Guia do Investidor
Legaltech: o que é? Legaltech Brasil
Guias

Legaltech: o que é? Legaltech Brasil: tudo sobre novo conceito

O mercado jurídico parece que parou nos anos 80, com processos muito analógicos, a com auxílio da tecnologia, que está sendo cotada para mudar isso no .

Confira!

O que é Legaltech?

Legaltech usa novas tecnologias, da inteligência artificial à tecnologia , para oferecer serviços jurídicos de forma melhor e mais eficiente e nos ajudar a enfrentar os encargos regulatórios e de conformidade de forma mais eficiente e eficaz.

Desse modo, a tecnologia no setor jurídico também está sendo referida como tecnologia legal, tecnologia de direito (tecnologia de direito) e tecnologia regulatória (reg tech).

Historicamente, o termo tecnologia jurídica está sendo usado para se referir à tecnologia de escritório de advocacia usada para ajudar na gestão da prática, contabilidade, faturamento, armazenamento e recuperação de documentos

No entanto, por volta de 2011, o termo evoluiu para englobar soluções que facilitam o acesso à justiça para o público, às vezes sem envolver um advogado, e conectando o público a advogados por meio de marketplaces online e serviços correspondentes.

Em 2019, a indústria gerou US$ 17 bilhões em todo o mundo. O mercado de startups de direito e tecnologia deve crescer a uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 28% e alcançar receitas de US$ 2,5 bilhões até 2025. De acordo com diversos especialistas, a tecnologia está sendo considera como “o motor da indústria jurídica”.

Isso porque está sendo cotada para suceder o processo de transformação digital. O objetivo da LegalTech não têm muito segredo, porque vem para simplificar as operações, otimizar os fluxos de trabalho atuais.

E melhorar a gestão geral de conhecimentos e informações existentes em escritórios de advocacia ou empresas.

Isso está sendo muito usado por aqueles advogados ligados à tecnologia. Legaltech o que brasil

Soluções tecnológicas legais facilitam a vida dos profissionais. Dessa maneira, a tecnologia no setor jurídico desempenha um papel inevitável porque eles fornecem diversos benefícios aos escritórios de advocacia.

Leia mais  Bookbuilding: O que é? Aprenda tudo sobre e como funciona

Indústria jurídica está congelada

O título acima pode ser interpretado como uma afronta para os advogados mais tradicionais. No entanto, seria mais uma forma de chamar atenção para uma reflexão. Isso porque a indústria jurídica pode ser analisada amplamente como uma indústria conservadora e tradicional.

Ainda mais com a chegada das diversas tecnológicas, ainda não teve uma grande mudança. Isso está acontecendo mesmo com a chegada da Law Technology, podemos observar que “em 50 anos, a experiência do cliente na maioria dos escritórios de advocacia mal mudou”. Legaltech o que brasil

As razões para isso incluem o fato de que os escritórios de advocacia enfrentam incentivos mais fracos de corte de custos do que outras profissões (uma vez que eles passam desembolsos diretamente para seu cliente) e são vistos como avessos ao risco (como um pequeno erro tecnológico pode ter consequências financeiras significativas para um cliente).

No entanto, o crescimento das contratações por empresas de advogados internos e sua crescente sofisticação, juntamente com o desenvolvimento de e-mails, tem levado os clientes a colocar aumento de custo e tempo em seus advogados.

Além disso, há incentivos crescentes para que os advogados se tornem tecnologicamente competentes.

Isso é muito interessante porque mesmo no Brasil existe a saturação do mercado. Que por consequência está levando muitos advogados a procurar formas de competir de ponta.

O crescimento exponencial do volume de documentos (principalmente e-mail) que devem ser revistos, acelerando muito a adoção da tecnologia usada no eDiscovery. Com elementos de linguagem de máquina e inteligência artificial sendo incorporados e serviços baseados em nuvem sendo adotados por escritórios de advocacia.

Stanford Law School criou o CodeX, o Center for Legal Informatics, um centro de pesquisa interdisciplinar, que também incuba empresas iniciadas por estudantes de direito e cientistas da computação.

História sobre a LegalTech

A LegalTech está usando tecnologia e software para ajudar os advogados a fornecer serviços jurídicos de forma mais eficiente.

