Guia do Investidor
Arte: GDI
Notícias

Lula apoia possível legalização de Cassinos no Brasil

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Nesta sexta-feira (21), o presidente Lula afirmou seu apoio à possível legalização de cassinos no Brasil, condicionando sua aprovação pelo Congresso Nacional. Ele questionou a distinção entre “jogos de azar” e apostas esportivas online, conhecidas como “bets“.

O projeto de lei, que já passou pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, propõe não apenas a liberação de cassinos, mas também de bingos e jogo do bicho, práticas proibidas desde 1946 no país. A iniciativa prevê a instalação desses estabelecimentos em polos turísticos e complexos de lazer, como hotéis de luxo, restaurantes e espaços para eventos culturais.

O senador Irajá (PSD-TO), relator do projeto, argumenta que a medida poderia impulsionar o turismo e gerar até 700 mil empregos diretos e 600 mil indiretos. Contudo, ele reconhece os riscos associados, como possíveis esquemas de lavagem de dinheiro e aumento do endividamento da população.

Leia mais  Lula corre o risco de ficar à deriva

A proposta tem o apoio do Ministério da Fazenda, que enxerga a legalização como uma fonte adicional de receita tributária. Por outro lado, enfrenta resistência da bancada evangélica e de grupos conservadores, que expressam preocupações morais e sociais.

Lula, ao abordar os impactos sociais do projeto, contestou a ideia de que os cassinos atrairiam gastos excessivos dos mais pobres, argumentando que estes não teriam acesso aos estabelecimentos devido ao seu perfil voltado para a alta sociedade.

A discussão sobre a legalização dos cassinos no Brasil vai além das implicações econômicas, abrangendo questões éticas e sociais significativas que estão sendo debatidas no cenário político nacional.

Em janeiro, uma pesquisa do DataFolha revelou que 17% dos beneficiários do programa de transferência de renda afirmaram participar ou já ter participado de apostas esportivas online. Destes, aproximadamente um terço relatou despesas mensais superiores a R$ 100 nos sites de apostas. Além disso, seis em cada dez apostadores entre os beneficiários admitiram realizar apostas que totalizam mais de R$ 50 por mês.

Leia mais  Lula tenta esconder presentes recebidos em 2023: entenda

O que Lula disse

“Isso [o jogo do bicho] é considerado contravenção, é proibido. Jogar baralho, jogar pôquer é proibido, cassino é proibido, mas e a jogatina que você tem hoje na televisão, no esporte? Criança com celular na mão fazendo aposta o dia inteiro. Quem é que segura isso?”

Lula sobre a legalização dos jogos de azar

Confira os principais pontos do projeto

  • Permitida a instalação de cassinos em polos turísticos ou em complexos integrados de lazer (como resort ou hotéis de alto padrão com pelo menos 100 quartos);
  • Número máximo de cassinos por estado, na seguine proporção (de acordo com população e território): até três cassinos em SP; até dois cassinos em MG, RJ, AM e PA; até um cassino nos demais estados e Distrito Federal;
  • Cada cassino deverá comprovar capital social integralizado de, no mínimo, R$ 100 milhões e poderá ser credenciado por 30 anos;
  • Embarcações marítimas (no limite de dez no país) e navios fluviais com pelo menos 50 quartos também poderão abrigar cassinos. As embarcações fluviais não poderão ficar ancoradas no mesmo lugar por mais de 30 dias seguidos;
  • Jogo do bicho: uma casa de jogo do bicho para cada 700 mil habitantes por estado;
    Bingo: uma casa de bingo a cada 150 mil habitantes por cidade;
  • Corrida de cavalo: estabelecimentos poderão operar bingos e videobingos.
Leia mais  Democracia está morrendo no Brasil, diz Wall Street Journal


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Crise econômica no Governo Lula: um caminho sem saída?

Fernando Américo

Sob Lula, economia brasileira piorou, aponta pesquisa

Márcia Alves

Sob Lula, Amazônia bate recorde de queimadas em 20 anos

Márcia Alves

Falas de Lula fizeram gasolina subir

Márcia Alves

Depois de cortar R$ 25 bi, Lula libera R$ 22 bi para prefeituras

Márcia Alves

Lula, por que não te calas?

Autor Convidado

Deixe seu comentário