Guia do Investidor
Natura Asia
Resultados 1T22

Natura (NTCO3): prejuízo da empresa aumenta mais de 4 vezes no 1T22

A (NTCO3) registrou prejuízo líquido de R$ 643,1 milhões no primeiro trimestre de 2022 (). Isto é, o que representa um crescimento de 314,4% em relação ao mesmo trimestre de 2021, quando teve perdas de R$ 155,2 milhões.

Assim sendo, o lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado caiu 38,1% no 1T22. Ou seja, totalizando R$ 595,9 milhões.

Além disso, a receita líquida somou R$ 8,253 bilhões entre janeiro e março deste ano. Isto é, um recuo de 12,7% na comparação com igual etapa de 2021.

Já a margem Ebitda (Ebitda sobre receita líquida) ajustada atingiu 7,2% no período. Ou seja, baixa de 3 pontos percentuais (p.p.) frente a margem registrada em 1T21.

Assim, a empresa atribui o recuo da margem devido principalmente às pressões de custo e inflação e desalavancagem de na Avon na América Latina e naThe Body Shop.

Segundo a Natura, o trimestre também foi impactado pelo aumento da inflação que afetou os gastos discricionários nos principais mercados. Além disso, pelas pressões de custos na cadeia de suprimentos e os primeiros efeitos da guerra na Ucrânia.

Leia mais  As melhores ações? MyCap e Warren revelam suas ações favoritas para a semana

Mais detalhes sobre os resultados da empresa

Em relação ao lucro bruto, este totalizou R$ 5,307 bilhões nos três primeiros meses de 2022. Isto é, uma redução de 13,4% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

Assim sendo, a margem bruta foi de 64,3% no 1T22. Ou seja, retração de 0,5 p.p. na comparação com igual etapa de 1T21.

Diante disso, a dívida líquida da companhia ficou em R$ 7,646 bilhões no final de março de 2022. Ou seja, uma elevação de 54,4% em relação ao mesmo período de 2021.

Logo, o indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 2,13 vezes em março/22. Isto é, elevação de 0,95 vez em relação ao mesmo período de 2021.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Enauta (ENAT3) multiplica prejuízo por seis no 1T22

Ruan Sousa

Prejuízo da Tecnisa (TCSA3) cai 73,3% no 1º trimestre, para R$ 7 milhões

Ruan Sousa

BK Brasil (BKBR3) reduz prejuízo no 1T22

Ruan Sousa

JHSF (JHSF3) reporta lucro líquido 13% menor no 1º trimestre de 2022, indo a R$ 166,5 milhões

Ruan Sousa

Energisa (ENGI11) tem queda de 33,5% no lucro no 1º trimestre, para R$ 580,7 milhões

Ruan Sousa

Cogna (COGN3): lucro dispara 58,7% no 1T22 e reverte o prejuízo do último trimestre

Ruan Sousa

Deixe seu comentário