Guia do Investidor
Petrobras
Notícias

Moody’s revisa risco de crédito da Petrobras após dança das cadeiras na presidência

A decisão do de substituir o presidente da pela terceira vez é negativa para o crédito da companhia porque mostra o risco de interferências na governança corporativa, segundo registrou hoje a Moody´s. Em relatório, Moody´s diz acreditar, no entanto, que os atuais controles internos, além de deveres fiduciários dos empregados, incluindo aquelas relativas à Lei das Estatais, protegem os credores.

Entre estes controles, lembra a agência, estão diretrizes para refletir os preços de paridade de importação para o interno, aprovar gastos de capital e contratar os melhores funcionários com experiência suficiente por suas responsabilidades profissionais.

A Moody´s relembra ainda que candidatos a CEO tem que ter vasta experiência no setor. Além disso, afirma que os acionistas minoritários representam outra camada de proteção contra a interferência excessiva do governo.

Os analistas Nymia Almeida e Marcos Schmidt escrevem que os controles internos robustos da petrolífera, assim como a responsabilização fiduciária dos seus executivos, impedem mudanças na política de preços.

Por conta disso, além da correlação entre os preços praticados pela Petrobras e os de importação, que precisam ser reajustados para evitar desabastecimento, a agência de classificação de riscos não vê chances de alterações drásticas. Mesmo assim, a agência de classificação de riscos aponta que as trocas sucessivas por parte do governo fazem com que seja necessário monitorar a independência do conselho da Petrobras e de possíveis decisões que possam enfraquecer sua governança.

Nossas redes:

Leia mais

Partido de Bolsonaro propõe CPI contra Petrobras (PETR4) e começa a colher assinaturas

Ruan Sousa

Petrobras (PETR4) nega reserva de R$ 200 bilhões para distribuição de lucros

Ruan Sousa

Governo avalia conversão de ações para privatizar Petrobras (PETR4)

Ruan Sousa

Petrobras (PETR4) paga hoje R$ 24,23 bilhões em dividendos e juros sobre capital próprio

Ruan Sousa

Ações da Petrobras (PETR4) voltam a ter negociações suspensas

Ruan Sousa

Pediu para sair: José Mauro Coelho deixa presidência da Petrobras

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário