Guia do Investidor
handler
Notícias

Neoenergia estreia na Latibex

Listagem reforça padrões de governança e gestão transparente, além de dar acesso ao investidor europeu aos ativos da companhia

No ano em que comemora 25 anos de atuação no Brasil, a passa a ser cotada na , vinculada à bolsa espanhola, sediada em Madri (ES). Com isso, a facilita o acesso ao investidor europeu pessoa física, sobretudo espanhóis, a ter ações da Neoenergia em seu portfólio com mais facilidade: negociação em euros, e em horário dos mercados da Europa.

A negociação das ações da Neoenergia na Latibex, com a designação XNEO, aconteceu nesta terça-feira (7), logo após cerimônia de arranque da cotação, diretamente do Palácio da Bolsa de Madri. A solenidade contou com a presença do CEO, Mario Ruiz-Tagle, e de outros executivos da companhia.

“Estamos seguros de que nossa trajetória no Brasil vem sendo construída com uma sólida disciplina financeira, investimentos em inovação e tecnologias do futuro, que contribuem para a aceleração da transformação digital no setor elétrico no Brasil. A negociação das nossas ações na Latibex reforça o compromisso com uma gestão sustentável e transparente, pautada pela geração de valor a todos os acionistas”

afirma Mario Ruiz-Tagle, CEO da Neoenergia.

Com a incorporação da Neoenergia, a Latibex, criada em 1999, terá 12 empresas brasileiras, seis do México, duas da Argentina e uma do Peru. O retorno do índice FTSE Latibex Top, até o momento, supera 18%.

Leia mais  Sanepar está em carteira recomendada para Junho, da Ativa

A Neoenergia fez sua oferta inicial de ações no Brasil em 2019 e, à época, foi considerada a maior do setor energético nos últimos 15 anos. Desde o (siga em inglês para Initial Public Offering), integra o Novo da , o mais elevado nível de governança corporativa das corporações listadas na bolsa brasileira. O grupo espanhol Iberdrola mantém-se como controlador, com participação acionária de 53,50%. A empresa possui um free float (capital livremente negociado em bolsa) de 16,3%. Atualmente, a Neoenergia é a segunda maior empresa de distribuição de energia do Brasil e está comprometida com a demanda por fornecimento de energia eficiente e sustentável de forma integrada. A empresa também integra a carteira dos Índices de Sustentabilidade da B3.

Com resultados sólidos, a empresa tem sido um importante player para a Iberdrola nos últimos tempos. A companhia registrou lucro de R$ 1,2 bilhão, um aumento de 20% em relação aos três primeiros meses de 2021.

Gestão sustentável

A Neoenergia segue com foco na transição energética por meio da descarbonização da . Hoje, a execução de projetos com fontes renováveis é uma realidade com a construção de parques eólicos e solares, que ampliam a geração de energia limpa no país. Comprometida com o desenvolvimento sustentável das regiões brasileiras onde atua, a companhia mantém práticas responsáveis de ASG (sigla para ambiental, social e governança), agregando valor para a sociedade, os acionistas e todos os stakeholders.

Leia mais  Neoenergia (NEOE3) anuncia pagamento de juros sobre capital próprio

Além disso, atua para aprimorar a equidade de gênero entre seus colaboradores e, por essa razão, assinou a declaração de apoio aos Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs, na sigla em inglês), iniciativa promovida pela ONU Mulheres e pelo Pacto Global. Até 2030, pretende ampliar a presença de mulheres em postos de liderança e em atividades ligadas à operação.

De olho no futuro

Até o fim de 2022, a companhia terá mais de 90% da sua capacidade instalada em fontes renováveis, e segue atenta a novas oportunidades, incluindo tecnologias inovadoras, como eólica offshore e hidrogênio verde. Por meio do compromisso firmado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU), tem como meta reduzir em até 50% a intensidade de emissões de CO² até 2030, tendo como ano-base 2007.

A estratégia de crescimento também está alinhada com a necessidade de antecipar as demandas do futuro. A modernização e a mudança no perfil dos do setor elétrico têm acelerado as transformações, ganhos de eficiência e desenvolvimento de novos e serviços. São mudanças no mercado que exigem ações das empresas para se adequarem ao novo modelo de negócio. Por isso, a Neoenergia investe em inovação e tecnologia, priorizando qualidade, expansão, digitalização de redes e experiências dos consumidores. Diante da iminente liberalização do mercado, a companhia adotou ações que reforçam o compromisso para garantir o fornecimento de energia limpa, acessível e de qualidade aos brasileiros.

Leia mais  Espaçolaser firma parceria com a HBR Realty; confira

Resiliência dos negócios

Os resultados sólidos registrados ao longo desses 25 anos mostram que a estratégia da Neoenergia está em linha com a Iberdrola, um dos principais grupos mundiais de energia elétrica. Toda consistência dos negócios é construída com base na expansão orgânica das distribuidoras, no pipeline dos empreendimentos renováveis, nas linhas de transmissão que garantem o fornecimento de energia limpa de forma integrada para o país e, principalmente, na eficiência financeira.

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Neoenergia (NEOE3) anuncia pagamento de juros sobre capital próprio

Ruan Sousa

Neoenergia (NEOE3) terá ações negociadas na Bolsa espanhola

Ruan Sousa

Neoenergia (NEOE3) confirma o pedido de renúncia do presidente da empresa

Ruan Sousa

Neoenergia (NEOE3) vê interessados em sua fatia na concessionária de Belo Monte, diz CEO

Ruan Sousa

Neoenergia (NEOE3) alcança lucro de R$ 1,2 bilhão no 1º trimestre, alta de 20%

Ruan Sousa

Neoenergia (NEOE3) e Minerva (BEEF3): empresas confirmam o pagamento de proventos

Ruan Sousa

Deixe seu comentário