Guia do Investidor
riscos dos investimentos o que sao quais sao eles e como diminui los 4
Notícias

Investimentos de Private Equity e Venture Capital ultrapassam R$ 28 bilhões no primeiro semestre

Aportes em companhias brasileiras cresceram 13,8% na comparação com o mesmo período do ano passado

Os aportes dos fundos de Private Equity e em brasileiras superaram R$ 28,1 bilhões no primeiro semestre deste ano, valor 13,8% superior aos R$ 24,7 bilhões investidos no mesmo período de . O crescimento foi especialmente impulsionado pelos recursos aplicados entre os meses de abril, maio e junho deste ano. Os dados são de pesquisa trimestral realizada pela KPMG e a Associação Brasileira de e Venture (ABVCAP).

Entre abril e junho, os aportes em Private Equity alcançaram R$ 11,3 bilhões, alta de 117,3% com relação ao primeiro trimestre, e destaque para os no setor financeiro. Já em Venture Capital, o volume foi de R$ 5,2 bilhões, uma queda de 18,8% em relação aos três primeiros meses deste ano.

“Mesmo com todas as adversidades, o continua sendo um destino extremamente relevante para esses investimentos, como evidenciado pelos resultados do semestre. Além disso, vale destacar que o aumento dos recursos aplicados está diretamente relacionado com o fortalecimento do ambiente de negócios e, consequentemente, à geração de mais oportunidades no nacional”, afirma o sócio-líder de Private Equity e Venture Capital da KPMG no Brasil”, Roberto Haddad.

As empresas de tecnologia ligadas aos setores financeiro e de seguros ( e insurtechs) receberam 21% dos investimentos dos fundos de venture capital no primeiro trimestre do ano. Já as retailtechs, startups do setor de varejo, responderam por 12% dos recursos, enquanto as healthtechs, companhias do setor desaúde, ficaram com 11% dos aportes.

“Ainda que o ambiente de negócios mais desafiador para as empresas de Tech, as incertezas relacionadas à guerra e ao período eleitoral possam influenciar as negociações, o Brasil segue apresentando grande potencial de expansão”, diz o presidente da ABVCAP, Piero Minardi.

“O equilíbrio entre os valores consolidados em Private Equity e em Venture Capital demonstram que, em ambos os casos, os estão focados em um crescimento de longo prazo e, por isso, mantendo o fôlego para preservar recursos e avaliando os riscos”, destaca.

Investimentos semestrais

image 386

Investimentos trimestrais

image 387

2º trimestre 22 — Setores de PE&VC com maiores números de empresas investidas

image 388

2º trimestre 22 — Setores de VC com maiores números de empresas investidas

image 389
Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Quase metade das fintechs brasileiras receberam investimentos nos últimos anos, mostra estudo da Deloitte e Abstartups

Guia do Investidor

Veja como fica o mercado de investimentos com a taxa Selic a 13,75%

Guia do Investidor

Fundos registram mais resgates do que aportes em julho

Guia do Investidor

Órigo Energia anuncia novo investidor e projeta investimento de R$ 4 bilhões no setor de geração compartilhada até 2024

Guia do Investidor

Investimentos em crédito privado bateram recordes positivos

Guia do Investidor

Oportunidades históricas que não podemos perder

Autor Convidado

Deixe seu comentário