Guia do Investidor
ipo mater dei
IPOs Notícias

IPO Mater Dei sai com desconto de 20%, a R$ 17,44. Vale a pena?

Após ser “forçada” a reduzir sua meta de preço, a levantou R$ 1,4 bilhão em seu . O motivo da redução do preço é o cenário desafiador e ainda uma confrontação direta no seu “domínio”, agora que a Rede D’Or entrou em BH.

Dessa forma, a companhia vendeu 92,8 milhões de ações a um preço de R$ 17,44 cada. Isto é, um desconto de 20% em relação a faixa indicativa inicial.

Contudo, a queda do preço foi boa para grandes gestoras long-only, como Squadra, Velt, Equitas e Truxt, que ficaram com boa parte da oferta. Além disso, destacar que a demanda do varejo chegou a 18% da oferta, mas apenas 10% foi alocado para a categoria. O free float da Mater Dei é de 23%.

De acordo com alguns gestores, a Mater Dei chega à com um múltiplo de 16x EBITDA. Espera-se um ainda no primeiro semestre de 2021, adicionando R$ 25 milhões ao EBITDA. Entretanto, caso não haja, o EBITDA esperado é de R$ 320 milhões. Dessa forma, estreia com um valuation de R$ 6,4 bilhões.

Leia mais  Com alta de 51% na receita, Mater Dei lucra R$ 37 milhões no 1T22

Investir em Mater Dei?

De acordo com a Levante, não é uma boa opção de investimento no momento. Isto pois a companhia ainda tem um tamanho muito pequeno. Possui um modelo de negócios bem estruturado, além de ter um ecossistema integrado e boa gestão. Contudo, a Mater Dei ainda possui uma atuação regional.

“A companhia não tem experiência em M&A. Dessa forma, a oferta deveria vir com um desconto maior em relação às ações da Rede D’Or e Hapvida [HAPV3]/Intermédica [GNDI3] em termos de múltiplos EV/EBITDA.”

disse a Levante alguns dias antes da captação da Mater Dei.

Além disso, a Levante pontuou a concorrência maior no seu principal , agora que a Rede D’Or está entrando no mercado de Belo Horizonte.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Com alta de 51% na receita, Mater Dei lucra R$ 37 milhões no 1T22

Leonardo Bruno

Mater Dei (MATD3) oficializou a conclusão da aquisição de 98,07% do Hospital Emec

Ruan Sousa

Resumo Resultados 4T21: Grupo Mateus, Mater Dei e Lupatech

Leonardo Bruno

Mater Dei (MATD3) anuncia concretização da compra de hospital em Uberlândia

Ruan Sousa

Mater Dei (MATD3) compra mais um hospital em Uberlândia

Victor Rodrigues

Rede Mater Dei (MATD3) anuncia aquisição do EMEC, hospital de Feira de Santana, na Bahia

Victor Rodrigues

Deixe seu comentário