Guia do Investidor
ibovespa 1 1
Recomendações

“Não vai dar liga”? Itaú BBA acredita que a bolsa não vai passar dos 110 mil pontos em 2022

  • O Itaú BBA revisou sua de para o principal indicador do brasileiro: o índice ibovespa;
  • Assim, os analistas esperam uma meta terminal de 110 mil pontos, ao contrário dos 115 mil apontados anteriormente.

O principal indicador do mercado de capitais brasileiro, o índice ibovespa está sempre sobre o radar dos investidores. Afinal, é o melhor método para analisar a das principais ações do mercado brasileiro.

Após pregões complicados na última semana, o indicador voltou a operar em alta nesta manhã, inclusive retomando a meta dos 100 mil pontos. No entanto, segundo os analistas do Itaú BBA, não há muitos motivos para esperar uma nova série forte de altas para o indicador.

Destacando a sua visão para o mercado brasileiro para o segundo semestre de 2022, o Itaú BBA reduziu a sua projeção para Ibovespa de 115 mil para 110 mil pontos ao fim do ano, ainda um potencial de valorização de 11,5% em relação ao de sexta-feira (24).

A equipe de research do banco diz que o corte na estimativa reflete um cenário mais desafiador para ações brasileiras no curto e médio prazo, principalmente em questões macro, refletidas em um maior custo de capital próprio.

No entanto, as expectativas de lucro para 2022/2023 aumentaram, principalmente devido aos preços mais altos das commodities. Estas são parcialmente compensadas ​​pela pior expectativa para as empresas voltadas à doméstica.

Leia mais  Expectativa não é das melhores, mas Bolsa brasileira está barata demais para ignorar. aponta Verde Asset

Dessa forma, o banco diz preferir exposição a commodities apesar do menor crescimento global devido à sua avaliação muito atraente. Também continua a gostar de grandes bancos e setor de utilities (energia e saneamento), dada a proteção contra a inflação e altas taxas retornos (TIRs). Por outro lado, tem visão cautelosa em Pagamentos, Tecnologia, Construtoras, Saúde e Varejo.

Marcelo Sá e Matheus Marques, estrategistas do banco, acreditam que a evolução da inflação e das taxas de juros definirá o desempenho dos de ações.

“Nós achamos que as ações de valor vão superar as de crescimento no curto prazo, já que a inflação está demorando mais do que o esperado para cair e a pode permanecer alta por mais tempo. Esse ambiente desafiador pode continuar incentivando saídas de capital do para renda fixa”, apontam.

A proximidade das deve trazer mais volatilidade, cita o BBA, apontando que, nos últimos meses, o governo federal e o Congresso brasileiro anunciaram várias medidas/projetos de lei para reduzir os preços dos combustíveis e impostos e, mais recentemente, o aumento do programa social “Auxílio Brasil” para R$ 600 ao mês, de R$ 400 anteriormente. Se implementados, podem ter um impacto significativo na inflação e nas contas fiscais.

Leia mais  Compre ações da PetroRio (PRIO3), imploram analistas

Marques e Sá fizeram algumas mudanças na lista de ações brasileiras, visando aumentar a exposição a commodities com base em seus valuations considerados atrativos, mesmo assumindo uma redução significativa dos preços.

“Ainda vemos um cenário mais difícil para o mercado doméstico devido às altas taxas de juros por mais tempo, o que está pressionando a atividade econômica no curto e médio prazo. “Também estamos reduzindo nossa exposição aos calls de duration alta [com um fluxo de caixa mais sensível à alta de juros], pois esperamos que continuem sofrendo no curto prazo”, apontam.

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no Brasil: abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Fim da Euforia? Ibovespa volta a fechar no vermelho após 7 sessões em alta

Leonardo Bruno

Emissões nacionais no mercado de capitais somam R$ 317,9 bi em 2022

Guia do Investidor

Ibovespa segue disparando e bate os 111 mil pontos

Leonardo Bruno

De volta aos 110 mil pontos: Confira os destaques da Bolsa hoje

Leonardo Bruno

Com deflação e resultados no Radar, Ibovespa começa a flertar com os 110 mil pontos

Leonardo Bruno

Em dia histórico de deflação, Ibovespa testa 109 mil pontos

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário