Guia do Investidor
carteirasmallcap
Carteiras Semanais Recomendações

Já decidiu o que comprar na Semana? Confira as melhores indicações!

Mais uma semana está começando no mercado de capitais e, com ela, surgem novas oportunidades para se investir a curto prazo. No entanto, encontrar boas é sempre uma tarefa complicada. Por outro lado, temos o auxílio dos principais analistas e casas de análises do mercado, que semanalmente divulgam suas apostas para dar base aos investidores mais “perdidos”.

Pensando nisso, nós do Guia do Investidor trazemos para você as seleções de duas importantes casas de análises: A Terra e a Ativa ! Confira agora mais detalhes!

O que esperam os analistas da Terra?

Para esta semana, entre 17 e 21 de janeiro, a Terra Investimentos adicionou a PetroRio (PRIO3) à sua carteira de ações recomendadas.

Para dar espaço à companhia do setor de petróleo, a corretora tirou a elétrica Cemig (CMIG4) do portfólio.

Na última semana, a ação que se destacou na carteira da Terra foi a (), que subiu 7,98%, seguida pela (B3SA3), com alta de 6,23%.

Os papéis puxaram o desempenho do portfólio para o lado positivo, que fechou a semana com alta de 5,05%, frente a 3,91% do Ibovespa (IBOV).

Leia mais  Itaú BBA acredita que tendências operacionais sugerem recuperação contínua pós-pandemia para a Gol (GOLL4)
EmpresaTicker
CyrelaCYRE3
PetroRioPRIO3
brMallsBRML3
BBDC4
B3B3SA3

O que esperam os analistas da Ativa?

Após perder a corrida para o Ibovespa (IBOV) na semana passada por um placar de 2,84% a 4,10%, a Ativa Investimentos decidiu renovar a maior parte de sua carteira semanal. Apenas o Magazine Luiza () e a Ambev () escaparam da degola. Os demais papéis foram substituídos.

Assim, Raia Drogasil (RADL3), Cemig (CMIG3) e SLC Agrícola (SLCE3) perderam seus lugares para Bradesco (), BB Seguridade () e BRF (BRFS3). Segundo Jorge Bittar, analista técnico que assina o relatório da Ativa, o Ibovespa operou, nos últimos dias, com uma força compradora acima da média, justificando a valorização acumulada na semana.

Além disso, o movimento permite que o principal índice da B3 tente romper os tetos dos 108.500 e 109.000 pontos nos próximos dias.

EmpresaCódigo
AmbevABEV3
BB SeguridadeBBSE3
BradescoBBDC4
BRFBRFS3
Magazine LuizaMGLU3
Avalie este post:
[Total: Média: ]

Nossas redes:

Leia mais

Deu ruim para a Magalu: Lucro desaparece e prejuízo chega a R$ 161 milhões no 1T22

Leonardo Bruno

B3 (B3SA3) lança fundo L4 Venture Builder para investir em negócios com alto potencial de crescimento

Ruan Sousa

Cyrela (CYRE3) registra lucro de R$ 162 milhões no 1º trimestre

Ruan Sousa

BrMalls (BRML3): empresa registra incremento de 41,7% na receita líquida, no 1T22, na base anual

Ruan Sousa

B3 (B3SA3): lucro e receita apresentam contração no 1T22

Ruan Sousa

Magalu no mundo das fintechs? Empresa anuncia lançamento de serviços de crédito e ações disparam

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário