Guia do Investidor
linx logo 1
Notícias

Linx é investigada pela CVM após compra da Stone

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Nesta semana, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu processos administrativos envolvendo a famosa empresa de software para varejo, a Linx (LINX3).

Houve a abertura de processo apenas dois dias depois da divulgação de fusão da companhia com a StoneCo (STNE).

Um dos processos se dá por conta de notícias, fatos relevantes e comunicados inadequados. O outro tema está relacionado a incorporação das companhias.

Algumas reclamações ocorreram por parte de profissionais do mercado a respeito do vazamento de informações.

Dessa forma, há rumores de que o vazamento de informações e dados da fusão das companhias foram vazadas propositalmente, justamente para que os investidores lucrassem antes do anúncio oficial.

Nesta semana, a StoneCo (STNE) informou que haveria um acordo que selaria a união do seu segmento de software com a Linx (LINX3). A operação envolveria recursos monetários e ações avaliadas, aproximadamente, em R$ 6,4 bilhões.

Dentro desse contexto, a ação da Linx finalizou com um crescimento de 31,5% no pregão. O percentual citado foi um dos maiores que a empresa já conseguiu com seus papéis.

Mais tarde, a Linx (LINX3) fez a publicação do fato relevante, no qual informava suas negociações em fase final para a futura fusão da companhia com a Stone.

Por fim, outro processo emitido pela Comissão de Valores Mobiliários está relacionado a operação da incorporação. Houveram algumas reclamações por parte de investidores alegando que os acionistas minoritários da Linx poderiam ser colocados em desvantagem, com base nas tratativas das operações com a StoneCo (STNE).

A união da Stone e Linx pretende transformar o mercado de pagamentos

Ademais, segundo o CEO da Linx (LINX3), Alberto Menache, a incorporação das companhias está associada a questão da escala.

Em suma, a Stone nasceu no segmento de pagamentos e a Linx levaria muito tempo para entrar no mercado de pagamentos. Portanto, a incorporação resultaria em uma aceleração importante para ambas as companhias.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Sistemas de gestão da Linx terão conta digital integrada com a Stone

Guia do Investidor

Resultados 4T21 StoneCo: companhia dobra base de clientes e aponta aumento da rentabilidade em 2022

Victor Rodrigues

Notícias Petrobras, BTG e Linx: aquisições e desinvestimentos

Fundadores da Linx não aceitam fusão com Stone

Gabriel Tavares

Linx recebe aprovação do Cade sobre aquisição da Stone

Gabriel Tavares

Alerta: NÃO compre estas ações em Junho caso queira ter lucro

Deixe seu comentário