Leia mais  Gigante de TI Oracle lança sua própria Blockchain em nuvem

Isso pode tornar a vida dos advogados mais simples e fácil, pois automatiza processos jurídicos repetitivos. Cria documentos dinamicamente e oferece soluções de IA para permitir que os advogados vejam padrões que os cérebros humanos não podem para serem mais eficazes em seus trabalhos.

Então, o que o cliente tem a ver com isso?

Se há uma coisa que os advogados são conhecidos, é o seu alto custo. Mas os altos custos que o cliente precisa pagar não são apenas para a prestação de perícia jurídica.

De fato, em uma pesquisa divulgada pela Thomas Reuters em 2016, mostra e ressalta que as tarefas administrativas tomam um terço ou mais do dia de muitos advogados. Assim, um terço de todos os custos são de fato para a administração. Legaltech o que brasil

O campo do direito está atormentado por tarefas administrativas e a necessidade de realizar extensas pesquisas jurídicas até mesmo para as menores consultas.

Nesse sentido, essas tarefas muitas vezes repetitivas podem facilmente ocupar uma grande parte do tempo de um advogado.

O que resulta em um advogado gastando uma quantidade desproporcionalmente pequena de tempo praticando direito. Desse modo, as tarefas incluem relatório de tempo, faturamento, arquivamento, revisão de documentos, montagem de documentos e gerenciamento de projetos.

Os clientes não são os únicos que estão sofrendo neste cenário. Isso porque advogados profissionais altamente treinados. E, portanto, ter que gastar tanto tempo em tarefas mundanas combinadas com a pressão aplicada para faturar por uma quantidade mínima de horas por semana, não faz maravilhas para a motivação.

O que pode ser bastante estressante especialmente quando eles são solicitados a trabalhar cerca de dez horas ou mais por dia.

  Legaltech o que brasil

Justpoint e New Era estão entre amigos na captação de capital para trazer a indústria jurídica para a era digital, com muitos deles também aproveitando a IA.

No início deste mês, a Zero Systems trouxe US$ 12 milhões em financiamento da Série A para seu software que automatiza grande parte dos escritórios de advocacia de fluxo de trabalho manual que lidam todos os dias.

Leia mais  Subscrição de Ações: o que é? Entenda como funciona

Isso já está acontecendo nos Estados Unidos e Canadá. No Brasil ainda está um pouco mais difícil a adoção, ou até mesmo a procura por essas startups. Legaltech o que brasil

Em fevereiro, a Ex Parte, uma startup da SaaS que usa IA, levantou US$ 7,5 milhões em financiamento da Série A. Além disso, a plataforma de contratos Common Paper garantiu US$ 4,5 milhões em financiamento semente.

“Há um entusiasmo crescente por tecnologia jurídica há algum tempo”, disse Zack Hutto, diretor de assessoria dentro da prática legal e de conformidade do Gartner, ao TechCrunch. “Os gastos com direito societário aumentaram 50% e estamos projetando que os orçamentos farão um aumento triplo até 2025.”

Ele citou uma reportagem do Crunchbase News de setembro que mostrou que o financiamento de capital de risco em tecnologia legal ultrapassou US$ 1 bilhão, o que foi um valor recorde em comparação com anos anteriores.

Isso não foi algo que Hutto se surpreendeu, dizendo que era a prova de toda a demanda. O que resultou em VCs querendo pegar um pedaço da torta.

Os departamentos jurídicos corporativos estão gastando milhões de dólares, mas não estão usando tecnologia tanto quanto você poderia esperar.

Como destacado anteriormente, a profissão jurídica estava mais isolada da tecnologia e da transformação digital.

De modo que a tendência das startups que entram estava prestes a acontecer.

Embora ainda haja algum ceticismo de quão transformadoras essas ferramentas serão.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as notícias mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Ocean Protocol O que é? Ocean Protocol Projeto: tudo sobre

Erick Morais

Binance vai lançar Crypto Card para refugiados ucranianos forçados a deixar a Ucrânia

Guia do Investidor

4 mitos sobre as Criptomoedas para “cair por terra”

Autor Convidado

Ecossistema blockchain de Furnas será baseado na plataforma Corda, da R3

Gabriel Tavares

Champions Ascension NFT | Champions Ascension Coin: tudo sobre game

Gabriel Tavares

Deixe seu comentário