Mini-dólar: o que é e como funciona

Mini-dólar: o que é e como funciona

16 de maio de 2019 0 Por Diego Dias

Uma ótima opção para pequenos investidores com perfil arrojado. Os investimentos em mercado futuro têm chamado a atenção de muitos acionistas.

Mini-dólar ou Minicontratos, são investimentos em aplicações como índices, moedas e juros. Assim é muito conhecida pelo fato de não ter como requisito um alto investimento inicial. E ainda assim ser capaz de retornar ganhos alavancados. Veja mais!

O que é o Mini-dólar?

Se trata de micro contratos que permitem um acordo para compra e venda de produtos na bolsa de valores. No entanto a concretização desses contratos se realizam apenas no futuro. Então por esse motivo, a operação é também conhecida como um negócio de mercado futuro.

Logo, tem se tornado cada vez mais comuns investidores apostarem nesse tipo de operação. Posto que não é necessário se fazer um alto investimento para começar a operar.

Assim com os Minicontratos, é estabelecido um acordo entre quem vende e compra. Logo a negociação é projetada para se realizar em uma data determinada, com o seu valor já definido. Então a principal vantagem é que independente dos fatores externos, o valor da negociação será preservado.

Apesar de pouco conhecido, esse modelo de negócio existe antes mesmo do mercado de ações. Assim ele foi criado para aliviar os riscos do mercado agrícola.

Posto que no mercado futuro, o produtor não precisa esperar a colheita para negociar a venda de sua produção. Assim é as chances de conseguir preços melhores e garantir a receita para honrar com as obrigações são altas.

Como funciona?

Os investidores que operam no mercado futuro possuem diversas opções de investimentos. Logo a vantagem é que somente com os Mini-dólar é possível investir em commodities. Assim como produções de grande porte e de comercio global, como por exemplo, ouro, soja e etanol.

Contudo, quando você investe em um Mini-dólar não é necessário que você de fato tenha o valor total do contrato. Assim é preciso que tenha apenas uma o suficiente para cobrir uma margem de um possível desvio como garantia.

Logo significa que mesmo com uma quantia baixa, é possível movimentar um grande capital na bolsa de valores. Assim o valor investido como margem é uma forma de garantia. Então em caso de possíveis prejuízos é certo de que você arque com os valores.

Contudo os Mini-dólar, é uma ótima ferramenta para investidores como baixo poder de capital, que, no entanto, possuem um perfil arrojado.

NÃO PERCA MAIS UMA DICA! CADASTRE SEU E-MAIL

PARTICIPE AGORA DO NOSSO FÓRUM!

O nosso fórum já está aberto para você tirar as suas dúvidas sobre investimento e debater sobre o que quiser. Sinta-se em casa, cadastre-se agora: http://guiadoinvestidor.com.br/forum/