2T22

Se você é um investidor mais experiente no mercado, com certeza já ouviu falar (e até mesmo investe) nas FAANGs: Faceboook, Apple, , e .

As companhias representam a elite do setor de global, e se tornaram as queridinhas dos internacionais devido a suas margens atrativas. No entanto, nem mesmo estes grandes nomes do mercado global estão isentas de responsabilidades, e precisam informar seus acionistas de seus destaques operacionais periodicamente.

A hora chegou, e a americanas está acontecendo a toda velocidade em Wall Street.

Neste contexto, o Guia do Investidor traz para você os destaques operacionais de duas destas companhias que divulgaram nesta terça-feira, seus destaques operacionais.

Lucro da cai a US$ 16 bi no 2TRI, mas receita cresce

A Alphabet, controladora do Google, teve lucro líquido de US$ 16 bilhões no 2TRI, com lucro ajustado por ação de US$ 1,21, inferior aos US$ 18,525 bilhões, ou US$ 1,36 por ação, de igual período do ano passado.

Leia mais  Na Ambev, situação será amarga no 2T22?

O resultado ficou abaixo da previsão de US$ 1,27 por ação. A receita da empresa, porém, subiu 13%, na comparação anual, para US$ 69,685 bilhões. A receita do segmento de buscas do Google cresceu de US$ 35,8 bilhões para US$ 40,689 bilhões, na mesma comparação. Também houve avanço na receita com o serviço de nuvem, Google Cloud.

Lucro da Microsoft sobe 2% no 4TRI fiscal, receita cresce 12%

Ademais, a Microsoft registrou lucro de US$ 16,7 bilhões no 4TRI fiscal de 2022, 2% mais que no mesmo período do ano passado, enquanto a receita subiu 12%, para US$ 51,9 bilhões.

Ajustado por ação, o lucro ficou em US$ 2,23, abaixo a expectativa de US$ 2,29. Em comunicado aos investidores, a Microsoft cita como problemas no período oscilações de câmbio “não favoráveis”, a continuidade das paralisações de produção na China, redução com gastos de publicidade e a redução de operações na Rússia.

Como destaques, apontou o crescimento de 26% na receita do LinkedIn, de 9% na receita de serviços e produtos comerciais e para consumidor e de 19% nos produtos Dynamics. Em todo o ano fiscal de 2022, a receita da empresa foi de US$ 198,3 bilhões, com alta anual de 18%, e lucro líquido de US$ 72,7 bilhões, alta de 19%.

Leia mais  Google é notificado pelo Procon sobre bloqueio de aparelhos roubados

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das no Brasil: abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Meta, Google e Twitter assinam acordo para combater fake news

Ruan Sousa

As melhores BDRs para Junho? Confira as indicações da MyCap

Leonardo Bruno

Microsoft (MSFT34) corta orientação de vendas e lucros no trimestre citando dólar forte

Ruan Sousa

Na dúvida do que comprar na primeira semana de Junho? Confira as dicas de duas corretoras

Leonardo Bruno

Google é notificado pelo Procon sobre bloqueio de aparelhos roubados

Guia do Investidor

FAANGs e ETFs: confira as ações americanas favoritas dos investidores brasileiros

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário