Guia do Investidor
ipo comerc
IPOs Notícias

IPO da Comerc vem aí para levantar R$ 1,4 bilhão

A holding do setor de energia Comerc lançou ontem seu IPO com 87% da oferta garantida por 8 gestoras de investimentos – no piso da faixa. As âncoras são: Atmos Capital (R$ 300 mi); Truxt (R$ 190 mi); Núcleo, Verde e Brasil Capital (R$ 150 mi cada); Itaú Asset e Neo Investimentos (R$ 100 mi); e Vinci Partners (R$ 83 mi).

Dessa forma, as gestoras se comprometem a comprar R$ 1,223 bilhão de uma oferta de R$ 1,4 bi no piso da faixa. Aliás, o piso da faixa indicativa vai de R$ 16,87 a R$ 18,56. Portanto, a Comerc possui um valuation de R$ 4,1 bilhões no pre-money. De acordo com o prospecto, as gestoras âncoras vão receber uma opção para comprar 60% do valor da ancoragem no preço do IPO ajustado pelo CDI, para daqui 18 meses.

A Comerc possui negócios não só em gestão de energia, mas também em trading, gestão de gás, eficiência energética, geração distribuída, autoprodução, comercialização varejista e até mesmo internet of things. Assim sendo, vale destacar que a companhia faz a gestão de contratos que representam 16% do mercado livre. De acordo com estimativa de gestor ouvido pelo Brazil Journal, 40% do valuation da Comerc vem do negócio de geração distribuída. Além disso, 35% da geração centralizada e 25% serviços e trading.

Entretanto, logo após o IPO a companhia irá se fundir com ativos de energia da Perfin Investimentos. Portanto, com a fusão, a Comerc terá acesso a três projetos da Casa dos Ventos, a maior desenvolvedora de projetos eólicos no Brasil.

Leia mais  Criptomoedas: porque capitalistas de risco de vários bilhões estão se interessando por elas?

Por fim, vale destacar que a precificação das ações ocorrerá no dia 8, e sua estreia será após o feriado do dia 12. Itaú BBA é o coordenador líder da operação, que também conta com BTG Pactual, Credit Suisse, XP e Citi.

Faça parte do melhor grupo de investidores no Telegram: Entrar no Grupo

Siga nossas redes e não fique desatualizado do mercado:

Leia mais

IPO Tok&Stok | Tok&Stok Ações: empresa pode ir para bolsa?

Leonardo Bruno

IPO do TradersClub (TRAD3) foi um erro: entenda porque

Leonardo Bruno

O mar não está para peixe: 5 empresas já desistiram de seu IPOs em 2022

Leonardo Bruno

IPO da Vero, provedora de internet, é cancelado

Diogo Albuquerque

Os melhores e os piores IPOs de 2021: Veja o ranking

Leonardo Bruno

IPO Self It Academias: companhia protocola oferta na CVM