Guia do Investidor
1618352824 05102020dolar1381
Recomendações

Nem barato e nem caro: Dólar está “justo”

  • O analista Rogério Xavier, traaça um cenário do que vem acontecendo na brasileira nos últimos meses;
  • Em especial, ele comenta que o “Não está barato nem caro”.

A cotação da principal taxa de câmbio da economia está sempre no olhar dos . Afinal, a cotação do dólar é um dos mais importantes mecanismos de , por isso, vive no imaginário dos investidores. Portanto, não é surpresa que uma verdadeira chuva de análises de opiniões apareça todos os dias.

Um deles foi Rogério Xavier, da SPX. Enquanto as bolsas desmoronavam ao redor do planeta, o fundo Raptor encerrou o semestre com valorização de 41%. Xavier é um dos traders mais respeitados do mercado brasileiro. Ao lado dos sócios, tem R$ 77 bilhões sob gestão, fazendo da SPX uma das maiores gestoras independentes do País.

Em entrevista, Xavier ponderou que não é o momento de fazer grandes apostas.

“A grande tese do momento é a cautela,” disse. “Os não são muito atrativos para nenhum dos lados. É hora de ficar mais em risco para aproveitar caso essa oportunidade apareça de maneira mais evidente.”

Para Xavier, “falta mais dor para colocar a economia para baixo” e controlar a . Por isso, o dólar deverá continuar ganhando força em todo o mundo. Seria a hora de o fortalecer a sua posição fiscal, mas, com o aumento de gastos e a concessão de benefícios, o País dá o sinal errado para o mercado. “O Brasil não aprende. Parece aquele cara que vive endividado no cartão de crédito.

Aí ganha um dinheiro, vai lá e gasta ainda mais. Como assim?” disse Xavier. Com a piora na percepção da economia brasileira, afirmou que tem um “viés de do dólar, não do real.” De acordo com Xavier, a SPX vê o câmbio atual como fair. “Não está barato nem caro”, disse. Mas ressaltou: “Como o Brasil se autoimpôs mais risco, é razoável supor que o viés seja de alta.”

Com o viés negativo que a gente tem na economia e na política, eu teria um viés de compra do dólar. Não do real. Enfraquecendo a nossa posição fiscal, eu estaria mais na ponta compradora de dólar.

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

“Deu ruim” para os “Hermanos”: com alta do dólar, alerta para a crise na Argentina dispara

Leonardo Bruno

Por que o Euro tem se desvalorizado frente ao Dólar?

Guia do Investidor

A alta dos juros americanos vai afetar a inflação no Brasil?

Leonardo Bruno

1 Euro = 1 Dólar: Pela primeira vez em 20 anos, cotação do Dólar e Euro chega a paridade

Leonardo Bruno

As perspectivas para o segundo semestre de 2022: dólar, investimentos e economia

Leonardo Bruno

Enquanto não houver compromisso fiscal Dólar não vai estabilizar: é o que alerta gestores

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário