Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Itaúsa (ITSA4) avança em governança corporativa e estratégia de alocação de capital

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Itaúsa (ITSA4), holding brasileira de investimentos, viveu um ano especial em 2021, obtendo a marca recorde de um milhão de investidores diretos e indiretos, avançando em sua estratégia de alocação eficiente de capital e aprimorando sua estrutura de governança corporativa, em alinhamento com as melhores práticas no tema.

Esses foram alguns dos principais destaques do Relato Integrado 2021, documento alinhado às diretrizes do International Integrated Reporting Council (IIRC), que é referência internacional de transparência em aspectos ambientais, sociais e de governança (ESG), e divulgado pela holding na última sexta-feira (1º).

O documento avalia temas como estrutura de governança, modelo de negócios, indicadores financeiros e operacionais de 2021, e as principais iniciativas de gestão de pessoas e de impactos socioambientais diretos e indiretos.

Leia mais  Com nova administração, ações da Petrobras podem crescer, diz BTG

Para este ano, a Itaúsa realizou a revisão da sua matriz de materialidade, ampliando o universo de stakeholders para a definição de temas prioritários.

Foram ouvidas mais de 13 mil pessoas, entre analistas de mercado, agências de rating, organizações reguladoras, companhias do portfólio, investidores institucionais, acionistas minoritários, colaboradores e fornecedores.

A partir disso, a holding conseguiu evoluir na definição dos temas materiais considerados em seu planejamento estratégico.

Os resultados positivos e os progressos na gestão seguiram acompanhados do crescimento de nossa base de acionistas, que atingiu um milhão de investidores, sendo mais de 99% do total composto por pessoas físicas. Preocupados com o correto entendimento do nosso negócio por esse público, avançamos em diversas frentes de comunicação em 2021 e aprimoramos nossos materiais de divulgação, buscando tornar a Itaúsa mais acessível e transparente para nossos diversos públicos de interesse”, afirma Alfredo Setubal, presidente da Itaúsa.

Estratégia eficiente de alocação de capital

A holding avançou na estratégia de alocação eficiente de capital, com aumento da exposição a investimentos de segmentos não financeiro, como Aegea, Copa Energia e NTS, e desinvestimento parcial de ativos não estratégicos.

Estes foram movimentos que demonstraram a atenção da Administração na execução da estratégia de alocação eficiente de capital e cultura compartilhada, sempre visando a perenidade dos negócios e criação de valor para o acionista e sociedade no longo prazo”, detalha Setúbal.

Governança corporativa

Para fazer frente aos desafios e complexidades do negócio, a Itaúsa reforçou a governança corporativa em 2021.

Leia mais  Itaú (ITUB4) traz AppleCare ao Brasil para seus clientes

Pela primeira vez, membros independentes foram eleitos para compor o Conselho de Administração, uma decisão alinhada com avançados padrões de governança, e que tem aprimorado o nível das discussões por meio do incremento na diversidade de experiências e de opiniões que passaram a ser consideradas.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Raízen divulga prévia operacional do 1T24: confira o resumo do dia

Márcia Alves

Itaúsa autoriza emissão de debêntures no valor de R$ 1,3 bilhão

Paola Rocha Schwartz

Petrobras: Desembargador reverte decisão de afastamento de conselheiro

Rodrigo Mahbub Santana

Conselho Petrobras: confira quem são os 9 membros ativos

Rodrigo Mahbub Santana

Itaúsa tem lucro líquido de R$ 3,46 bilhões no 4T23

Márcia Alves

Itaúsa (ITSA4) pagará R$ 5,6 bilhões de dividendos e JCP

Mateus Sousa

Deixe seu comentário