Guia do Investidor
Microsoft 1
Notícias

Microsoft (MSFT34) corta orientação de vendas e lucros no trimestre citando dólar forte

A (MSFT34) cortou a orientação de vendas e lucros para o trimestre atual, citando o impacto das taxas de câmbio à medida que o dólar mais forte cobra seu preço.

Assim sendo, a gigante do software disse em um comunicado de valores mobiliários nesta quinta-feira, 2, que agora espera vendas no quarto trimestre fiscal entre US$ 51,94 bilhões e US$ 52,74 bilhões, abaixo da previsão anterior de US$ 52,4 bilhões a US$ 53,2 bilhões.

Desse modo, o trimestre termina em 30 de junho.

Ademais, o lucro deve ficar entre US$ 2,24 por ação e US$ 2,32 por ação, abaixo da orientação anterior de US$ 2,28 por ação para US$ 2,35 por ação.

Nesse sentido, a fraqueza econômica em outras partes do mundo ajudou a impulsionar o dólar para altas de várias décadas em relação a seus parceiros comerciais. Isto é, o que ocorre quando a inflação dos EUA está no nível mais alto ou próximo dele em quase 40 anos.

Diante disso, o índice do DXY, que acompanha a moeda em relação a uma cesta de outras, subiu mais de 6% até agora este ano e atingiu seu nível mais alto desde 2002 no mês passado.

Leia mais  C6 Bank é multado pelo Procon por prática abusiva

Assim, a subida do dólar fez com que o euro, a libra e o iene caíssem.

Desse modo, as gestoras de também vêm arrecadando o dólar, aumentando seu valor, como aposta na resiliência da dos EUA em comparação com a Europa e o Reino Unido, onde os dados econômicos apontam para um baixo crescimento.

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

O negócio do século? Porquê a Microsoft pagou US$ 70 bilhões na aquisição da Activision Blizzard?

Leonardo Bruno

Os melhores BDRs para investir em 2022 e fugir das eleições

Leonardo Bruno

O kit pra Dezembro: Dividendos, Small Caps e ações americanas

Leonardo Bruno

22 opções de BDRs para você comprar agora

A Inteligência artificial será indispensável no Brasil, diz diretor da Microsoft

Diego Dias

Deixe seu comentário